Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O estrategista trapalhão, a CPI da Vingança e a bancada dos sem-vergonha

PUBLICADO EM 25 DE MAIO DE 2012 Quem esconde bandidos em casa não deve procurá-los no porão do vizinho, descobriram os parlamentares do PT que embarcaram na aventura planejada pelo estrategista trapalhão. O ex-presidente Lula enxergou na CPI do Cachoeira a armadilha perfeita para a captura dos inimigos Demóstenes Torres e Marconi Perillo. Sem contar […]

PUBLICADO EM 25 DE MAIO DE 2012

Quem esconde bandidos em casa não deve procurá-los no porão do vizinho, descobriram os parlamentares do PT que embarcaram na aventura planejada pelo estrategista trapalhão. O ex-presidente Lula enxergou na CPI do Cachoeira a armadilha perfeita para a captura dos inimigos Demóstenes Torres e Marconi Perillo. Sem contar o providencialíssimo efeito colateral: o berreiro no Congresso evitaria que o julgamento dos mensaleiros monopolizasse as atenções que continuam convencidos de que ladrão merece cadeia.

Deu tudo errado: em parceria com José Dirceu, Lula acabou armando uma arapuca onde se enfiaram, além do senador do DEM e do governador do PSDB, também os companheiros Sérgio Cabral e Agnelo Queiroz, o empreiteiro Fernando Cavendish e outros fregueses da Delta. O comentário de 1 minuto para o site de VEJA registra que a CPI, ao seguir o caminho que Lula traçou para chegar ao coração do poder em Goiás, desembocou na trilha que margeia o penhasco.

Formada por representantes da aliança governista e dos partidos de oposição, a bancada dos sem-vergonha, amplamente majoritária, decidirá na próxima terça-feira o destino da CPI.  Aprovar a quebra do sigilo bancário da Delta e a convocação de Cavendish, Cabral, Perillo e Queiroz será o começo do salto no escuro. Deixar fora das investigações os bandidos de estimação será o fim da CPI.

Consumada a segunda hipótese, os deputados e senadores favoráveis à absolvição arbitrária dos pecadores não devem contar com o socorro de Lula. Se lhe pedirem que assuma a paternidade da trapalhada, o idealizador da CPI da Vingança dirá, mais uma vez, que não sabe de nada. Melhor justificar o voto cafajeste numa nota conjunta inspirada no carinhoso torpedo enviado por Cândido Vaccarezza a Sérgio Cabral, sem pontapés no português. Uma única frase é suficiente: “Eles são nossos e nós somos deles”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    LUIZ TAVARES

    SERGIO CABRAL 10GOVERNADOR-RJ.
    NÃO PODEMOS ESQUECER DAQUELES QUE PEDIRAM UM AVIÃO EMPRESTADO PARA SOCORRER O FERNANDINHO E O SERGINHO QUANDO DO ACIDENTE NA BAHIA QUE VITIMOU VÁRIAS PESSOAS.
    UM PEDIU A OUTRO QUE, PEDIU A OUTRO , QUE PEDIU A OUTRO E , QUE , POR SUA VEZ PEDIU A OUTRO , E O AVIÃO FORA EMPRESTADO…RSRSRSRS…..KKKKK….HEHEHEHE

    Curtir

  2. Comentado por:

    Cezar Sales

    Os amantes de pescaria sabem que para fisgar um peixe primeiro deve dar-lhe cordas e depois, então, fisgar o pescado.
    Parece que com esse PEIXE a regra não está sendo diferente. A corda que ele tem ainda está bem grande e logo, logo, será puxada e ai veremos um grande pesacado. Tenho absoluta certeza disso.

    Curtir

  3. Comentado por:

    lin

    Vamos lá:
    1. Haddad 3% e caindo!
    2. Marta babando de prazer.
    3. Suplicy desapareceu. Se não foi internado, cheirou a encrenca e sumiu.
    4. O desespero do apeDELTA se deve a inexorável certeza de que a imposição do guguDadà não pega em São Paulo (não há como aumentar os beneficiários do bolsa VOTO). A derrota do afilhado será a DERROTA do “nunca antezzz nezzzte paizzzz”.
    5. Com a goela estragada e a cara amassada, perdeu a única arama que possuia para enganar o eleitorado.
    6. NOVOS TEMPOS ESTÃO SE ABRINDO. DEPOIS DA TEMPESTADE SEMPRE VEM A BONAO BRASIL DO SOBRAL PINTO, DO BARÃO DO RIO BRANCO, DO DUQUE DE CAXIAS, DE TIRADENTES, DE D.PEDRO II, DO DIA DA CONSCIENCIA CIDADÃ SEM COR OU RAÇA OU GÊNERO…

    Curtir

  4. Comentado por:

    Blumenau

    Augusto.
    Parabéns e obrigada.
    Estamos saindo de um pesadêlo,mas ainda desconfiados.

    Curtir