O valor arrecadado pela vaquinha do Lula parece esmola perto dos milhões de pixulecos doados ao PT antes da Lava Jato

"Só serão aceitas doações de pessoas físicas", previne o site em que a campanha está hospedada

“Queridos amigos, queridas amigas, em novembro nós lançamos a campanha ‘Por um Brasil Justo pra Todos e pra Lula’”, comunica já nos primeiros segundos do vídeo Gilberto Carvalho, ex-coroinha convertido em colecionador de pecados mortais, ex-secretário de governo de Dilma Rousseff e caixa-preta especializada na coleta de segredos de Santo André. “Esta campanha visa, na verdade, chegar a cada brasileiro, a cada brasileira, levando a interpretação correta do que está acontecendo neste Brasil do pós-golpe”, mente em seguida sem ficar ruborizado. “Nós sabemos que a perseguição ao Lula e aos militantes sociais é, no fundo, uma perseguição ao nosso projeto. É uma perseguição aos pobres, é uma perseguição aos direitos sociais que eles querem tirar”.

Com as mãos cruzadas de quem vai rezar um terço, voz mansa rimando com o meio sorriso de professor de catecismo para alunos do pré-primário, Carvalho passa à segunda parte da ópera dos pilantras — e começa a tratar do que realmente interessa aos idealizadores da tapeação audiovisual: “Pra que a gente possa chegar de fato a cada brasileiro, a cada brasileira, através de atos públicos, através da produção de materiais que facilitem a interpretação dos fatos nós precisamos da tua ajuda. Por isso vimos aqui, através desse crowdfunding da catarse, pedir a tua ajuda. Seja generoso conosco, ajude a gente levar essa mensagem de democracia e de justiça a todo território nacional, a cada brasileiro, a cada brasileira. Muito obrigado”

O falatório precede o desfile de artistas que se exibem nos palanques do PT por falta de convites para apresentações nos palcos e na telinha. “O Brasil merece Justiça, mas não essa que tá por aí”, puxa o cortejo Tonico Pereira.”O Brasil merece uma imprensa democrática, não essa imprensa que está aí”, emenda Sérgio Mamberti. Dois ou três coadjuvantes ainda menos conhecidos depois, surge Chico César rodopiando numa cena sem parentesco visível com as anteriores. Reaparece Tonico Pereira: “A Justiça que o Brasil merece é independente e apartidária”, diz. “Chega de mentiras inventadas pelos jornais e pela televisão”, retorna Mamberti, sem esclarecer se o recado se estende à TV Globo, onde trabalha de vez em quando.

Nascida há dois dias, a vaquinha destinada a divulgar a perseguição a Lula atraíra, até a tarde desta sexta-feira, pouco mais de 320 doadores ─ e arrecadara menos de R$ 30 mil. É uma ninharia se confrontada com a meta: R$ 500 mil. Quem doa R$ 10 (17 pessoas  até esta sexta), o valor mais baixo, é premiado com uma citação no site brasiljustopratodos.com.br e nas redes sociais da campanha, uma foto da campanha autografada pelo autor em versão digital e um “vídeo de agradecimento”. Aqueles que optam pela quantia máxima (R$ 5 mil, valor que até esta sexta ninguém se animou a doar) ganham os três mimos e mais quatro: um poster decorativo da Campanha Por um Brasil justo para todos e para Lula, em versão impressa, cinco exemplares da publicação Golpe 16 – O Livro da blogosfera em defesa da democracia, com prefácio do ex-presidente Lula, uma foto da Campanha de autoria de Ricardo Stuckert no formato A3 e três fotos da Campanha de autoria de Ricardo Stuckert no formato A2.

Pelo visto, o dinheiro arrecadado por iniciativas pró-Lula desse gênero tem minguado como as plateias interessadas em seus discursos e os convites para palestras que meses atrás custavam quase 500 mil reais. Uma das explicações está na restrição estabelecida pelo site que hospeda a campanha: “Atenção: Só serão aceitas doações de pessoas físicas”. Ficam fora da vaquinha, portanto, as gordas contribuições das empreiteiras que tinham em Lula seu camelô antes da Operação Lava Jato. Como a mudança de governo desempregou muitos contribuintes potenciais, é compreensível que o dinheiro juntado até agora esteja a uma distância sideral dos milhões de pixulecos extorquidos até recentemente pelos operadores do PT.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Luis Machado

    Se não fosse no Brasil, não daria para acreditar. Esses artistas e essa gente que está doando deviam ir ver um médico.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Antonio Renovável

    Nesses “brindes” faltou um dvd da estoca vento com suas memoráveis discurserias. Na verdade no final isso é pra lavar o butim que está bem guardado.

    Curtir