O recado do papa aos corruptos da terra e a pesquisa que consumou a capitulação dos fabricantes de recordes de popularidade

ATUALIZADO ÀS 12:18 Nesta quinta-feira, durante a visita à Favela da Varginha, o papa Francisco disse o seguinte: “Aqui, como em todo o Brasil, há muitos jovens. Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam de corrupção, com pessoas que, em vez de buscar […]

ATUALIZADO ÀS 12:18

Nesta quinta-feira, durante a visita à Favela da Varginha, o papa Francisco disse o seguinte:

“Aqui, como em todo o Brasil, há muitos jovens. Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam de corrupção, com pessoas que, em vez de buscar o bem comum, procuram o seu próprio benefício. (…) Não deixem que se apague a esperança”.

Embora o recado não tenha mencionado expressamente políticos ou partidos, todo mundo deduziu que o papa resolvera cutucar o governo do PT e seus parceiros. Faz sentido. Depois da condenação dos quadrilheiros do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal, e sobretudo depois das manifestações de protesto que implodiram a farsa do Brasil Maravilha, ficou claro, aos olhos de quem consegue enxergar um palmo adiante do nariz, que a corrupção impune anda de mãos dadas com a seita lulopetista.

Lula vive dizendo que isso é preconceito. Não deixa de ter razão. O Brasil decente  sempre foi preconceituoso com assaltantes de cofres públicos, empresários liberados para transformar canteiros de obras em plantações de maracutaias, gatunos com imunidade parlamentar e outras vertentes da grande família dos corruptos. Neste inverno, os atos de protesto atestaram que a população do país que presta é muito maior do que imaginavam os embusteiros no poder.

E não para de crescer, vão admitindo, um a um, os institutos de pesquisas que, se não tivessem colidido com a revolta da rua, já estariam atribuindo a Dilma Rousseff 100% de popularidade (ou 103%, se a margem de erro oscilasse para cima). Há poucas horas, consumou-se a capitulação do Ibope. A presidente fantasiada de colecionadora de recordes agora patina nos arredores dos 30% historicamente reservados a qualquer poste do PT.

Desde que foi cooptado pelos fundadores da Era da Mediocridade, o Ibope confinou em índices inferiores a 8% os brasileiros que acham ruim ou péssimo o desempenho do governo federal. Subitamente, a taxa de descontentamento decolou em direção à estratosfera. Acaba de bater em 31% — e continuará subindo. E a aprovação segue despencando rumo a temperaturas siberianas.

Se apenas tivessem fulminado a desfaçatez dos fabricantes de porcentagens, as manifestações de protesto iniciadas em 6 de junho já teriam valido a pena. Mas as mudanças ocorridas em poucas semanas foram muito além do comércio de estatísticas. A discurseira dos políticos ficou alguns séculos mais velha. Os truques dos mágicos de picadeiro deixaram de funcionar. As comemorações dos dez anos de governo petista lembram festinhas no asilo.

Os destinatários do recado do papa se esforçam para acreditar que, configurado o naufrágio de Dilma, bastará lançar a candidatura de Lula para que a festa siga seu curso. Logo saberão que lidam com um país que mudou. Que ainda não deixou claro o que quer, mas já sabe o que não quer. E não aceita mais ser tapeado.

As multidões inconformadas com o elogio do cinismo sabem que foi o ex-presidente quem instalou no Planalto o que até recentemente qualificava de “um poste que ilumina o Brasil”.  Se tentar um terceiro mandato, terá de atravessar a campanha eleitoral explicando o inexplicável. E vai descobrir que cometeu um erro semelhante ao do amigo Paulo Maluf.

Dilma Rousseff é o Celso Pitta do Lula.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Artur Souza

    Caro Oliver. Só hoje fui ler sua resposta, costumo manter distância da internet nos fins de semana.
    Não trabalho e nunca trabalhei em institutos de pesquisa. Nunca recebi um tostão de dinheiro público. Mas já trabalhei em excelentes agências de propaganda, que vi utilizarem pesquisas com bons resultados, não para distorcer, mas para nortear o trabalho de criação.
    Não sou petista, acho o PT e as esquerdas em geral um atraso para o Brasil. Talvez eu não tenha percebido no seu texto que você se referia apenas a pesquisas políticas. Não quis ajudá-lo com meu conhecimento, não faria esta ofensa à sua inteligência.
    O que eu continuo achando é que nenhum instituto de pesquisa sobreviveria tantos anos sem credibilidade, enganando um país inteiro, fazendo da mentira sistemática um meio de vida. E não acredito em Papai Noel. Abraço.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Leonardo X

    Já tem “bolsista” jurando que nunca mis vota em candidato do PT. Parece que só os “militontos” de sempre, os que aparelharam o estado para mamar à farta e esquerda progressista do século XIX, quando meus avós nasceram, continuam fieis ao Partido dos Trambiqueiros.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Gabriel

    Vida longa e próspera, Sua Santidade, papa Francisco!
    O papa Francisco foi certeiro na sua mensagem a todos os indigentes morais e espirituais, tanto os do PT como os do PSDB, entre outros partidos comunistas ou mancomunados com o ideário esquerdopata!

    Curtir

  4. Comentado por:

    GEROLDO ZANON

    O LULA dando uma entrevista disse para o repórter FIQUEI BILIONARIO MAS TUDO FURTO DO MEU TRABALHO

    Curtir

  5. Comentado por:

    Marilene L’Abbate – São Paulo

    NÃO CONFIO no Papa Jorge Mario Bergoglio: Não resiste a uma profunda-análise-espiritual! Brevemente, mostrar-se-á um verdadeiro irmão-populista, como Lula + Dilma + Cristina Fernández.

    Curtir