No Sem Edição Especial, Carlos Graieb, Sílvio Navarro, Sérgio Praça e Augusto Nunes comentam o domingo em que começou a nascer nas ruas um outro Brasil

http://videos.abril.com.br/veja/id/9562007ce4577d8491f78a36cb877d95?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Terceira Via

    Nem é preciso contar cada camisa amarela para dizer que estas foram as mais expressivas manifestações contra o Governo e de apoio às operações da Polícia Federal e à coragem e determinação do juiz Sérgio Moro que lidera a Operação Lava-Jato. Nunca antes na História deste país tantos foram às ruas protestar contra o Governo.
    Somando os mais de um milhão no Rio de Janeiro, outro milhão e meio em São Paulo, as centenas de milhares em Brasília, Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Salvador, Vitória, Ribeirão Preto – para citar somente algumas – fica fácil acreditar que não estamos mais num país dividido.
    A despeito das eventuais ações reativas de alguns petistas e de sabermos que eles ainda são uma expressiva parcela da população brasileira, não há mais dúvida que a grande maioria da população brasileira rompeu de fato com essa classe política.
    Não somos mais nós contra eles, ou os petistas contra os coxinhas, os bons contra os maus, ou qualquer tentativa de mostrar um país cortado ao meio. Não somos.
    Existe uma multidão diante de uma minoria encastelada que, pressionada, busca se equilibrar na corda bamba de um poder minado por seus desacertos, por seu deslumbramento e, principalmente, por sua incompetência.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Biagione Rangel de Araújo

    Meu caro Augusto, se a oposição fosse o PT, eu não tinha dúvidas de que o impeachment seria realizado em poucos dias, mas considerando essa oposição borra botas que temos, pode ter certeza, iremos nos arrastar nessa agonia por muitos e muitos meses.
    Também, não tenho dúvidas que o Alckmin e o Aécio, em especial, foram hostilizado pelas lambanças que o PSDB tem realizado ao longo desses anos todos de PT. Em 2005 vieram com o discurso de que o Lula deveria sangrar e ai desembocou no horror que assistimos. Há até bem pouco tempo o Alckmin se dizia contra o impeachment e o Aécio, que obteve 51 milhões de votos, que não são seu capital político e sim daqueles que desejavam ver o PT fora do Planalto, nunca assumiu a oposição e sempre se pautou por pronunciamentos de ocasião, mostrando que é um político sem credibilidade, pois volta as costas ao povo brasileiro. O Serra nem se fala, vem com proposta de semi-presidencialismo. O Povo não está pedindo isso.
    No entanto, se o Alckmin tivesse tido a posição do gov. Pedro Taques na reuni~]ao do dia 07/03/2016, inclusive, fora das redes sociais, só sua coluna deu destaque e um ou outro blog político, poderia ter tido outra acolhida, mas preferiu mostrar a covardia, típica dos tucanos. O Beto Richa, ainda teve o disparate de se solidarizar com a presidANTA, dizendo que os ataques a ela era ataques as mulheres brasileiras.
    Por tudo isso, as ruas se mostra indignada com os políticos, com alguma exceção como o sen. Ronaldo Caiado. Tenho certeza que se o gov. Pedro Taques tivesse participado teria sido bem recebido, mas ao que tudo indica, será boicotado pelo PSDB e por conseguinte pela grande imprensa paulista.
    Devido a tudo isso, não tenho dúvidas de que esse doloroso processo, por falta de lideranças, irá se arrastar por muito tempo, se duvidar até o próximo ano, para que o congresso, faça a eleição de um dos seus para sentar na cadeira da presidência da república. Dai, na minha avaliação, vai contribuir para acirrar ainda mais os ânimos dos brasileiros decentes e, estes sentindo-se abandonados vão pedir outra escolha, como uma intervenção militar, que vocês não consideram e até desdenham, mas um povo sem alento, busca solução ao seu modo e esta, poderá não ser a melhor, mas os políticos estão não aprenderam nada como o passado e estão seguindo o mesmo script que desembocou em 64. Quiçá os políticos tenham juízo e sigam as demandas das ruas.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Vermelho nem pensar! Lula na cadeia já!!!

    LEIAM o comentário do colega === PAULO AFONSO, 14/03 as *8h51 ====
    MUITO BOM!!!!
    NO DIA 18, manifestação da canalhada:
    – NAO USEM ROUPAS VERMELHAS!!!!!
    – NAO FIQUEM próximos ao local da ‘passeata’ deLLes, para não ser contado pelo Datafolha e PT.
    VIVA MORO e PF!!!!!! FORA LULA e DILMA!!!!! CADEIA JÁ!!!!

    Curtir

  4. Comentado por:

    não vale inventar!

    MENTIRA!!! Não houve vaia nenhuma ao caminhão de som pedindo intervenção militar. EU ESTAVA LÁ no Rio, bem próximo ao local!
    Só´houveram vaias para Lula, Cunha, Dilma e PT!!!!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Sidney

    Augusto
    Voces sao IMBATIVEIS !!!!
    Parabens sempre.
    E$$e$ nefastos nao passarao jamais !!!
    Baita abraco e essa EQUIPE !!

    Curtir

  6. Comentado por:

    Rainha deposta

    Augusto,
    Ela não tem cara de quem renuncia.
    Realmente.
    Tem cara de quem é deposta pelos próprios companheiros.

    Curtir