Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O casamento pedófilo legalizado por países islâmicos é uma homenagem ao Profeta que já passara dos 50 anos quando transformou em esposa uma menina com menos de 10

ATUALIZADO ÀS 23h37 “O Profeta Maomé é o modelo que seguimos”, informa no vídeo o saudita Ahmad Al Mu’bi. “Ele tomou Aisha como sua esposa quando tinha 6 anos, mas só fez sexo quando ela tinha 9″. O maridão já passara dos 50, dispensou-se de lembrar o oficiante de casamento. Também lhe pareceu irrelevante ressalvar […]

ATUALIZADO ÀS 23h37

“O Profeta Maomé é o modelo que seguimos”, informa no vídeo o saudita Ahmad Al Mu’bi. “Ele tomou Aisha como sua esposa quando tinha 6 anos, mas só fez sexo quando ela tinha 9″. O maridão já passara dos 50, dispensou-se de lembrar o oficiante de casamento.

Também lhe pareceu irrelevante ressalvar que, enquanto esperava que Aisha chegasse ao ponto, Maomé não teve de estrangular a libido. O harém que abrigava o time de reservas de Aisha estava ali para que jamais faltasse companhia noturna.

“Qual é a idade apropriada para a primeira relação sexual?”, interroga-se Ahmad Al Mu’bi no meio do falatório. “Isso varia de acordo com o ambiente e as tradições”, desconversa, caprichando na pose de doutor em aberrações nupciais. Eis aí uma bom tema para devotas de Lula.

De longe, marilenas chauís e marias-do-rosário contemplam com olho rútilo e lábio trêmulo os turbantes engajados na guerra contra os infiéis em geral e o Grande Satã americano em particular. Se tivessem nascido por lá, conheceriam o abismo que separa um macho de uma fêmea.

Ele pode tudo e tudo decide, saberiam as companheiras da seita lulopetista. Ela obedece sem queixas. Ele é dono. Ela é propriedade. É estuprada na infância, vira mãe na adolescência e se torna avó quando ainda confere no espelho como é a aparência de uma balzaquiana recentíssima.

O modelo saudita, adotado em grande parte do mundo islâmico, permite que qualquer adulto de qualquer faixa etária transforme em esposa, e inicie sexualmente. meninas em idade de brincar com bonecas. Em lugares menos primitivos, esse tipo de assassinato da inocência dá cadeia. Até no Brasil.

Naquelas paragens, o casamento pedófilo é uma homenagem ao Profeta que amava criancinhas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    sara

    simplesmente repugnante o o Brasil pode nao ser um pais perfeito mais pelo menos tem lis contra esse tipo de coisa vcs axam q bonito oke fazem? Uma crianca q n sabe nem oque e vida passar por uma coisa dessas ? Isso nao e cultura nao isso e uma desculpa pra homens doentes pke quem faz isso nao e uma pessoa normal e louco tem tanta mulher por ai prostituta porque vao fazer isso com menininhas? Esse pais e uma vergonha nao tenho medo de falar pke e uma coisa q vai contra tdos principios imagina o psicologico delas se perguntem e se fosse vc ??? ja se fez essa pergunta ??? entao se tokem antes de falar q isso e uma cultura isso da e nojo

    Curtir

  2. Francisco Lúcio Sátiro Maia Pinheiro

    Lembremos que esses malditos querem criar aqui no Brasil o Partido Islâmico Brasileiro, com a defesa da aplicação da Sharia aqui. Existe até um blog na interne onde eles dizem abertamente que nossos valores estão errados e irão lutar contra eles.

    Curtir

  3. Tiago Blumenfeld Sarafian

    Até onde eu saiba e salvo melhor juízo, o casamento para meninas de tenra idade, assim como o festival de Ashura (martírio de Husayn ibn Ali), são práticas somente admitidas por muçulmanos shias, mas extremamente combatidas pelos sunis.

    Curtir

  4. Para ler quando você ou algum aBiguinho tiver pena de muçulmano…

    Curtir

  5. O BRASIL JÁ TÁ NUMA PORCARIA (pra não dizer outra coisa), MAS CABE PERFEITAMENTE A FRASE: “SEMPRE PODE PIORAR”.

    Curtir