Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eliziário Goulart Rocha: Viva alma inocenta

Lula, como sempre, caprichou na pose de vítima das elites, o homem providencial a escandir a prosa dos injustiçados. É o que lhe resta

O primeiro encontro entre Luiz Inácio Lula da Silva e o juiz Sérgio Moro foi o que se esperava que fosse: um exercício de paciência do condutor da Lava Jato e um exercício da cara de pau do ex-presidente. Nada de novo, o enrolador vocacional apenas reafirmou que não sabia o que todo brasileiro que quer saber sempre soube que ele sabia. O palavrório de palanque proferido durante o interrogatório de cinco horas foi capaz de convencer somente forasteiros de longínquas paragens, visitantes alienígenas e nativos alienados. A viva alma mais honesta do Brasil em todos os tempos declarou-se inocenta, o que vale tanto quanto uma cédula de três reais.

Enquanto ainda acalenta o sonho de se livrar das grades e voltar ao poder para mandar prender juízes e jornalistas que não integram o time dos amestrados, Lula, como sempre, caprichou na pose de vítima das elites, o homem providencial a escandir a prosa dos injustiçados. É o que lhe resta. É o que seguirá fazendo. Até quem luta bravamente para seguir não sabendo o que sabe sobre o homem que nada sabe tem seus limites. A claque alugada míngua a olhos vistos.

Réu em outras quatro ações penais, Lula nem terá de se preparar para futuros depoimentos, basta repetir a estratégia da negação eterna, enquanto a trupe de advogados faz de tudo para postergar e, quando não dá, tentar tirar o juiz do sério e causar alguma sensação nas ruas. Imagina que, quanto mais a situação se arrastar, melhor. Talvez. Mas talvez a redução gradual dos que ainda fingem não saber o que sabem sobre o homem que nada sabe venha a se converter em tremendo gol contra. Nada, é claro, que revogue a platitude da viva alma inocenta.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Alexey Heronville Gonçalves da Silva

    Infelizmente, eu que assisti ao depoimento e aos comentários na imprensa, tanto petralhas quanto independentes (sérios), após brincar com uma caixa de farmácia que brilhou os olhos quando comentei da volta do Lula (claro, numa intensão de perceber sua opinião – preconceituoso com ela? pode ser, mas meu termômetro são os mais pobres mesmo neste caso) em 2018 eu digo: se a justiça brasileira não o impedir de ser candidato em 2018 o Brasil vai ver esse maldito salafrário eleito presidente da república bananeira do Brasil de novo!

    Curtir

  2. Mas…êle disse que tirou milhõe$ da pobreza…parece que estava falando verdade…

    Curtir

  3. O que houve ontem pra infelicidade geral da nação , foi que a Justiça Federal com suas trapalhadas, fragilidades e inconsistências, definitivamente conseguiram fortalecer a candidatura do Lula para a presidencia da república.

    Curtir

  4. Angélica Torquato

    Augusto, estou “bloqueada”?

    Curtir

  5. Wilson Coral

    Augusto, só aquela gente destrambelhada, para dizer o mínimo, tem ladrão de estimação, e o pior, nós demais brasileiros e que ajudamos a pagar sua idolatria por semelhante totem.

    Curtir

  6. Arlindo Grandjean

    Linguagem corporal é uma ciência. Para mim esse depoimento foi muito desfavorável ao Lula: era só não sei ou Dona Marisa. Ele não queria tanto se explicar? Por que não respondeu TODAS as perguntas. Em muitas só dizia: vou seguir a orientação dos meus advogados (de não responder). E os 600 milhões de desempregados do depoimento de Lula não sei de onde ele tirou esse dado.
    Parabéns Augusto pelo excelente texto.

    Curtir

  7. Anderson d´Almeida

    O que o dinheiro não fez pro Reinaldo Azevedo, hein? O professor de Deus tá se esquecendo que os (ex)leitores dele são trabalhadores, qualificados e inteligentes o suficiente para perceber sua megalomania o cegou loucamente e destruiu o seu intelecto. Travestido de saber jurídico, sua soberba chega a ser enojante.
    Augusto Nunes, o bastão agora é seu novamente, como deveria ter sido sempre, na defesa da população esclarecida que não aguenta mais mentiras, roubalheiras e manipulação da verdade.

    Curtir