Ministro da defesa

“Eu estava ali diante do meu destino: que juiz eu queria ser a partir dali? Optei por enfrentar”. Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal, em entrevista à Folha de S. Paulo, admitindo que, no julgamento do mensalão, optou por enfrentar a montanha de provas, desafiar o Brasil que pensa e absolver culpados.

“Eu estava ali diante do meu destino: que juiz eu queria ser a partir dali? Optei por enfrentar”.

Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal, em entrevista à Folha de S. Paulo, admitindo que, no julgamento do mensalão, optou por enfrentar a montanha de provas, desafiar o Brasil que pensa e absolver culpados.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    morg

    Caro, foi corrigido. Obrigada. Um abraço, Júlia Rodrigues.

    Curtir

  2. Comentado por:

    arilson sartorato

    Este elemento de fala mansa cheio de firulas,com fitinha no pulso não me engana, podem apostar que vai se fantasiar de Odalisca neste Carnaval.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Pauta da vez

    • VALE A PENA VER DE NOVO •
    .
    Rosemary Noronha: ” Meu santo é forte!!!”
    .
    Folha de S.Paulo
    01/12/2012
    Banco do Brasil contratou empresa da família de Rose
    .
    Brasília — Rosemary Noronha, ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, conseguiu que uma empresa do Banco do Brasil contratasse a empresa que tem o atual marido dela, João Vasconcelos, como diretor e um genro como sócio. Rose, como é conhecida, foi indiciada pela Polícia Federal durante a Operação Porto Seguro, que desmantelou esquema de venda de pareceres no governo. A New Talent recebeu R$ 1,12 milhão da Cobra, BRAÇO TECNOLÓGICO DO BB, NUM CONTRATO COM DISPENSA DE LICITAÇÃO. Tanto o nome de Vasconcelos como o do genro, Carlos Alexandre Damasco Torres, estão no contrato.
    .
    Resposta Brasília – O Banco do Brasil disse, por meio da assessoria de imprensa, que não irá comentar o assunto. A reportagem não conseguiu localizar Salinas nem representantes da New Talent. Ninguém atendeu ao telefone de contato que consta no site da empresa. Rosemary negou anteontem, por meio de nota, ter cometido tráfico de influência ou qualquer ato de corrupção. “Nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular”, disse a ex-chefe de gabinete.
    . ____________ .

    Curtir

  4. Comentado por:

    Roger

    Esse incompetente safado de toga deveria ter vergonha de abrir a boca.
    .
    Qual o conceito de quadrilha?!?!? pergunto eu.
    .
    Esse magistrados dão vergonha até a candidatos a futuros bacharéis de direito.
    .
    Um escândalo e uma afronta à inteligência de gente que pensa.
    .
    O STF se transformou em uma casa de ratazanas, com o odor fétido de esgoto a céu aberto.
    .
    e que venha a copa….”A urna eletrônica foi rejeitada por mais de 50 países”.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Lucia S

    Tudo alí foi gravíssimo, só não veem criaturas patéticas, arrogantes e sem noção de sua biografia e julgamento histórico que recairão sobre seus descendentes.
    Quem foi contratado, cumpre o contrato sem restrições.

    Curtir

  6. Comentado por:

    paolo

    apesar de barroso,lewandowiski,lula,suplicy.gleise Hoffman e outros desprovidos de caráter;pessoas infelizes e vazias,que fizeram da corrupção e do enriquecimento ilícito suas razões para continuar vivendo(ou será vegetando?),há uma viva esperança de mudança:joaquim barbosa,nosso Obama.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Elliot

    e se não fossem os passivos?
    e quem põe os preços?
    acho que vou ministrar também.

    Curtir

  8. Comentado por:

    Cil

    Que sem noção!

    Curtir

  9. Comentado por:

    f tavares

    – infelizmente é o ministro Joaquim que tem razão: o voto do adamado ministro barroso foi trazido pronto. para atender à vaidade incontrolada, que inclui a retirada de pelos das sobrancelhas, comprometeu a história de um ex-brilhante constitucionalista…

    Curtir