Neurônio sem rumo

“Queria fazer um apelo à militância para não esmorecer, ir para as ruas e disputar voto a voto. Peço serenidade, porque a gente está no rumo certo, ninguém precisa perder o rumo, temos que continuar tendo atitude serena”. Dilma Rousseff, em Brasília, implorando aos milicianos que mantenham o rumo que o neurônio solitário perde de […]

“Queria fazer um apelo à militância para não esmorecer, ir para as ruas e disputar voto a voto. Peço serenidade, porque a gente está no rumo certo, ninguém precisa perder o rumo, temos que continuar tendo atitude serena”.

Dilma Rousseff, em Brasília, implorando aos milicianos que mantenham o rumo que o neurônio solitário perde de meia em meia hora.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s