Neurônio napoleônico

PUBLICADO EM 29 DE JANEIRO “Ele falou muito… Ele estava discutindo num momento, você veja como as conversas são. Nós começamos a conversar sobre… ele estava falando sobre o Kruschev, e falou sobre ─ porque o Kruschev foi responsável pela direção em Stalingrado. Ele discutiu a guerra, depois falou do Napoleão, aí discutiu sobre o […]

tarja-an-o-ano-em-frases-2014

PUBLICADO EM 29 DE JANEIRO

“Ele falou muito… Ele estava discutindo num momento, você veja como as conversas são. Nós começamos a conversar sobre… ele estava falando sobre o Kruschev, e falou sobre ─ porque o Kruschev foi responsável pela direção em Stalingrado. Ele discutiu a guerra, depois falou do Napoleão, aí discutiu sobre o Napoleão. E fala sobre toda a história da América Latina e do mundo”.

Dilma Rousseff, em entrevista coletiva em Havana, internada por Celso Arnaldo ao descrever seu encontro com Fidel Castro, comprovando que qualquer conversa descrita em dilmês soa como papo de Napoleão de hospício.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Claudia

    Vergonha!

    Curtir

  2. Comentado por:

    Dioraci Vieira Machado

    Chamo de inteligência social à capacidade da população de um país em mobilizar-se para fazer escolhas inteligentes.
    Como nossas escolhas ultimamente levam o país ao caos, isso significa apenas que a população brasileira não saber escolher bem e está longe de ser uma desinteligência da oposição.
    Tudo, mas tudo mesmo, que foi revelado sobre essa gente usurpadora do poder não serviu para orientar as últimas eleições.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Sonja

    Claro que ele falou muito. Haja vista a duração de seus discursos. Além disso, com o zunido que deve fazer uma cabeça vazia – a dela – enchendo o ar da sala, qualquer um ficaria falando sem parar para não enlouquecer ou morrer de tédio.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Carlos Marques

    É tudo mentira. Por isso gaguejou tanto.Falaram sobre grana o tempo todo. Na hora das despedidas, Fidel, prolixo mesmo na pré-demência,divagou.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Etelvina

    Augusto,
    Isso só prova a senilidade deste senhor: só se lembra de fatos antigos… Abçs

    Curtir