Blogs e Colunistas

18/02/2011

às 23:25 \ Direto ao Ponto

O governo e o Congresso tentam constranger o STF com a absolvição simbólica dos mensaleiros

PUBLICADO EM 18 DE FEVEREIRO DE 2011

Vista de longe, a ascensão do deputado João Paulo Cunha à presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara parece uma patifaria a mais na rotina de obscenidades que transformou o Congresso numa Casa do Espanto. Se um José Sarney preside o Senado, se reuniões de líderes frequentemente lembram rodas de conversa em pátio do presídio, se o corregedor da Câmara chegou ao posto por ter sido o melhor aluno do professor de bandalheiras Severino Cavalcanti, não há nada de espantoso na entrega do comando da mais importante comissão a um parlamentar acusado de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro no processo do mensalão.

Sim  a escolha feita pela bancada do PT não surpreendeu ninguém: essa gente jamais desperdiça uma chance de debochar dos brasileiros honestos. Mas a exumação festiva do presidente da Câmara do Mensalão não foi um ultraje qualquer, alerta a contemplação menos ligeira do episódio. Associada a meia dúzia de infâmias recentes, a afronta atesta que está na fase dos arremates a ofensiva, concebida em parceria pelo governo e pelo Congresso, destinada a constranger o STF e livrar do merecidíssimo castigo a quadrilha que protagonizou o maior escândalo da história da República.

Em 17 de julho de 2005, depois de 40 dias de sumiço e mudez impostos pelo dilúvio de revelações desencadeado pelo deputado Roberto Jefferson, Lula recuperou a voz em Paris para explicar que onde todos viam uma roubalheira de dimensões amazônicas ele só conseguia enxergar um caso de caixa 2. Em agosto, num pronunciamento transmitido pela TV, o presidente ainda na defensiva declarou-se “traído” sabe-se lá por quem, reconheceu que o PT cometera “erros” e recomendou ao partido que pedisse desculpas ao país.

Mudou abruptamente de rumo em janeiro de 2010. “O mensalão não existiu”, decidiu a metamorfose ambulante. Como é que é?, deveriam ter berrado em coro milhões de brasileiros estarrecidos com o colosso de provas e evidências expostas nas conclusões da CPI dos Correios, na denúncia encaminhada ao STF pelo procurador-geral da República Antonio Fernando Souza e no processo conduzido pelo ministro Joaquim Barbosa. Num país menos surreal, o assassino da verdade seria alvejado por pilhas de depoimentos e malas abarrotadas de dinheiro. Aqui, a frase virou manchete.

(O azar de Al Capone foi ter nascido um século mais cedo e no lugar errado. Caso agisse no Brasil deste começo de milênio, poderia afirmar sem medo de réplicas que a máfia só existiu na cabeça de um bandido chamado Elliot Ness, e garantir que trata o Fisco com tamanho respeito que acabou de ser convidado para cuidar das declarações de renda das carmelitas descalças. Terminaria a entrevista como forte candidato a acumular a superintendência da Receita Federal com a chefia da Casa Civil.)

A frase de Lula, sabe-se agora, foi a senha para o início da operação destinada a premiar os pecadores com absolvições simbólicas antes que o bando dos 40 fosse julgado pela última instância do Judiciário. No banco dos réus, estariam bons companheiros inocentados pelo Executivo e pelo Legislativo. “O mensalão não existiu”, repetiram Dilma Rousseff, José Sarney e Marco Maia até que o mantra se transformasse em síntese da versão partilhada pelos dois Poderes. Se o mensalão não existiu, não houve crimes. Se não houve crimes, não há criminosos a punir. Há  injustiças a reparar e injustiçados a redimir. Como João Paulo Cunha.

ESPERTEZA PERIGOSA
É ele o terceiro da lista que começou com José Dirceu, prosseguiu com José Genoíno e será completada por Delúbio Soares e Sílvio Pereira. Dirceu recuperou o direito de entrar no Planalto pela porta da frente e foi incorporado à coordenação da campanha de Dilma Rousseff. Rebaixado pelas urnas a suplente de deputado federal, Genoíno foi convidado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, para servir ao país como assessor especial. No processo em curso no STF, Dirceu se destaca como “chefe da organização criminosa sofisticada” e Genoíno, então presidente do PT, capricha no papel de gerente da fábrica de dinheiro sujo.

Ambos acusados de formação de quadrilha e corrupção ativa, um já virou conselheiro da presidente e outro logo estará aconselhando o ministro que, envergando uma toga, presidiu o Supremo nos piores momentos do escândalo. Falta agora reconduzir Delúbio e Silvinho à direção do PT. Consumada a reabilitação da dupla, os cinco oficiais graduados do bando dos 40 poderão sentar-se no banco dos réus exibindo na lapela o crachá com a inscrição  “inocente”.

“Não há pena definitiva ou perpétua”, declamou nesta semana o deputado Marco Maia. “O Delúbio, como outros dirigentes do partido, já pagaram uma pena altíssima pelas atitudes que tiveram”, prosseguiu o assassino da verdade e da gramática. “Precisamos dar oportunidade ao Delúbio ou a qualquer outro que tenha passado por essa situação a reconstruir sua vida política”. Pausa ligeira. Entra o mantra: ” Tenho dito em todos os momentos que essa questão de mensalão não existiu”.

Se tudo não passou de miragem, Delúbio nem precisa ser julgado por formação de quadrilha e corrupção ativa. E Sílvio Pereira merece reaparecer nas seções de polícia dos jornais como vítima de um grave erro judicial. Também enquadrado por formação de quadrilha, resolveu admitir a bandidagem em troca de uma pena mais branda: 750 horas de trabalho comunitário na subprefeitura do Butantã. Se o mensalão foi inventado pela imprensa, pela oposição ou pela elite golpista, Silvinho deve ter confessado sob tortura. Recolocá-lo na secretaria-geral do PT é pouco. A vítima da violência deve exigir do governo uma indenização maior que as boladas das malas pretas de Marcos Valério.

Confiantes na lentidão da Justiça e na amnésia nacional, os comandantes da ofensiva contra o Estado Democrático de Direito apostam na prescrição dos prazos e na discurseira sobre “falta de provas”. Acham que o processo dará em nada. Acham que, na pior das hipóteses, sobrará para os alevinos: como sempre, os peixes grandes escaparão. Acham, em resumo, que já não há juízes no Brasil.

Lula e seus generais podem aprender tarde demais que a esperteza, quando é muita, fica grande e come o dono. A maioria dos ministros deve saber que, se os chefões da quadrilha forem absolvidos, o STF terá optado pela rota do suicídio. Os partidários da capitulação precisam ouvir a voz do país que presta: se for avalizada a falácia segundo a qual o mensalão não existiu, o Judiciário deixará de existir como poder independente.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

192 Comentários

  1. Tony Vicklester

    -

    03/10/2012 às 9:27

    Merecida a homenagem acadêmica ao cara com a láurea “Doctor Horroris Causa”!

  2. Jose Maria

    -

    02/10/2012 às 22:54

    Sem compromisso algum com a verdade, ética ou honra, essa gente usou de todos os subterfúgios para solapar os cofres da nação, se não bastasse, tentam agora desonrar o MP e o STF desqualificando-os. Quando serão indiciados esse que afrontam a lei e a ordem Brasil?

  3. Bento15

    -

    02/10/2012 às 19:58

    É deprimente, um sujeito que o povo conduziu ao poder, sair dizendo coisas absurdas da mais alta corte Brasileira, isso lhe caberia um daqueles processos. Será que esse cara não se manca! e seus cupinchas? como acha que vão ficar quando seu chefe estiver devidamente enquadrado? É isso mesmo que essa corja merece, só de ler todos esses comentários eu fico muito revoltado.

  4. Ronaldo

    -

    02/10/2012 às 17:54

    Esses canalhas querem enganar e tripudiar sobre o povo brasileiro. O STF e os honrados jornalistas deste país estão lutando bravamente na trincheira para se ter uma país mais justo e honesto. Onde está a oposição com o Senador Aécio Neves a frente,para fazer sua parte? Senador Aécio honre seu avô e tenha a coragem cívica de defender o país dessa quadrilha de desclassificados e assaltantes do dinheiro público.

  5. marilea

    -

    02/10/2012 às 16:46

    Lula e a máfia da mentira!
    Tirando proveito vantajosos!

    Para Reflexão:
    A MENTIRA
    Mentir é falar ou dizer algo contrário à verdade; é a expressão e manifestação contrária ao que alguém sabe, crê ou pensa. Pode-se crer na mentira, falar mentira e praticar a mentira. É o engano em seus diferentes aspectos; nocivo ao ser humano e ofensa grave diante de Deus. O diabo é o pai da mentira (João 8:44) e, portanto, a mentira é um instrumento diabólico que o homem usa para sua própria perdição. O mais triste é que o homem ama a mentira, não ama a verdade pois ele é mau por natureza (Romanos 1:25; Apocalipse 22:15).

    A juventude, em termos gerais, está sendo arrastada à perdição eterna pelo prazer transitório da inclinação à droga, sexo, etc. Tudo não passa de uma grande mentira; é enganoso, anormal, trazendo prejuízos físicos, morais e espirituais. Tais coisas podem ser definidas como praticar a mentira. Esta prática abrange os mais variados aspectos da mentira como idolatria, homicídio, adultério, fornicação, cobiça, etc.

    Falar mentira é um mal muito comum em todos os ambientes e esferas da vida. Algumas pessoas dizem que certas mentiras são benignas, mas isto não é correto. Toda mentira, pequena ou grande, é um instrumento do diabo, portanto é recomendável que o crente não se comprometa com coisa alguma que possa levá-lo a mentir. Todo verdadeiro crente deve tratar tudo de uma forma positiva; na verdade o seu falar deve ser “Sim, sim, Não, não, porque o que passa disto é de procedência maligna” (Mt. 5:37).

    Existe também a mentira doutrinária e a mentira teórica. O espírito do erro nega que Jesus Cristo veio em carne, nega que Cristo é Deus (I João 4:6). Esta é uma mentira doutrinária. A teoria da evolução é uma mentira teórica pois nega a criação, negando assim o Criador que é Deus. Há pessoas que crêem nessas mentiras, e haverá muitíssimos que irão crer na mentira por não terem dado crédito à verdade (II Tessalonicenses 2:10-12).

    Quando Adão e Eva pecaram no Éden, o pecado entrou no ser humano; entrou a mentira, o mal e, consequentemente, a morte. “Porque o salário do pecado é a morte”, mas graças a Deus que “o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor” (Rm. 6:23). Portanto, ao homem agrada, por natureza, crer na mentira; agrada-lhe praticar a mentira e ele até mesmo ama a mentira. Repito, a mentira é prejuízo ao homem e, com todos os seus horrorosos aspectos, o degenera e o leva à perdição. O diabo com seu instrumental de mentira rouba, mata e destrói o homem. Está escrito: “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir” (Jo. 10:10). O diabo lançou a sua mentira no mundo: “a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida” (I Jo. 2:16).

    Devemos aborrecer a mentira, em qualquer forma que se apresente, e não nos esquecermos que o primeiro pecado grave, pecado de morte, registrado na igreja, foi uma mentira (Atos 5:1-11).
    (ANANIAS e SAFIRA)
    Temos que amar a verdade, a qual está em nós, e estará para sempre (II João 1,2). Procuremos praticar a verdade em nossas vidas, crer na verdade, falar a verdade e amar a verdade. Cristo disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (Jo. 14:6). “Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.” (Ef. 4:25).

  6. JULIANO

    -

    02/10/2012 às 13:06

    Eu estou convicto que o chefe do mensalão é aquele bandido que chantageou um ministro do STF

  7. Helio

    -

    02/10/2012 às 11:34

    O Lula vai pirar, porque ele pensa que é Deus. Como o STF não está obedecendo a ele, ele pensa que o Supremo está desobedecendo a Deus! Lula é tão doido que ainda não crê que os mensaleiros serão todos condenados. Principalmente o o sub-comandantge Zé Dirceu. Sim, por que o comandante do mensalão é ele, Lula. A lama está na porta do pinguço de São Bernardo. Ele ainda se recusa a acreditar que a festa acabou!

  8. juscelino

    -

    02/10/2012 às 10:56

    AUGUSTO, SE NÃO VIU ESSE, ACHO QUE VALE PUBLICAR NA PRIMEIRA PAGINA.
    O DURO É QUE TEM OS LACAIOS QUE IRÃO FALAR QUE É “PHOTOSHOP”.

    http://tv.estadao.com.br/videos%2cOBRAS-DE-TRANSPOSICAO-DO-RIO-SAO-FRANCISCO-ESTAO-ABANDONADAS%2c154174%2c260%2c0.htm

    Juscelino, repassarei o recado ao Augusto assim que ele chegar à redação. Um abraço, Júlia Rodrigues.

  9. aferreira

    -

    01/10/2012 às 23:00

    Até onde chega a audácia desses patifes, tentar constranger o stf, como se o tribunal fosse uma coisa que se deixe influenciar por mensaleiros e “chefe” de mensaleiros. pau neles stf.

  10. luis renato

    -

    30/09/2012 às 21:33

    Lula é o nosso anticristo !

  11. Luis

    -

    30/09/2012 às 6:16

    Já está provado pela justiça que o PT comprova apoio político no congresso e também o voto dos brasileiros miseráveis com o bolsa família com o objetivo de se perpetuar no poder, assim o óbvio ululante é que muito provavelmente se usando algum funcionário graduado do TSE tenha tentado e talvez conseguido fraudar as urnas eletrônicas (a melhor forma de garantir vitória nas eleições é controlar as urnas e quem já trabalha lá dentro conhece as fraquezas do sistema e tem muito mais facilidade para fraudar as votações) e deve ter comprado também com dinheiro público a simpatia das principais emissoras de televisão do país. A imprensa livre e responsável desse país deve ter em mente que quem procura acha e procurar sujeira nos governos do PT é como procurar bandidos nas cadeias públicas. Investiguem pois a polícia federal não fará isso pois a mulher mais feia do Brasil Dilma Mandada não vai permitir. O bem conta quase que exclusivamente com a imprensa para triunfar pois a oposição parece que foi comprada também, sempre tomanda atitudes frouxas em relação as safadezes do Lula, inclusive FHC que desde foi contra ao pedido de impeachment do Lula não o enfrenta como deveria

  12. jp

    -

    29/09/2012 às 23:50

    Quando teve início o julgamento do MONSTRUOSO MEN-
    SALÃO, O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, contava com onze
    ministros, desses onze, nove são juizes PRÓBOS que vêm dando uma clara demonstração que estão julgando
    com imparcialidade, desses nove infelizmente um se
    aposentou, os outros dois, o Brasil que presta sabe
    que são PAU MANDADO do PODEROSO CHEFÃO DO MENSALÃO
    Luiz Inácio Lula ABELHA ALOPRADO BILIONÁRIO CARMI-
    NHA da Silva, mas por medo da reação dos brasilei-
    ros que não são cegos e nem nocos, estão embora com
    muita má vontade condenando esses criminosos que foram julgados até agora, vamos ver qual será a reação deles daqui pra frente.
    Esse PODRE congresso nacional, é na verdade a casa
    dos MAIORES MELIANTES DO BRASIL, que se fosse fei-
    chado seria a melhor coisa que poderia acontecer
    para o Brasil.
    A MENTIRA DIANTE DA VERDADE, SERÁ SEMPRE A MENTIRA,
    portanto, o PODRE congresso nacional e o pt (PARTI-
    DO DOS TRAMBIQUEIROS), podem continuar com o deses-
    pero de quem tem culpa no cartório e terem a certe-
    za que o HONROSO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, vai cum-
    prir o seu dever e condenar todos esses DELINQUEN-
    TES.” A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS”. ADEUS LULA CAR-
    MINHA, ADEUS PT E SEUS COMPARASAS, ADEUS SARNEY E SUA GANGUE E ADEUS NANICO MARCO MAIA.

  13. marilea

    -

    29/09/2012 às 23:13

    O Barbosa vai colocar a “coleira” nessa cachorrada
    Quem viver verá!
    Até o “NERD” que “não sabia” vai ter que ajoelhar e rezar!

  14. matosão

    -

    29/09/2012 às 16:46

    Caro Augusto, a preocupação geral do governo e congresso é que o mensalão repingaria com certeza neles. Tem gente suando frio e preocupado com o que vai aparecer ainda desse mar de lama que fede no Brasil. Avante ministros JB, Fux e companhia(menos os dois petistas).

  15. velho rojas

    -

    29/09/2012 às 14:50

    A continuar o Lula descendo a ladeira, logo será covardia bater nele. Mas quando em cana, terá visitas ilustres: ex-ministro da Justiça, ministros do STF… Afinal, se alguém encontrar jabuti trepado em árvore, saiba que lá está porque foi colocado. Ó, céus, como eu sou sutíl!!!

  16. Jose Raimundo

    -

    29/09/2012 às 13:45

    Os juizes de bem e os brasileiros de bem tem que acabar com essa raça de lulopetista.

  17. Renato

    -

    28/09/2012 às 23:51

    “Os bons companheiros”. O PT não está muito longe do filme.

  18. gajjjego

    -

    28/09/2012 às 23:21

    Não passam de canalhas, desesperados, no ocaso…

  19. Jose Antonio Dias

    -

    03/08/2012 às 14:32

    Disso só vai sobrar uma coisa,o povão que não sabe nada, continua votando nesse bando de ladrão e os espertos continuam ,roubando e enganando, levando o dinheiro do contribuinte.

  20. Zé Maria

    -

    03/08/2012 às 14:09

    Não consegui ver, ontem, o programa anunciado por vocês. Espero vê-lo, hoje. Pelos comentários que andei lendo ficou-me a impressão de que não andamos muito bem de juristas e menos ainda de criminalistas… Espero poder tirar isso a limpo hoje. Quanto ao seu post sobre o voto do “jurista” de S. Bernardo, o filhinho da comadre, assino embaixo. Ele portou-se como moleque de recados do mais ilustre defensor de bandidos deste País. Como preparar 70 laudas datilografadas e lê-las -

    Caro Zé Maria, o debate de ontem pode ser assistido neste link: http://veja.abril.com.br/multimidia/video/o-primeiro-dia-do-julgamento-do-mensalao-parte-1. Um abraço, Júlia Rodrigues.

  21. Zé Maria

    -

    03/08/2012 às 12:54

    Não consegui ver, ontem, o programa anunciado por vocês. Espero vê-lo, hoje. Pelos comentários que andei lendo ficou-me a impressão de que não andamos muito bem de juristas e menos ainda de criminalistas… Espero poder tirar isso a limpo hoje. Quanto ao seu post sobre o voto do “jurista” de S. Bernardo, o filhinho da comadre, assino embaixo. Ele portou-se como moleque de recados do mais ilustre defensor de bandidos deste País. Como preparar 70 laudas datilografadas e lê-las – mal, diga-se de passagem – se a Q.O. Foi apresentada ali, há menos de cinco minutos? É claro que aquele blábláblá foi preparado previamente pelo próprio jurista-chefe da petralhada. Seu post, Augusto, captou a patacoada na mosca. Parabéns.

  22. Jacinto

    -

    03/08/2012 às 11:03

    Cadeia Já, mensaleiros milionários! O BRASIL está cansado de ver recordes de arrecadação de impostos da 6ª economia do planeta e, a população sofre com epidemia de homicídios, o poder público inerte diante do caos. A taxa homicídios segundo o IBGE é de 25 homicídios/cada100mil hab, a OMS considera epidêmica acima de 10, o governo mensaleiro está 150% acima do limite. Ou acabamos com o MENSALÃO ou acabam c/ Brasil.Todo ano servidor público tem que pedir migalhas de reajuste por causa do MENSALÃO.

  23. Sonia

    -

    03/08/2012 às 0:28

    Lembra bem Adílio Belmonte a simbólica quebra das vidraças e a responsabilidade que cabe ao STF de tirar desta longa agonia a justiça brasileira, ressuscitá-la, hígida e cumpridora. Nós não suportamos mais a desfaçatez de lewandovskis,dirceus, genoínos e delúbios. Parecem
    aquela praga que dá nas árvores, sufocando-as.
    O desdém com que se dizem “à vontade” para instaurar a falta de ética em qualquer situação é revoltante para o cidadão do Brasil que presta.

  24. Adilio Belmonte

    -

    02/08/2012 às 8:44

    Um jato da FAB, esquadrilha da fumaça, já fez vir abaixo todas as vidraças do Supremo Tribunal Federal. Com o julgamento do Mensalão esse tribunal, por atitudes injurídicas e irresponsáveis de alguns de seus ministros, pode ruir por inteiro e com ele desabar toda a credibilidade da Justiça brasileira. Excelências, lembrem-se do romano Cícero que dizia REGINA VIRTUTUM JUSTITIA(Justiça, a rainha das virtudes). Julguem aplicando o direito aos fatos concretos, sintam o peso da toga, que é o mesmo da responsabilidade. Não envergonhem o povo brasileiro como fizeram e ainda fazem diariamente esses mensaleiros, larápios e vigaristas.

  25. Deborah

    -

    31/07/2012 às 20:55

    Falam em esquema de corrupção, mas eu acho que a coisa vai muito mais além, o esquema é muito maior e parece que muito pouca gente percebe isso. É um esquema de controle total dos tres poderes, visando se perpetuar no Poder e, com isso, perpetuar a roubalheira, a cafagestada, a podridão que é a tônica desse partido podre. Seja bem vindo Hugo Chaves, o “companheiro” …

  26. Matosão

    -

    31/07/2012 às 18:38

    Se o STF não funcionar como a opinião pública (o povo honesto) espera, não haverá mais justiça confiável nztipaiz! Chávez tá muito próximo!

  27. Albene

    -

    04/04/2011 às 11:51

    Qual isenção haveria de ter um STF quase todo ele nomeado pelo PT (leia-se pelas raposas)? Vamos passar o mesmo tempo que os Colorados passaram no México, cerca de 105 anos, comprando o povo com esmolas tipo Bolsas-Misérias… O único direito do cidadão que se sente ultrajado por este estado de coisas, é “vomitar” em silêncio esta sujeira.

  28. Albene

    -

    04/04/2011 às 11:40

    Não seria nada demais se conseguir uma colocação para o Fernandinho Beira Mar, como participante também da Comissão de Constituição e Justiça, já que ambos deveriam estar em patamares iguais pelos “serviços prestados” a nação.

  29. Marcelo

    -

    02/03/2011 às 22:37

    Lula nomeou boa parte dos ministros do STF. Precisa dizer mais?

  30. Elle Maia

    -

    23/02/2011 às 21:29

    Não sei porque, mas não boto fé nos togados. Espero que eles provem que eu estou enganada ao não me fiar neles.

  31. Sidao

    -

    23/02/2011 às 16:56

    Prezado Augusto:
    Resta exatamente esta questão: a autonomia do judiciário. O legislativo já pratica a genuflexão ao executivo a tempos e se abstem de seu papel de legislar (vide salario mínimo por decreto). Se o judiciário embarcar nesta, esta fundada a nova dinastia de Dilma I, pois democracia não será mais.

  32. Cws Multiradio

    -

    23/02/2011 às 13:20

    TROFÉU ESTUPIDEZ DA REVISTA VEJA(sem visão é titulo modesto)…Sucesso nacional…MAS,é pouco premio para tantos animais juntos….deveria ter um premio para cada “cumpanheiro” e “cumpnaheira”….São milhares de animais,eu sei,poderia onerar a revista…Mas,nós aqui fora,poderiamos fazer uma “vaquinha”pra ajudar a revista a premiar com mais justiça..Afinal um bando de tanto imbecis juntos é fato fora do comum…Merecem todos serem premiados como pessoas sem visão,COMO OS GRANDES IMBECIS DO SÉCULO XXI AQUI NO BRASIL……”TÁ” AQUI A SUGESTÃO..

  33. Francis disse:

    -

    22/02/2011 às 11:59

    O povo de bem do Brasil caso o STF se acovarde diante do caso dos mensaleiros patifes,deveriam
    sair as ruas e mostrar para essa gente aqui tam-
    bém poderar acontecer igual ao que se passa no
    Egito,Siria e outros países mundo afora

  34. Marcos Vinicius C Costa

    -

    22/02/2011 às 11:26

    O bom jurista Rui Barbosa escrevou a quase um seculo atrás que o …homem honeste teria vergonha da honestidade, ante a impunidade reinante. Isso de forma bem resumida.
    Mas o nobre Jurista Brasiliero “Aguia de Haia”. estva mais que certo. ESTVA CERTISSIMO.
    AI QUE VERGONHA SOU HONESTO.
    NE mesmo deputados Federais e Senadores e outros mal…de plantão.

  35. Marcos Vinicius C Costa

    -

    22/02/2011 às 10:55

    AL CAPONE, se vivesse hoje no brasil não seria nem batedor de carteiro quanto mais GANGSTER.
    Oras é só perceber o pobre não tem qualificação “CARA DE PAU E MALCARTISMO “, assim tão aelevado para competir com isso aque esta ai. Na cara o poble que recebe miseros R$545,00 (NÉ VERDADE POVO BRASILIEIRO)

  36. Marcos Vinicius C Costa

    -

    22/02/2011 às 10:40

    O que nos deixa mais triste, é que teve, dinheiro na cueca…, dinheiro em mala…, e tudo mais. A unica coisa que não teve na verdade foi a aplicação da Justiça. Ah ta certo a JUSTIÇA é CEGA. “AVE LULA”, “AVE DILMA”, “AVE STJ”.Boa sorte povo brasiliero.
    O governo do PT é para o povo. “POVO DO PT”, AQULES QUE TEM AS BENECIES DOS CARGOS.
    indigÑAÇÃO. É PARA NÓS POVO DO BRASIL, que vivemos inconformados com tantos escandalos e tanta falata de aplicabilidade da JUSTIÇA. Parabéns aos mensaleiros eles sim merecem……

  37. Geraldo

    -

    22/02/2011 às 5:22

    O Silvinho Land Rover Pereira, fez acordo, se declarou culpado, os tais serviços comunitários. Então vai ser indenizado, se não há crime… Isso fosse num país civilizado, com uma justiça de verdade, pegariam até 70 anos, pois roubaram dinheiro público.

  38. Paulo Cardoso

    -

    21/02/2011 às 18:05

    Falando em mensaleiros, caro Augusto, me recordo de um fato pitoresco envolvendo o não menos corrupto Valdemar Costa Neto, aquele mesmo que suava em bicas quando Roberto Jefferson o denunciou em sessão na Câmara. O caso aconteceu há alguns anos, quando um bimotor que trazia de Brasília o mensaleiro Valdemar e sua mulher (à época)Maria Cristina Mendes Caldeira, o avião teve pane na aterrisagem e acidentou-se em Congonhas, pois não é que o verme deputado saiu correndo pulando a muralha da pista com uma valise suspeitíssima nas mãos deixando todo o imbrólio com as autoridades para sua mulher. Infelizmente, com a amnésia dos eleitores, esse pústula foi reconduzido ao congresso.
    Grande abraço.

  39. Paulo Cardoso

    -

    21/02/2011 às 18:41

    João Paulo Cunha é tão ordinário e pusilânime, que mandava a própria mulher ao banco com a desculpa de pagar conta da TV a cabo. Desembolsava R$ 60,00 reais com uma mão e, com a outra era corrompida com 50 mil.

  40. Cws Multiradio

    -

    21/02/2011 às 17:42

    ENQUANTO ISSO A NOSSA PRESIDanta>>>>>
    Dilma erra nome de cidade e culpa “ótima assessoria”

    FOLHA sp

    Em seu mais longo discurso desde que tomou posse, com 47 minutos de duração, a presidente Dilma Rousseff buscou tranquilizar os governadores do Nordeste reunidos para um fórum regional em Sergipe e negou que o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento anunciado pelo governo afetará investimentos na região.

    Ao falar da necessidade de se reproduzir experiências de sucesso em economias locais, Dilma acabou errando o nome de uma cidade que se destaca pela confecção de jeans. E cobrou publicamente sua assessoria.

    “Há que dar suporte e fazer que se reproduza experiência de sucesso, como é o caso das confecções em Ibotirama (BA)”, disse a presidente. Imediatamente, foi corrigida por Eduardo Campos (PSB-PE). O nome da cidade bem sucedida na área de confecções era Toritama, em Pernambuco.

    “Vocês vejam o que é uma ótima assessoria. É Toritama. E eles acharam esse Ibotirama, sabe aonde? Na internet”, afirmou Dilma. ……

    Enfermeiros a caminho!

  41. Franco

    -

    21/02/2011 às 17:36

    OI VOLTEI !!

    E já levou o trompaço no miolo mole de praxe. Cai fora.

  42. Rodrigo

    -

    21/02/2011 às 16:38

    Não sei não… Joaquim Barbosa, nomeado por Lula e amigo de ouvir “a voz das ruas”, não parece ter muita pressa nesse caso. Se ele conduzisse o processo com o rigo com que bate boca com seus pares, os 40 ladrões estariam na cadeia.

  43. Leones

    -

    21/02/2011 às 14:28

    Augusto, dá para confiar em uma corte que tem 07
    (sete)ministros nomeados pelo lula estúpido da silva ou eu estou enganado?

  44. Cws Multiradio

    -

    21/02/2011 às 13:55

    POSTADO NO MEU BLOG ( http://caioportella.bravejournal.com )QUE TOMO A LIBERDADE DE TRANSCREVER NA ÍNTEGRA:;>>>”O PENSAMENTO DE UM(A)BRASILEIRO(A) QUE TÊM VERGONHA NA CARA…”Constituição – confere a liberdade de se manifestar. Usá-la é um dever do cidadão consciente, sempre que estiver em jogo seus valores, sua dignidade, seus direitos.
    Declaração Universal dos Direitos Humanos – Constata que todos nascemos livres; estabelece que todo homem te
    m direito à sua liberdade e à liberdade de opinião e expressão…..
    Quero acreditar que estamos “ainda”, vivendo um estado de liberdade e de direito. Qualquer forma de manifestação pacífica, portanto, é legítima e não pode ser coibida. Não reconhecê-lo é a maior e mais cruel característica da ditadura. Era exatamente isso que o PT idealista, antes de chegar ao poder, pregava.
    O cativeiro tem muitas formas e contornos; em qualquer delas o fato de se estar “aprisionado” é o maior mal que pode haver contra a essência dos homens e isso a história nos mostra – na França, no Egito, no mundo todo, até mesmo no país dos energúmenos.
    VOLTANDO;…….
    Grato amiga Telma…Brilhante texto,que tomei a liberdade de dar Ctrl+Copy e colocar aqui,pela retidão e fundamento de suas palavras…A Constituição nos dá esse direito…E PELEGO SAFADO NENHUM,vai nos tirar esse direito…PELO MENOS PELOS MODOS NORMAIS…o da liberdade de expressão,o da liberdade do cidadão escolher o que é melhor para si e seu País….

  45. bereta

    -

    21/02/2011 às 12:46

    Com atraso pergunto: Existe poder independente?

    Eles são bons companheiros, eles são bons companheiros, eles são bons companheirooooooss……

    Ninguém pode negar…
    Ninguém pode negar…
    Ninguém pode negar….

    Eles são bons companheiroooooooooss…

    Ninguém pode negar.

  46. Ricardo

    -

    21/02/2011 às 11:20

    O mais incrível é que ainda aparece uns petralhas tentando defender os quadrilheiros.Será que levam algum?Só pode.CAMBADA DE IDIOTAS!

  47. LUIZJR

    -

    21/02/2011 às 0:15

    É,o Brasileiro (19:19) merece o governo que tem (desculpe o trocadilho). Ele parece contador de empresa-fantasma e de laranja, ou talvez advogado de porta de cadeia. Sei lá, petralha é tudo igual.

  48. ALBERTO SANTO ANDRE

    -

    20/02/2011 às 22:43

    SERA QUE MAIS UMA VEZ A REVISTA THE ECONOMIST, ACERTOU, QUANDO PUBLICOU QUE O JUDICIARIO BRASILEIRO NAO E CONFIAVEL ,;;INFELISMENTE PELO QUE TEMOS VISTO NOS ULTIMOS ANOS O ALERTA QUE A REVISTA FAZ TEM RESPALDO.;;;POIS O STF E O TSE TEEM SIDO O RESPALDO JURIDICO DOS DESMANDOS DE LULA E TODA SUA PETRALHADA NOS ULTIMOS TEMPOS.

  49. Karla

    -

    20/02/2011 às 22:38

    O que os mensaleiros vão fazer é o mesmo que a ex-ministra que virou presidenta e gerente do sistema financeiro com arrocho do salário mínimo fez no caso Lina Vieira.
    Houve o encontro, que a ministra negou.
    A ex-Secretária enfrentou sozinha a tropa de choque.
    Foi defender a sua honra e o Erário que todo mundo queria aproveitar para sangrar na hora da maior crise do sistema financeiro desde os anos 30.
    A ex-Leoa de quem temos saudade não amarelou diante dos Renans, Almeidas Lima, Romeros Jucas, Mercadantes.
    Como Lina mesma disse: a ex-Leoa não mudou a verdade no grito.
    A ministra da Casa Civil se escondeu.
    Amarelou quanto Lina topou a acareação na CCJ.
    Sumiram com as fitas do Planalto.
    Então, como disse a ex-ministra que virou presidenta, se não houve a prova filmada do encontro, não houve o encontro.
    A agenda apareceu e a data também.
    Lina a encontrou no seu caminhão de mudanças.
    Alexandre Oltramari de VEJA fez a reportagem.
    Foi no dia 8 de outubro de 2008, quando Dilma pediu pelo filho de Sarney.
    Sarney se tornou tetrapresidente: 100% PMDB.
    Se não houve a filmagem do encontro de Lina com a Dilma, então, não houve o encontro.
    Tudo teria sido fruto do delírio de uma ex-Secretária da Fazenda do Rio Grande do Norte, ex-Coordenadora do CONFAZ, ex-Superintendente da Receita em Recife, ex-Delegada da Receita em Natal, ex-Diretora da Escola Fazendária e ex-Secretária da Receita Federal, que um belo dia amanheceu, inventou uma história, para se vingar de ministra chefe da Casa Civil que pediu a sua cabeça pelo fato de Lina haver colocado o foco do Leão sobre os grandes contribuintes: bancos, montadoras e negócios de parlamentares graúdos.
    É isso que o Supremo vai fazer.
    Como não houve a filmagem do mensalão, apenas provas testemunhais, haverá o precedente da exceção da verdade.
    Ficamos assim no Brasil.
    Nem houve o mensalão, nem o encontro com Lina Vieira.
    Ah.. se todos os servidores públicos fossem da estirpe da Lina Vieira…
    Não teria havido mensalão e Sarney não seria tetrapresidente.

  50. illa

    -

    20/02/2011 às 21:39

    Alguém nesse país, será que ainda acredita nesse bando de pilantras que foram citados nessa reportagem?

  51. narciso

    -

    20/02/2011 às 21:08

    Aposto que não vai dar em nenhuma condenação,voces jornalistas é que podiam fazer com que houvesse punições,mas qual Jornal,qual Rede de televisão estaria propensa a perder as verbas governamentais para propaganda,para fazer que o povo se mobilizasse,e exigir o que é de direito,todos querem se locupletar e se esquecem que tem familia,filhos ,netos que um dia terão que pagar por esses desvios todos,se fosse para dar algo,Sarney,Renan,Collor,Jucá,Maluf,e mais tantos outros que levaria horas para denominar deveriam estar presos e terem todos os seus bens confiscados,mas vivemos no país do futuro e tudo pode,deveria os militares tomarem o poder e fuzilar essa nata de ladrões.

  52. Perseus

    -

    20/02/2011 às 20:58

    GENOÍNO está no Ministério DA DEFESA ??? Um guerrilheiro covarde, um tipinho que pode ser usado em livros de psicopatologia para descrição da perigosíssima psicopatia do tipo “político-terrorista”??? Essa COISA está agora “por cima” dos militares ??? Esta é uma das maiores ABERRAÇÕES com que me deparo, o homem é uma SUJEIRA E DESONRA ambulante !!! PAvor, horrendo país este governado pelos petralhas falsários desavergonhados e que possuem almas de vermes covardes!!!!!! Peguem logo o Fernandinho beira-Mar e o coloquem como Ministro da Justiça. Dá no mesmo.

  53. LABOR

    -

    20/02/2011 às 20:28

    Continue com artigos como esse. A memória do país agradecerá um dia. Um pequeno comentário no que toca a nossa classe política. O pompeu de Toledo escreveu na semana passada acerca da bagunça que se verifica nas votações de nosso parlamento.Marco
    Antônio, na CBN, havia abordado o tema alguns dias antes edisse que é o único no mundo a funcionar(?)
    dessa forma caótica. O fato me fez lembrar de um foto do congresso visto em minha adolescência, onde
    os nn/representantes engravatados, todos sentados, davam à sessão um ar de seriedade e respeito. Cito o fato para deixar claro que enquanto os políticos atuais continuarem com essa postura, seja em qualquer câmara do país, o desrespeito e o pouco caso com o eleitor e o país estarão presentes. Sei que, diante de outros fatos esse parece irrelevante, mas não é.Um abraço.

    Abração, Labor.

  54. Sergio Gama

    -

    20/02/2011 às 19:44

    “…se o Supremo avalizar a falácia segundo a qual o mensalão não existiu, o Judiciário deixará de existir como poder independente.”

    Prezado Augusto Nunes, a frase final de seu post caracteriza bem a atual situação que vivenciamos e, me desculpe a franqueza o certo seria usar o verbo no passado, haja vista que o Judiciário, como poder independente já deixou de existir desde a assunção do PT ao poder. Como tentativa última, haveria que ser alterado o sistema de indicação dos Ministros dos Tribunais mais altos (STF, TSE, Tribunais de Contas, etc) conforme pleiteado na petição cujo link segue abaixo. Não sei se uma petição teria força suficiente para forçar as “nobres excelências” do Congresso a trabalharem em algo que poderia se voltar contra eles próprios, mas talvez com o apoio de seu blog e outros desta conceituada Veja, se possa criar algo que leve a uma mudança radical desta situação de desesperança que atinge a todos os cidadãos sérios e honestos do Brasil. Obrigado.

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N4489

    Quem agradece sou eu, caro Sergio Gama. abração

  55. Brasileiro

    -

    20/02/2011 às 19:19

    Caixa 2, distribuição de recursos não contabilizados entre membros do partido. No PT e em todos os outros partidos…

    Outro a favor da quadrilha.

  56. Elvio

    -

    20/02/2011 às 18:49

    Comer criancinhas jamais, chupando só o sangue, duram mais, coisa de vampiro

  57. elizio

    -

    20/02/2011 às 18:29

    Caro Nunes:
    esse seu texto, bem como o do Edwards, estão impressionantes em qualidade e dimensão.
    Parabéns a vocês pela incansável luta.
    Campo Grande – MS

    Vamos continuar brigando, caro Elizio. Antes do julgamento, durante o julgamento e depois do julgamento. abração

  58. luiz

    -

    20/02/2011 às 17:33

    Augustão, vamos falar do mensalão mineiro…

    Primeiro vamos engaiolar o bando dos 40, milicianoluiz. Uma coisa por vez. Ou você defende a liberdade dos bandidos companheiros?

  59. A.Medonça Clark

    -

    20/02/2011 às 16:55

    E qual é o problema. O STF só serve mesmo como figuração.

  60. lucia

    -

    20/02/2011 às 16:47

    Eu sugiro ,por protesto, todos os dias passar videos ,colocar textos dos jornais que noticiaram o mensalão. Uma reprise diária.Para não cair no esquecimento.

  61. Toni Silva

    -

    20/02/2011 às 15:43

    Caro Augusto,
    Triste ver a patifaria triunfando. O autor das denúncias – Roberto Jefferson – foi cassado e segue pagando o preço pelas denúncias. Se o mensalão não existiu, como afirmam os petralhas, devolvam seu mandato.

  62. Cws Multiradio

    -

    20/02/2011 às 14:14

    ENAQUANTO ISSO NO “governo dilma”….GOVERNO???/Governo estuda anistiar sonegadores que mandaram bilhões para fora. Aqui dentro, persegue o agricultor e o pecuarista.
    O Brasil, segundo informações publicadas na imprensa, possui U$ 60 bilhões depositados na Suiça. São contas secretas, não declaradas, fruto, obviamente, da sonegação, do mensalão, da corrupção, até mesmo de crimes como o tráfico de drogas. Pois o governo Dilma estuda oferecer benefícios para que este dinheiro sujo seja trazido de volta para o Brasil. Não cobrar impostos, por exemplo. Ou seja: lavar oficialmente o dinheiro criminoso que está lá fora. Anistiar bandido! Agora vejam só. Uma das medidas propostas pelo novo Código Florestal é perdoar os agricultores e pecuaristas que, antes da vigência da legislação ambiental no país, tenham cometido alguma irregularidade que possa ser considerada, hoje, como crime ambiental. Criar um marco zero para desmatamento zero, que é outra medida constante no projeto. O PT, o PV e o verdismo financiado pelo agrobusiness americano e europeu, junto com as ongs internacionais, são contra. Querem punir. Querem reduzir a área plantada. Querem empurrar o agronegócio um passo atrás. Para os bandidos do colarinho branco, o governo Dilma estuda dar anistia. Para os agricultores e pecuaristas, que representam um terço do PIB e dos empregos no país, o ordem é criminalizar, punir, retaliar. É uma vergonha. É o governo cuspindo no prato que come, já que o agronegócio é o único superavitário na balança comercial.(Transcrito na íntegra do Blog Do Coronel)…È relevante..

  63. Valet

    -

    20/02/2011 às 14:09

    Os convites já foram emitidos.
    Será que William & Kate deixarão de convidar nossos eternos e doces monarcas Lula & Mariza para a boda real????
    E Madre Superiora será privada da bênção conjunta com o Arcebispo de Westminster??? Azar do Maranhão.
    Oh! My God.
    O Brasil precisa saber.

  64. Dias Melhores

    -

    20/02/2011 às 14:05

    Até quando vc vai falar de Mensalão?

    Até a cambada ser engaiolada.

  65. fórceps

    -

    20/02/2011 às 13:56

    viva o brasil! sempre disputando a liderança.
    essa escória que domina o espaço público não consegue fazer o menor contraste aos piores dejetos humanos, depositados nos mais horrendos presídios do planeta.

  66. Amarildo

    -

    20/02/2011 às 13:40

    Se essas inbstituições ñ derem uma cacetada dentro das leis em cima desses PTralhas pra que eles saibam que ñ estão acima das mesmas essas porcarias nunca mas neste país terão moral pra mas po…nenhuma a não ser em mexerem com ladrões de galinhas e crimes de terceiras categorias

  67. Auditor Interno

    -

    20/02/2011 às 13:36

    A LANTERNA DE DIÓGENES

    Incrível o que estamos vendo no país…

    Prezado Augusto: Que tal o seu blog lançar mais um concurso?

    A LANTERNA DE DIÓGENES

    Com uma lanterna acesa, em plena luz do dia, o sábio irreverente dizia:

    “Procuro um homem honesto”

    Que tal uma pequena mudança:

    “procuro um petralha honesto”

  68. Nilo

    -

    20/02/2011 às 13:13

    Caro Augusto, desde quando os integrantes do STF se sentem constrangidos??? Por força de lei são, na prática, serviçais de políticos mensaleiros, cuequeiros, banqueiros, etc. São apenas bons cozinheiros para livrar as caras deles e viver eternamente com estas nomeações de bolso de colete com o MEU, O SEU, O NOSSO DINHEIRO. Você já alguém condenado pelo Tribunal do Amapá por crime de improbidade administrativa (para os leigos, furto do nosso dinheiro!) e enfiado lá a fócepes porque é advogado do manguaceiro? Você acredita que um elemento desta estirpe sabe o que é constrangimento??? Claro que não! Ele e outros estão é obrando e se locomovendo para o POVO QUE CARREGA AQUELA PATOTINHA POLÍTICA NAS COSTAS PAGANDO ALTOS IMPOSTOS.

  69. Antonio Antunes Rodrigues Junior

    -

    20/02/2011 às 12:31

    Caro Augusto,

    O constrangimento pode se consumar com a absolvição pela prescrição dos crimes, o que seria a consumação do esquema perverso entre o Judiciário, Executivo e Legislativo garantindo a impunidade da classe política. E o pior, José Dirceu assumiria novamente o discurso ignóbil de perseguido político…

    Triste cenário para nossa democracia!

  70. Laudelino Marcos Silva

    -

    20/02/2011 às 11:26

    Augussto, o Celso Arnaldo já se debruçou sobre o “artigo” da Folha, supostamente escrito por Dilma Primeira, a Muda?

  71. Paulo Pithan de Oliveira

    -

    20/02/2011 às 11:01

    Dizem, os ingleses:
    “O Brasil é um gigante bêbedo, se um dia, sarar do porre, será uma grande nação.”
    Achas, sê tempo de agir com sobriedade!?
    - Particularmente, tenho esperança!

  72. Nina

    -

    20/02/2011 às 10:55

    Pior que esta quadrilha que protagonizou o maior escândalo da história da República, poderá ficar ainda muitos anos no poder, porque foi só para isto que vieram; o povo petista que dorme nunca irá acreditar na verdade e jamais confirmarão que lula/dilma são os maiores quadrilheiros que já estiveram no governo que roubaram e continuam roubando o país,com ajuda do povo que não se manifesta…
    Para mim o STF já cometeu suicídio desde que decidiu ficar encima do muro no caso o batistti.
    Agora…Só uma revolução armada para acabar com esta farra!!!

  73. Gatusso

    -

    20/02/2011 às 10:51

    Forte abraço, caro Augusto, pelo texto irretocável! A luta pela justiça deve continuar. O STF tem a oportunidade de se reivindicar diante do povo brasileiro castigando os safados mensaleiros e o assasino battisti.

  74. Jaime Rosa

    -

    20/02/2011 às 10:09

    Sei que um projeto,no qual não pode haver reeleição de um partido, nunca seria aprovado,mas não temos,acho eu,outra solução para tirar a quadrilha de lá,no fim vão exigir indenização milionária como estão fazendo os ditos perseguidos{assaltantes de bancos etc} políticos,temos que lutar para tirar o partido,e não os mesmos,saindo o partido,eles colocam o rabo entre as pernas…

  75. maria

    -

    20/02/2011 às 8:53

    Por que os comentaristas serios,independentes,de politica não fazem um programa diário(de preferencia)na televisão?É necessario que se divulgue mais a informação que lemos aqui ,de uma maneira popular,para que todos saibam realmente o que está por trás dos fatos.

  76. Eunice

    -

    20/02/2011 às 8:48

    Você está cada vez melhor. Um abraço

  77. Eunice

    -

    20/02/2011 às 8:39

    Parabéns, Augusto!

  78. jovem

    -

    20/02/2011 às 8:24

    Caro Augusto Nunes,

    1. Inicialmente, gostaria de agradecer o apoio de Rogerio Mello, 19/02/2011 às 10:40.
    2. Na sequência, ouso insistir em discordar da crença de V Sa em que o STF vá condenar a tempo os mensaleiros e evitar sua total desmoralização.
    3. Os fatos demonstram que esse tribunal há algum tempo não merece ser chamado de Suprema Corte, pois os homens ali colocados fazem a defesa dos vilões da República e lá vicejam a vilania e a esperteza de ratos que alçaram o comando da Justiça, exceção que alcança a poucos.
    4. Outro aspecto a ser ressaltado é que os cidadãos deveriam ter a defesa do Ministério Público Federal. Andou bem o Sr Procurador-Geral da República ao denunciar os mensaleiros. Acumplicia-se, no entanto, ao omitir-se em exigir do relator do caso a celeridade que o caso merece e que a sociedade exige. Não basta denunciar. Tem-se que cobrar o julgamento.
    5. Como Fiscal da Lei e Defensor da Sociedade, a inação do MPE poderá desfigurar a boa imagem conquistada com a denúncia.
    6. Por sua vez, o ministro-relator do caso parece simular uma doença que, pensa ele, justificaria a escandalosa morosidade que se observa. Ora, se esse Sr está doente para trabalhar, mas bom para “baladar” nas noites brasilienses, dê-se por impedido e passe o caso para outro ministro!!!
    7. O que não pode é ficar sem julgamento um caso que comoveu toda a nação.
    8. Justitia!!!!

  79. Eduardo

    -

    20/02/2011 às 7:23

    O judiciário existe e sempre existiu para salvaguardar os interesses do …JUDICIÁRIO! Mudam governos, entra e sae ditadura e o judiciário consegue sempre se adequar à situação e defender seus interesses corporativistas. No caso dos mensaleiros o “preço” para absolver os caras de pau será caro, mas os petralhas vão pagar e tudo bem, afinal, os ministros foram colocados lá pelo PT, não é mesmo? Sugiro colocar uma enquete sobre o voto do ministro Fux, pois estou apostando que será a favor do Ali Babá da Padaria.

  80. Leonardo X, na oposição

    -

    20/02/2011 às 3:31

    O julgamento dos 40 do Mensalão já pecou pela decisão tardia. Réus acusados de um crime tão odioso não poderiam aguardar o pronunciamento judicial em liberdade e exercendo plenamente os direitos políticos que não foram cassados nem suspensos. Enquanto esteja submetido a inquérito administrativo, um simples servidor público não é afastado de suas funções? “Ubi ratio legis, ibi eadem dispositio”, nos ensinaram os juristas romanos. Se a razão é a mesma, qual seja, preservar o patrimônio público e a lisura das instituições políticas, por que a lei dispõe de um modo tão diverso? Por que não ficam suspensos os direitos políticos dos acusados de corrupção. Porque a república brasileira é bananeira. Banana Repoublic. Pesquisem para saber quantos políticos foram condenados pelo STF desde 1988, quando este foi criado para se tornar o guardião da Constituição. Aquilo é que é um foro privilegiado! Se a Corte inocentar todo o bando, ou condenar somente uns poucos bodes expiatórios, eu vou ficar muito surpreso. A válvula de escape para tanta pressão, segundo a tradição da esperteza, é absolver a patota por falta de prova. Não dirá, então, que sejam inocentes ou culpados, os mensaleiros. A culpa recairá inteiramente sobre o inquérito. É isso que deve ter dito a Lulalau o “consigliere” do PT & Cia.

  81. Alberto

    -

    20/02/2011 às 3:18

    Caro Augusto,
    É graças a jornalistas brilhantes como você, que os brasileiros que pensam e trabalham muito para obter um Brasil melhor, ainda podem ter esperanças de que um dia essa bandalheira, aperfeiçoada ao extremo por essa CORJA política que aí está, chegue ao fim.
    Seria inaceitável que os excelentíssimos senhores juizes do STF (exceção feita ao tal Tofoli, que na minha opinião não tem condições de ser sequer de ser delegado de polícia de um vilarejo qualquer), se submetessem a êsse tipo de constrangimento. Seria, sem dúvida, a falência total do poder judiciário.
    Aí só restaria a hipótese (altamente improvável) de que o povo brasileiro resolvesse fazer justiça com as próprias mãos.

  82. meg

    -

    20/02/2011 às 2:33

    Augusto, somente a contundência das suas palavras para expressar a profundidade e extensão da sua indignação que também é nossa.
    Somente a lucidez dos seus argumentos para, quem sabe, abrir a mente das pessoas.
    Pena que o povo não gosta de ler.
    Pena que o povo não consegue nem lembrar dos fatos históricos que vivenciou.
    Jornalistas, em sua maioria, em suas análises superficiais, são só elogios à presidente.
    Nos vendemos muito barato.
    Acho que a falta de vergonha na cara é contagiosa.

  83. Pedro

    -

    20/02/2011 às 2:15

    O Judiciário.br deixou de existir como poder independente a muitos anos, a corrupção do Congresso.br é conseqüência da leniência do Judiciário.br, e concomitantemente, os dois se confundem no lodoçal de corrupções e desmandos, há uma simbiose, como diria Dona Dilma Roussef, entre os dois poderes, e nesses assuntos não existe independência e sim interindependência, um precisa do outro em vidas em comum e intimidades marginais que acalma e suaviza ambos em seus desmandos corruptivos, numa sobrevivência de comportamentos abstraídos do corpo da sociedade. É o crime oficializado e oficial. Não dá para competir. O Congresso.br é corrupto, mas tem transitoriedade, pela renovação dos seus quadros através de eleições. O Judiciário.br é corrupto perene, vitalício, e dá o escopo, ou seja, a faixa de valores que podem ser assumidos no Congresso.br. e esses valores são a corrupção. Realmente não dá para competir com este status quo.br.

  84. f tavares, na maior aversão

    -

    20/02/2011 às 1:31

    pha, 22:26h de ontem,
    - se for quem parece, esse tribunal vai ficar lotado. falo do paulo henrique anãozinho, o jornalista mais demitido deste país e que usa salto interno no sapato… uma besta, como diria nelson rodrigues, que só se arrumou com o risonho & bisonho, num contrato milionário pra falar bem do curupira. não tem jeito: somaram menos com menos pra dar mais… dinheiro.

  85. João Batista

    -

    20/02/2011 às 1:26

    Augusto Nunes,

    NA VERDADE, QUANDO VEJO OS PARLAMENTARES NA CÃMARA E NO SENADO. FICA PARECENDO CRIMISOSOS TOMANDO BANHO DE SOL, NO PATIO DAS PENITENCIÁRIAS.

  86. AEduardo

    -

    20/02/2011 às 0:50

    Augusto,
    Nada a comentar.Cumprimento-o pela exatidão do texto.
    Simples assim, diante da cristalina verdade de sua
    certeira análise deste direto ao ponto.
    Abraço.

    Abração, amigo.

  87. Jerson

    -

    19/02/2011 às 23:53

    O problema é: “lentidão da Justiça e na amnésia endêmica do país”
    ai esta o gargalo.

  88. Maria

    -

    19/02/2011 às 23:40

    Augusto, por que será que pararam de encontrar petróleo?

  89. JOSÉ DE CPS.

    -

    19/02/2011 às 23:19

    DEVEMOS DAR “VIVAS” AOS HOMENS DE TOGA DO STF, SENTADOS CONFORTAVELMENTE EM SEUS TRONOS, SALA BEM AREJADA COM AR CONDICIONADO, ÁGUA GELADINHA, CAFÉZINHO DA HORA, A SERVIÇO DOS PODEROSOS DO MOMENTO, NÃO IMPORTA A APLICAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, O QUE IMPORTA É SE UTILIZAR DE TODOS SUBTERFÚGIOS E CHICANAS PARA PROTELAR PRAZOS ATÉ QUE OCORRA A PRESCRIÇÃO DOS CRIMES E COM ISTO NENHUM JULGAMENTO SERÁ NECESSÁRIO, LIVRANDO DA CADEIA TODA A CORJA DE MENSALEIROS, INCLUSIVE O CHEFÃO. SERÁ QUE ENTRE OS TOGADOS NÃO EXISTA NENHUM COM O SACO ROXO, CAPAZ DE DAR UM MURRO NA MESA, DAR UM BASTA E VIRAR ESTE JOGO SUJO! MOSTRANDO À SOCIEDADE QUE ELA PODE E DEVE CONFIAR/ACREDITAR NO PODER JUDICIÁRIO, QUE ELES ESTÃO LÁ PARA FAZER VALER A APLICAÇÃO DA LEI, CASSANDO MANDATOS DESTES PÚSTULAS CORRUPTOS QUE INFESTAM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DESTE POBRE PAÍS, QUE ESTÁ APARECENDO MAIS UMA CASA DA MÃE JOANA. CHEGA DE BANDALHEIRAS NÉ!!!

  90. Ziu

    -

    19/02/2011 às 23:16

    Caro Augusto Nunes,
    Que desclassificados como Lula, Dirceu, Genoíno et caterva, façam a pantominma deles com o objetivo de sinalizar que, entre quadrilheiros ninguém é melhor que ninguém, é parte do jogo da delinquência!
    Mas que ministros do STF, a mais alta corte do país, se deixem engambelar pela encenação de quinta categoria (bem ao gosto dos petistas), é algo completamente fora de propósito, pois daqueles onze senhores e senhoras que o compõem, o Brasil espera muito mais que suscetibilidades a contrangimentos feitos na medida certa pelos réus do mensalão e seu defensor maior, Lula da Silva, para criar-lhes embaraços.
    De ministro(a) do Supremo espera-se coragem, firmeza, espírito público, e principalmente a defesa lúcida e intransigente da lei, e de princípio que devem nortear a vida de qualquer país que se queira saudável, civilizado, sob pena de não o fazendo, a nação amanhã ter que admitir que seus integrantes não estavam a altura do que deles se esperava.
    O julgamento do mensalão será um divisor de águas e dirá acerca de quem somos como país: se já caminhamos o suficiente para nos considerarmos ainda que relativamente civilizados, ou se ainda estamos no patamar de país primitivo, onde algumas dezenas de bandidos usando e abusando do Estado para benefício próprio, ditam as regras.
    É esperar para conferir!!!

  91. Salvador V. Conceição

    -

    19/02/2011 às 23:05

    A corrupção no Brasil é centenária, ou seja, desde o império exise no mais alto grau. A diferença atual é que o PT a institucionalizou. Dessarte,a indicação de um acusado de corrupção para comissão técnica da Câmara Federal pelo PT é a banalização da corrupção que é inerente e nuclear deste partido de gente que só pensa no próprio umbigo. O objetivo petista é ficar no poder para dele usufruir e gozar de regalias. OU seja, viver às custas do contribuinte quye suporta teerrível carga tributária. Por isto mesmo, é preciso que haja uma reação contra a brutal carga tributária e dizer claramente ao povo sobre tal situação.

  92. Luis Carlos

    -

    19/02/2011 às 23:01

    SERÁ QUE ALGUÉM SABE QUEM É O EX-GOVERNADOR? OU SERÁ QUE NÃO QUER SABER? GENEBRA – Brasileiros contam com uma fortuna depositada nos bancos suíços e, apesar de toda a operação conduzida pela Polícia Federal contra doleiros e bancos estrangeiros, a corrida por paraísos fiscais ganha um ritmo sem precedentes. Dados do Banco Central da Suíça, obtidos pelo ‘Estado’, revelam que os brasileiros mantêm ao menos US$ 6 bilhões em Genebra, Zurique e outras praças financeiras da Suíça.
    Esse seria o valor oficial de contas declaradas, mas os bancos privados suíços consideram que o valor real pode ser dez vezes maior. Ex-funcionários de bancos na Suíça e agentes que trabalham na abertura de contas alertam que esse valor oficial é “a ponta do iceberg”.
    Além desse valor, 1,1 bilhão de francos suíços provenientes do Brasil estão listados como “operações fiduciárias”. Nessa classificação, o banco não tem obrigação de apresentar os números em seus balanços e todo o risco fica por conta do banco privado (o BC suíço não dá garantias em caso de quebra do banco privado). Na maioria dos casos, é nessa classificação que recursos considerados ‘sensíveis’ ou de personalidades políticas estrangeiras são depositados.
    Assim como a existência de “operações fiduciárias”, os bancos suíços contam com uma série de outros instrumentos para tornar menos transparente a origem de recursos. Nos US$ 6 bilhões indicados na Suíça como sendo de brasileiros está exclusivamente o dinheiro que saiu do Brasil em direção aos bancos de Genebra e Zurique.
    Se uma fortuna é transferida do Brasil para as Ilhas Cayman e só depois para a Suíça, ela não é contabilizada como fluxo que veio do Brasil, e sim da ilha caribenha. Não é por acaso que bancos suíços mantêm filiais nesses outros paraísos fiscais.
    Portanto, o volume registrado pelo BC suíço de US$ 6 bilhões oriundos do Brasil poderia ser apenas uma fatia do todo, segundo fontes do setor bancário.
    Políticos
    Outro método adotado é a manipulação do cargo da pessoa que queira abrir a conta, garantindo que a autorização para o depósito seja dada sem problemas. Um ex-colaborador de um banco suíço com forte presença no Brasil revelou ao Estado, sob anonimato, que essa foi a forma usada para abrir uma conta em nome de um ex-governador de um grande Estado.
    No formulário para abertura de contas, o banco exige que o cliente considerado como “sensível” por seu cargo político preencha um formulário e é logo classificado como “Pessoa Politicamente Exposta”.
    A lei exige que se demonstre que os recursos têm origem em outra atividade que não a política. No caso do ex-governador, o banco e o político entraram em acordo para que fosse apresentado como presidente de uma empresa de reflorestamento, sem mencionar sua posição pública.

  93. João Menezes

    -

    19/02/2011 às 22:59

    Parabéns pelo post. Simplesmente irretocável. Pena que os nossos “juízes” não saibam ler. E viva o analfabetismo funcional. Hehehehe.

  94. Berta Reel

    -

    19/02/2011 às 22:52

    O Brasil pode tornar-se o primeiro do mundo, o pré-sal fazer dos filhos do berço esplêndido, ricos brasileiros, a educação,a alimentação e a saúde de graça serem para todos e de graça, ainda assim minha alma sofre, meu coração sangra. Minha inteligência não consegue admitir que perdemos a nação para tipos tão espertos. Talvez não viverei o suficiente para ver certos políticos banidos do Brasil. Tenho um sonho: envelhecer contando para meus netos como viramos o jogo. Berta Reel resistirá? Conseguirá manter a lucidez?

  95. Eliane

    -

    19/02/2011 às 22:40

    Os petistas (5),cabeças do mensalão, já estão sendo reabilitados pelo braço armado do bando petralha.Ainda assim, acredito que o STF os julgará, pois há um caminhão de provas contra eles,os réus,e os condenará. Mas,assim como no caso Battisti,o STF deixará a sentença definitiva para a presidente(a) Dilma que, por razões justas, decidirá favoravelmente pelos já considerados pseudomensaleiros. Além do mais, como todos nós já fomos informados, o sofisticado braço financeiro do bando petralha já pagou, excessivamente, pelos crimes que é acusado e então,para concluir, tudo voltará a ser como dantes no quartel de Abrantes e felizes seguiremos vivendo nesta tão amada República da Banânia.
    Charles Darwin visitou o Brasil quando procurava evidências para validar sua Teoria da Evolução das Espécies e, como não poderia deixar de ser, ficou estupefato com o grau de corrupão existente por estas bandas.Como aqui não encontrou nenhum espécie que lhe parecesse capaz de evoluir seguiu viagem através de outros países atrás das evidências pertinentes.No entanto,se ainda vivesse, teria as evidências da sua teoria bem diante dos seus olhos.Saberia identificar, sem grandes elucubrações, que os Petralhas de hoje são uma evidente linha evolutiva daquelas espécies corruptas que tanto o enojaram naquela época.

  96. ilmarnasc

    -

    19/02/2011 às 22:35

    Devagarzinho a quadrilha vai voltando.Que justiça é essa do Brasil,roubam e nada acontece.Tenho nojo desse Lula e cambada.Esse cachaceiro enganou o povo trabalhador.Chegou mentindo ao poder.Esse governo foi o mais corrupto em toda história,nem Collor foi tão corrupto assim.Agora o sapo nega o mensalão.Ele sabe que o povão não lê,não estão nem aí com o mensalão.Muitos nem sabem o que é mensalão.O patife usa o pobre doando bolsa esmola,e esses idiotas acham lula o bom,o salvador.E a oposição não falam nada.Augusto até quando essa turma vai ficar rindo da nossa cara?…

  97. PHA

    -

    19/02/2011 às 22:26

    Será um prazer te encontrar no tribunal. Um abraço pro Anão do Bispo.

    PHA
    PHA@hotmail.com
    216.218.193.164

  98. marcio arruda

    -

    19/02/2011 às 22:21

    O judiciário nada mais é do que um boneco na mão do executivo,o PT É O PIOR PARTIDO DO BRASIL,CLIENTELISTA,CORRUPTO,INCOMPETENTE E ESTA MOSTRANDO PARA O MUNDO UMA FACETA ORIVEL DO PAÍS PARA O MUNDO.

  99. Rodrigo

    -

    19/02/2011 às 22:20

    Augusto, caso os réus sejam condenados, o PT será obrigado a atender ao antigo pedido de Tarso Genro, refundar o partido. Não é por isso que os petistas tentam constranger o STF? Sei que é chato exigir a condenação de alguém, mas nunca desejei tanto a condenação desses réus. Já imaginou Lula tendo de dar explicações?

  100. marcio arruda

    -

    19/02/2011 às 22:13

    Temos que começar uma revolução aqui no país contra esta corja de corruptos e malandros que são nossos políticos,não da mais para aguentar tanta injustiça e tanta malandragem,temos que ir a luta.

  101. Curica

    -

    19/02/2011 às 21:51

    Como pode o judiciário ser independente se o executivo é quem nomeia, ja temos um congresso que é servil ao PT, temos uns eleitores ignorantes sem nenhuma formação intelectual que endeusam o apedeuta tenho vergonha de ser brasileiro, tenho pena do meu pais.

  102. Enio

    -

    19/02/2011 às 21:40

    Voces são maiores…

  103. cass

    -

    19/02/2011 às 21:35

    Censura o meu comentário…

    Solicitação atendida.

  104. Vitor Hugo(baiano)

    -

    19/02/2011 às 21:32

    Augusto,seu texto como sempre é maravilhoso!.Mas,me desculpe a intromissão: a culpa é desses eleitores safados,viu? eleitores que se vendem,que ñ enxergam,que se fazem de surdos-mudos,cegos.Desses eleitores é que saem os maiores culpados;Obrigado.

  105. Márcia

    -

    19/02/2011 às 21:29

    O Judiciário JÁ não é mais um poder independente. Se absolver os quadrilheiros, não será mais NEM sequer um poder. Será como o Legislativo, que já virou capacho e mordomo dos cumpanheiros do Foro de São Paulo. Todos de rabo preso e com o olho no dinheiro.
    O Brasil da Era PT voltou a ser uma república bananeira, onde a transparência das contas públicas acabou, e a lei só vale para os inimigos.
    Saudades do FHC, com a oposição nada propositiva do PT.

  106. Enio

    -

    19/02/2011 às 21:28

    É imoral e antiético

  107. Enio

    -

    19/02/2011 às 20:50

    Graças a Deus o brasileiro não tem memória curta.

  108. ISIDORIO

    -

    19/02/2011 às 20:47

    Caro Augusto o assunto que você abordou é de uma importância ímpar ,mas NÃO tive paciência pra ler até o final, pois é revoltante saber, que a CÔRTE máxima da nossa justiça faz vista grossa antes de punir um “peixe graúdo”. Mas o nosso JUDICICIÁRIO é reflexo do nosso povo ,que coloca no CONGRESSO NACIONAL um politico do nível do Pres. do SENADO por várias vezes e de um TIRIRICA da vida e de um ex-Pres. semi-analfabeto ,que fez o que bem quiz com esta mesma côrte.

  109. Valeska Garcia

    -

    19/02/2011 às 20:33

    AN, infelizmente, mesmo trabalhando no Judiciário, e talvez por isto mesmo, eu acredito que o STF não fará justiça neste caso, assim como não fez em nenhum outro caso político!
    O Brasil está cada vez mais sem rumo, mais desgovernado, mergulhado em mar e mar de lama! Uma podridão sem fim em todas as áreas!
    É o jeitinho brasileiro, o “ser esperto” que prevalece! Ser honesto hoje é pagar mico!!! Educação pra quê, se um Presidente se gabou por 8 anos de não ter estudado!?
    Que futuro terá este país, se o presente já está neste pé!?
    Tenho medo, por mim e pelas minhas filhas…
    Gde abraço,
    Valeska.

  110. Nei Moreira

    -

    19/02/2011 às 20:09

    Augusto.
    De acordo com artigo do estadão de hoje, o BC da Suiça acusou a entrada nos bancos daquele país, entre 2005 e 2009, de US$ 1,1 bilhões de dólares e segundo informações de bancos particulares daquele país o valor pode ser 10 vezes maior. O total da fortuna mantida por brasileiros na Suíça já é superior aos de China, Índia e Arábia Saudita. Um artigo bem interessante para serem comentados, com as sua costumeira clareza.

  111. Malu

    -

    19/02/2011 às 20:05

    Acredito que o judiciário ja demonstrou literalmente que é um poder totalmente comprometido com a era petista.
    Esse processo já poderia ter tido seu desdobramento e os culpados já devidamente responsabilizados.

  112. Brasilino Brasa

    -

    19/02/2011 às 19:24

    Dificil constranger a quem ostenta um histórico de impunidade parlamentar do peso do STF. Li a matéria sobre o coeficiente eleitoral na Veja e não dá para não ficar abismado com tamanha falta de seriedade e descaso com o que se chama hoje de democracia. Não dá para acreditar que exista uma Constituição, um STF, uma OAB, um TSE e mais tantas outras entidades que se dizem zelar pela democracia neste país. Jamais na história deste país um Presidente do TSE jogou limpo com quem paga seu salário de fato e abriu o jogo quanto aos critérios eleitorais a que manda o povo se submeter, sempre antes das eleições. Eu teria vergonha de me olhar no espelho e saber o que faço contra toda a minha nação. Pois sabem exatamente o peso e as consequências do que fazem. Reafirmo aqui que o voto distrital puro, aquele em que o povo em quem esta votando realmente e o fim da obrigatoriedade do voto são pontos de partida inequívocos para projetar o Brasil como uma sólida e grande democracia, DE FATO.

  113. MARCELO PALHANO

    -

    19/02/2011 às 19:19

    Esse painel é anti-democrático….

    Tire esse hífen, escreve antidemocrático e tente outra vez, milicianopalhano.

  114. Toninho Leite

    -

    19/02/2011 às 19:19

    Se é verdade mesmo que o mensalão existiu…

    Foi tudo inventado pela imprensa, milicianotoninholeite. Inclusive o Delúbio. Ele não existe. É só mais um disfarce do Zé Dirceu

  115. simone soares

    -

    19/02/2011 às 18:57

    o PT tem que passar a se chamar PB (PARTIDO DOS BANDIDOS) e não é qualquer bandidinho. são daqueles que nem o CIA dá conta, tem que juntar todas as polícias ótimas internacional, para poder prender um dele. Agora imagina todos…Se alguém do PT se acha honesto, já devia ter se desfiliado, porque lá dentro dando apoio aos grandes é bandido também.Essa raça jogou bomba, matou, fez guerrilha para poder assaltar o cofre da nação, do Ademar e dos bancos que eles roubaram foi pouco.

  116. atila

    -

    19/02/2011 às 18:24

    Caro augusto…

    Como muitos já manifestaram, também tenho convicção de que o STF nada fará, pois não tenho recordação de qualquer condenação a politicos por esta ridicula corte, formada por apaniguádos, sem qualquer responsabilidade com a moralidade ou com a constituição. TODOS os integrantes desta camarilha deveriam julgar-se impedidos, pois foram indicados pelos que agora julgam.
    Perdão mas creio que “naive” é adequado ao te referires a suicídio, pois este grupelho já se encontra em adiantado estado de putrefação. Uma lástima, pois realmente não temos ninguém a recorrer.
    Claro, sempre resta tua trincheira e creio que a idéia de uma petição digital é ótima.

  117. ivano

    -

    19/02/2011 às 18:17

    Mais uma vez Augusto, parabéns, pelo texto irretocável e incontestável. O assunto entre os mensaleiros, como bem disse, é a mesma dos pátios dos presídios, apesar de antemão sabermos que nenhum deles será apenado na forma das leis vigentes. Lula, Dilma, já os absolveu. Só o clamor popular restauraria a ordem das coias, portanto, poucas esperanças.

  118. Ribamar Bianchini

    -

    19/02/2011 às 18:00

    Nós Brasileiros estamos tranquilos e entendemos que o STF jamais se sentira constrangido depois soltar um banqueiro ladrão por duas vezes em poucas horas, na oportunidade o STF mostrou muito bem a quem realmente está a serviço e imune a constrangimento, viu.

  119. selminha

    -

    19/02/2011 às 17:07

    Augusto, espero que você continue alerta sobre este caso, e não deixe que ele morra. O seu espaço é precioso e você o utiliza com muita sabedoria.Lula, na sua ignorância,espera que o povo imagine que tenha havido uma alucinação coletiva dos brasileiros, na história do mensalão.Esta técnica de repetir uma mentira até que ela torne-se verdade é típica de regimes totalitários, e o PT seguramente quer instalar no Brasil um governo de pensamento único. Cabe, entre outros, a jornalistas lúcidos como você, não deixar que isto aconteça.

  120. Fátima

    -

    19/02/2011 às 17:01

    Gostaria de vislumbrar alguma decência no judiciário… esses últimos oito anos MATARAM A ESPERANÇA.

  121. ethan edwards

    -

    19/02/2011 às 16:57

    Excelentes observações, caro Ethan. Vou publicar no Direto ao Ponto. abração

  122. cosme herval

    -

    19/02/2011 às 16:50

    Caro Augusto.
    O que me deixa revoltado e angustiado é que
    quem absolveu essa canalhada e as reconduzio
    ao Congresso foi o próprio povo, com seu voto
    irresponsável, e ainda achando pouco elegeram
    (para engrossar as nulidades)- palhaços e
    e jogadores.Sugiro que voçe, Reinaldo, Lauro,e
    mais alguns blogueiros do Brasil que presta,deêm
    mais atenção a este triste fenômeno, isto porque
    acho que voto irresponsável é culpado por toda
    a desgraça reinante na política Brasileira.
    um grande abraço

  123. BSHolveri

    -

    19/02/2011 às 16:48

    Augusto, vamos só ver como a Lavanderia STF vai agir agora com os 11. Eu não tenho mais ilusões. Adorei o Elliot Ness bandido. Isso explica o Brasil.

  124. Fátima

    -

    19/02/2011 às 16:46

    Somos TESTEMUNHAS da degradação dos TRÊS poderes.

  125. nana

    -

    19/02/2011 às 16:43

    O problema é como a justiça lida com esse tipo de criminoso. Até hoje o que temos visto é serem alçados a heróis e a cargos políticos.

  126. Karla

    -

    19/02/2011 às 15:46

    O Supremo inocentou Collor por unanimidade.
    Aristides Junqueira era o Procurador Geral.
    Claro que não será unânime.
    Mas que vamos ver um lavar de mãos, disso não há dúvida.
    Até porque tal desfecho interessa ao retorno de Lula Nunca Antes na História deste País em 2014.
    Sobretudo, com o tal do Museu, o filme Lula, o Retorno, ficaria muito mal na foto como o presidente que foi eleito pelos 40 ladrões.
    Ou o jornalista inteligente e erudito resolveu ficar ingênuo depois de conhecer de perto os descaminhos Supremos?

  127. Marcelo Andreense

    -

    19/02/2011 às 15:43

    E pensar que nos EUA, os crimes de colarinho branco dão prisão perpétua!! O Presidente da Enron cometeu suicídio de tanta vergonha e a maioria dos diretores envolvidos pegaram pena de 30 anos!! Depois falam mal dos EUA, mais por lá pelo menos a justiça funciona.

  128. J. Freire

    -

    19/02/2011 às 15:38

    Augusto,
    que PT não te limites na sua canalhice já sabemos. E a oposição? Não fala nada? Não diz nada? acredito que são piores, se é que existe gente pior que a petralhada. Mais, sendo oposição, deveria mostrar tudo que você e meia dúzia no máximo, desnuda as ações dessa corja.

  129. Enio

    -

    19/02/2011 às 15:27

    ÚLTMAS NOTÍCIAS…

    O assunto é o mensalão, milicianoenio. Quadrilheiro aqui não entra.

  130. estela

    -

    19/02/2011 às 15:17

    Com certeza o STF não ficará constrangido pois se fosse uma casa decente já teria deportado o Battisti, ali tudo é farinha do mesmo saco conivente com a bandidagem que governa o País, e nós somos uns imbecis que não tomamos atitude alguma.

  131. Asco público

    -

    19/02/2011 às 15:14

    É um absurdo , escárnio com o judiciário e o povo brasileiro! Colocar um mensaleiro a frente da CCJ é uma afronta a todos os juizes do país , as leis e ao povo. O PT está passando dos limites , parece que todos estão comprados?! O crime em todo o Brasil ,está motivado por situações como essa. O mal exemplo vem de cima ou será, de baixo?!

  132. Cléber

    -

    19/02/2011 às 15:03

    AN decide quem são os mocinhos e os bandidos. Quem precisa de STF?

    Às vezes é fácil decidir. Você, por exemplo, decidiu ficar ao lado dos bandidos.

  133. Carlúcio

    -

    19/02/2011 às 14:53

    Augusto, mais uma vez você foi magnifico, continue não dando tregua para esta corja, os brasileiros que prestam estão do seu lado. Um abração.

  134. ana soriano

    -

    19/02/2011 às 14:51

    É uma afronta muito grande para as pessoas de bem deste país, o fato de vermos circulando com desenvoltura pelos bastidores do govêrno, essas pessoas que com certeza serão julgadas e condenadas.
    Não acredito que o STF vá compactuar com a bandalheira.
    De nada adiantou o Genoíno ser condenado pelo eleitor, ou a Ideli ou outros comparsas.
    O pior presidente que o Brasil já teve , continua a ser idolatrado por um sem número de interesseiros.
    Ele tem uma verdadeira fortaleza de seguidores ao seu redor.
    Empresários, políticos , artistas…
    Nossa justiça através de nossos procuradores tem que agir.
    Que se espelhem em tua coragem.

  135. O Chefe do MENSALÃO e os 40 LADRÕES

    -

    19/02/2011 às 14:39

    … O lula está articulando a defesa aqui de fora, vai dar tudo certo……….o único culpado será o roberto Jefferson que recebeu a propina e denunciou os mensaleiros…….

  136. Eduardo

    -

    19/02/2011 às 14:38

    Ficamos aqui protestando na internet a qual já provou ser muito fraca no Brasil. Quem atinge mais e melhor o povo são as emissoras de TV que estão todas acuadas e algumas compradas pelo pt. Transmitem a notícia sem opinião crítica e a massa do povo não entende nada e sendo assim ignoram.
    Na época do mensalão tinhamos Boris Casoy e Arnaldo Jabor exclarecendo as notícias em horário nobre. Hoje temos papagaios repetindo textos de teleprompter. A ditadura ptista esta calando todos e o povo esta acreditando que está tudo bem. Os 43% (nas urnas)contra esse governo continuam passivos.

  137. AUGUSTO PEDROSA

    -

    19/02/2011 às 14:38

    Pobres Heróis jornalistas, vivem informando, denunciando, relatanto os abusos, desonestidades, conspirações e corrupções cometidas pelos nossos “Ilustríssimos”. São profissionais que gritam em meio a um deserto de cidadãos surdos e sem moral. NINGUEM TÁ NEM AÍ PARA ESSAS REPORTAGENS. COISAS PIORES PODERIAM SER FEITAS, O PRESIDENTE DO CONGRESSO PODERIA SER UM ESTUPRADOR CONDENADO, O DA CÂMARA, PODERIA SER UM ASSALTANTE E HOMICIDA E, AINDA ASSIM, NADA ACONTECERIA, NENHUM SEGUIMENTO DA NOSSA SOCIEDADE CORRUPTA IRIA SE INDIGNAR. VOU SAIR PARA BEBER, E SÓ VOU PARAR DEPOIS DO CARNAVAL, EMBRIAGADO EU VIVO EM UMA REALIDADE MELHOR QUE ESSA.

  138. Silva

    -

    19/02/2011 às 14:29

    Augusto Nunes, por incrível que pareça, nós brasileiros vamos passar os próximos quatro anos assistindo a maior roubalheira do Brasil. Esse, não sei se posso chamá-lo de Congresso Nacional ou Casa da Mãe Joana. O perigo mora ali, O PT com todos os Senadores e Deputados comprados formam uma maioria absoluta, então é muito fácil intalar uma Ditadura Branca, onde os petistas radicais juntamente com a Cadela Chefe, deitam em rolam. E onde fica o Supremo Tribunal Federal, fica ali mesmo em frenta a Presidência, ou seja na praça dos três poderes, como o próprio símbola fala tudo: Sentado, com os olhos vendados, com uma mordaça na boca e dois abafadores nos ouvidos! Nós estamos falando do Brasil, e sabemos que o PT veio ao poder com muita sede de dinheiro, nesse período Ladro-Lullismo, eles afundaram o Brasil, pois roubaram tanto que a própria Dilma não tem coragem de ir ao ar e falar que o Lulla arrombou o Brasil, se foi o contrário, ela estaria afirmando que foi coisa do FHC. E o salário mínimo? Eu na realidade não tenho um pingo de dó com os assalariados, pois eles estiveram com a faca e o queija nas mãos, mas foram eleger essa Quadrilha Petista e Peemedebista, e só resta uma solução: Vão tomar onde os patos tomam. Essa semana vi em um restaruante em Brasília, vários elementos ligados a FASUBRA, tomando cachaça e reclamando da situação. Então perguneti a um deles o que eles estavam reivindicando, resposta imediata que não queriam o sucateamento das Universidades Públicas Brasileiras. Nesse instante pergutei-lhe, poxa mas vocês fazem parte de PT e são afiliados de carteirinhas e por que o PT estariam fazendo isso com vocês, pois ela foi eleita com os votos dos sindicatos (todos os sindicatos do Brasil foram comprados pelo ladrão Lulla da Silva). Ai a conversa desandou e os companheiros continuarão tomando uma pinga ali e outra aqui, uma vez que a diária não dá para tomar uma cerveja de R$ 4,80. Vamos ficar calmos que vem mais bombas para nós.

  139. Sofia Maria

    -

    19/02/2011 às 13:56

    Ah,outra coisa Augusto.Assitindo ontem o jornal da Globonews,vi ,perplexa,o apresentador do jornal-não me lembro o nome-perguntar à Carlos Monfort o que ele achava do fato de Agaciel Maia,que fora o pivô do caso dos atos secretos do senado,sendo o diretor geral do mesmo na época,ser indicado à presidencia da Comissão de Orçamento da Câmara do DF.Pois bem,ele deu uma risadinha boba,sem graça ou cìnica,sei lá,e disse que era assim mesmo,que isto faz parte dos acordos políticos e que,de fato,Agaciel Maia é expert em orçamento!Augusto,fiquei cho-ca-da com a resposta do sujeito!Você viu isto?Que mundo cão virou este país?

  140. Sofia Maria

    -

    19/02/2011 às 13:48

    Augusto,estou boba com tudo isto que está acontecendo em relação ao mensalão.Ricardo Setti nos diz em sua coluna que se o ministro JB não apresentar seu voto até 27 de agosto próximo,o caso será encerrado por prescrição,decurso de prazo.Tal fato será uma afronta muita grande à toda populaçao,será um absurdo tão grande que nem tenho palavras para me expressar.Caso isto aconteça,será a hora de irmos para a rua protestar,não poderemos deixar passar nem mais um minuto,aliás,já deveríamos estar fazendo isto,será o limite, a gota d”água de todo mal que estamos ,perplexamente,vivenciando.

  141. brasileiro

    -

    19/02/2011 às 13:32

    Nao so um retrato dos bastidores dessa quadrilha que e o Partido dos Trabalhadores como tambem um retrato da politica brasileira nesses tempos. Nao vao conseguir apagar o “Mensalao” da nossa historia. Nunca antes na historia deste pais a podridao da politica ficou tao explicita e a impunidade tao evidente. Parabens ao Dirceu, ao Delubio, ao Silvinho, ao Joao Paulo. Ao grande Lula e tantos outros colaboradores voces conseguiram expor as entranhas da politica e da justica brasileira como ela realmente e. Nao se iludam esse registro vai ser uma marca resgitrada da sua passagem pelo poder e vai ficar gravado na nossa historia.
    O Brasil de hoje e um pais liderado por corruptos que estao acima da forca da lei. Mas a historia nao os perdoara.

  142. Nelson Sanchez

    -

    19/02/2011 às 13:30

    “reuniões de líderes frequentemente lembram rodas de conversa em pátio do presídio”.

    Genial!

  143. beaujolais

    -

    19/02/2011 às 13:10

    Perdoe-me, mas o judiciário não deixará de existir – ele já não mais existe: os seus juízes são vistos como preguiçosos irresponsáveis e acumpliciados, por omissão, com a safadeza. Se você quiser uma prova disso, faça uma enquete nesse sentido e verá o que nós, a populaça, pensamos deles.

  144. nino

    -

    19/02/2011 às 12:56

    Augusto eu creio que o STF composto de grandes pensadores e grandes juristas não será influenciado por palancadas mirabolantes de ninguém.

  145. arilson sartorato

    -

    19/02/2011 às 12:34

    É UMA PIADA ESTE ELEMENTO QUE ATENDE POR JOÃO PAULO CUNHA ESTAR PRESIDINO A COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA,SE O BRASIL FOSSE UM PAÍS SÉRIO ( DO QUAL DE GAULLE SABIA QUE NÃO É)ESTE SUJEITO ERA PARA ESTAR PRESO JUNTO COM SEUS COMPARSAS DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA QUE SE ESCONDE COMO PARTIDO POLITICO CHAMADO PT.

  146. anonimo

    -

    19/02/2011 às 12:24

    O STF está com o Brasil de todos nas mãos.
    Vamos ver se o STF mentém o Brasil em nossas mãos, dos brasileiros, ou vai entregá-lo aos mensaleiros do PT.
    Que agonia!

  147. pauloreis

    -

    19/02/2011 às 12:14

    O Brasil saiu do regime militar, para ser governado por um bando de mercenários loucos por dinheiro.

  148. fafa

    -

    19/02/2011 às 11:49

    O mensalao do PT tem quer ser julgado assim como o do PSDB, em Minas esta sendo julgado!
    A lei a esses infratores!

  149. Nei Moreira

    -

    19/02/2011 às 11:23

    Augusto.
    Veja só, onde o Brasil conseguiu chegar com estes políticos cínicos e safados que conseguiram confundir o sentido do certo e do errado do brasileiro, que conseguiram transformar nossa política e suas ações em interesses puramente particulares, agindo como aves de rapina, se apoderando do erário público, em negociatas e roubalheiras infindáveis, deixando a população entregue à sua própria sorte, destituída de educação e de saúde, colocando os seus asseclas em cargos de confiança em estatais e órgãos públicos, depauperando as finanças dessas entidades, usando o dinheiro desses crimes para criarem uma classe privilegiada, a que se encontra no poder e nos partidos a eles ligados. O mundo esta mudando, o povo dos países pobres já não estão aceitando as migalhas jogadas por estes déspotas, eles não perdem por esperar, a informação nos tempos atuais corre célere por todo o planeta, a população brasileira e mundial tem conhecimento dos males causados por estes malfeitores que abusam do poder e dele se beneficiam.O Alibaba, seus 40, 400, 4000, 40000, 400000 ladrões que roubam a nação e seus juizes que não os julgam e os condenam, de acordo com a lei, que se cuidem pois o povo esta vendo tudo o que ocorre no país, com toda a certeza.

  150. f tavares, na maior aversão

    -

    19/02/2011 às 11:20

    o texto antológico revela a canalha petista, que tenta reescrever a história. os farsantes sabem que só a versão salva… essa versão repugnante, indigna, forjada nas oficinas da veracidade petista, onde se produzem lideranças medíocres, projetos inexistentes, notícias capciosas, mentirosos compulsivos que se aproveitam da ignorância para formar exércitos de fanáticos ex-famintos, que agem como os homens-bombas suicidas ou os adoradores de jim jones… os falsificadores da história não sobrevivem à verdade, usam de sua ética particular para retirar da memória nacional tudo o que lhes possa revelar como são, perante as pessoas de bem: insignificantes, covardes como o zédirceu, amorais como lula, indecentes como o delúbio, inconfiáveis como o delator genoino, ladrões como o joão paulo cunha, que, insatisfeitos, aliam-se ao que há de pior na história recente, como o cleptomaníaco zédosarney, o ladravaz renan calheiros, o mão-de-gato jobim das selvas, o insaciável ladrão jader barbalho e sabe-se lá quantos outros fascínoras em liberdade, esse exército de canalhas vem afrontando o stf, sem que a oposição sequer comente a trama dos bandidos…

    Perfeito, grande FT. abração

  151. luiz

    -

    19/02/2011 às 11:07

    Os políticos brasileiros, especialmente petistas, gozam de uma impunidade protegida por um corporativismo que beira a indecência. Quando são pegos em suas ações ilícitas, recebem como “punição”, um cargo público na administração federal.
    O Supremo tem em suas mãos a grande chance de acabar com essas mazelas que envergonham o Brasil honesto.

  152. ivan r. a.barbosa

    -

    19/02/2011 às 11:06

    Meu caro Augusto , o que mas incomoda é a eterna incapacidade do brasileiro de , ao indignar-se , reagir à esta ignomínia . Imagine que maravilha seria uma manifestação “egípcia ” contra esses mensaleiros , sarneys , renans , lulas e outros mais quadrileiros de menor estirpe .

  153. Luiz A.

    -

    19/02/2011 às 10:55

    O judiciário está que nem a tal oposição…dizem que existe, só não se apresenta.
    Durante 8 anos a justiça não se fez presente em todas as PTralhisses do governo molusco andante…agora se encontra numa sinuca de bico…se absorver cai de vez no descrédito, se condenar o governo vai castigar…até porque essa história de independência é conversa mole. Não esqueçamos que a maioria, ou todos, são indicações políticas.

  154. marcos

    -

    19/02/2011 às 10:53

    Mas também pode ser ao contrário, isto é, a petralhada prepara o terreno para Fux e Joaquim Bar Bosa das Ruas comandarem uma reação e votarem contra o mensalão.

    MAM

  155. Agilmar Machado Filho

    -

    19/02/2011 às 10:45

    Pois é, devido a “Operação Goebbels” de apagamento dessa bandalheira, sugiro guardarem o livro “O Chefe”, de Ivo Patarra na biblioteca. Ele conta toda a história do mensalão.

  156. Rogerio Mello

    -

    19/02/2011 às 10:40

    ovem – 19/02/2011 às 3:56

    Taí um comentário que eu gostaria de ter feito.
    Curto, objetivo e “na mosca”!!!
    Parabéns, “Jovem”!!!

  157. Marcos

    -

    19/02/2011 às 10:37

    Caro Augusto
    Este não tem apelação. Ja imprimi e mandei emoldurar.
    Muito obrigado.
    Marcos.

  158. PORCACCIONE

    -

    19/02/2011 às 10:32

    Em tempo…, tá bom, digamos que a justíça seja feita…, quem irá nos governar?!?!?!?
    Vai faltar vaga nos presídios de segurança máxima.
    Sugestão: – Manda todo mundo p`ra Guantânamo…, pelo menos estarão próximo dos “fiéis” amigos.

  159. Dauberto

    -

    19/02/2011 às 10:30

    Alguns até diriam, Augusto, estás a pregar no deserto, porém eu e muitos outros acreditmaos que vale a pena suas denúncias e esclarecimentos. Parabéns e vá em frente, um dia certamente a sociedade acordará para a realidade!

  160. PORCACCIONE

    -

    19/02/2011 às 10:26

    Você anda muito otimista. Sinceramente, não acredito em alguma condenação. É mais fácil prescrever tudo isso, do que algum juiz colocar o “seu” na reta. Se algum o fizer, será nomeado o novo mártir da “istóriadessepaís”.
    De outro lado, são pessoas como você e o Tio Rei – aqueles que acompanho diariamente – que nos fazem acreditar que ainda existe alguém em sã conciência, que acreditam que a justiça (hoje míope), ainda possa imperar. É uma grande pena que a maioria da população, ao invéz de ler os jornais, limpam o traseiro com ele.

  161. Sandra Mári Córdova D'Agostini

    -

    19/02/2011 às 9:50

    Excelente texto! O Poder Judiciário deverá exercer seu papel funcional. Caso contrário,adeus poder independente!

  162. Leonardo X, na oposição

    -

    19/02/2011 às 9:41

    Continuando o comentário das 7:45 h: Pode-se esperar um julgamento político. Não, jurídico. Crimes comuns não podem ser processados por um foro privilegiado. Peculato, prevaricação, malversação de verba e outros tipos de corrupção não deveriam ser julgados por um tribunal que tem a função essencialmente política de resguardar os princípios constitucionais. O legislador constituinte de 88 – não por acaso simultaneamente deputado e senador, isto é, legislador ordinário, cometeu um equívo que desvirtuou, na prática, e banalizou as decisões da Suprema Corte. Exatamente ao contrário do que ocorre nos EUA. O erro foi de ciência ou de consciência?

  163. Kenjiro Nagasawa

    -

    19/02/2011 às 9:29

    Augusto, com toda certeza textos como este justificam a enorme vontade de alguns de nossos políticos de calar a “mídia” que não se verga às suas vontades. Certamente você e o Reinaldo seriam alvos preferenciais da corja. Parabéns! Estamos com vocês nessa.
    Não quero morrer sem ver este país melhor nesses assuntos que são discutidos aqui.
    Seguindo a linha dos slogans idiotas: “Um país honesto é um país com bandidos na cadeia!”

  164. Passofundense

    -

    19/02/2011 às 9:22

    Caro Augusto, texto maravilhoso. Não se preocupe, essas “vítimas” (mensaleiros), com certeza vão ser absolvidos pelo Supremo. Resultado: vão pedir polpudas indenizações (a exemplo do que ocorre com os chamados torturados políticos), e nós, trabalhadores, vamos sustentá-los pelo resta de suas vidas, em pagamento pelo sacrefício que fizem em nos roubar. Onde o Brasil vai parar?

  165. Guilherme Franco .

    -

    19/02/2011 às 9:18

    Augusto, você não vai comentar nada sobre …

    Não.

  166. Black Label

    -

    19/02/2011 às 9:05

    O ministro Barbosa vai segurar esse processo até a prescrição das penas.
    Quanto ao resto, o Supremo já está aparelhado (vide o papel constrangedor do TSE durante as eleições.
    O nossos tribunais só são ageis contra a oposição. Um exemplo disso é o caso do governador de Roraima que foi cassado com uma agilidade digna de um tribunal suíço por atacar o adversário numa rádio estatal. Lula e Dilma abusaram de usar desses artificos e nada ocorreu.

  167. gaúcha indignada

    -

    19/02/2011 às 8:36

    Bravo Augusto!!! Eu também credito (ainda)no Poder Judiciário brasileiro. Eu não desisto, nós conseguiremos. Chega de corrupção por todos os lados e escândalos diários – situação vivida nos últimos oito anos. Condenação já, para toda a quadrilha (que não tem fim).

  168. MARIAH

    -

    19/02/2011 às 8:33

    Mom dia!
    Estamos aguardando anciosos pelo desfeicho dessa história. Os Mensaleiros devem ser púnidos na letra da lei, ou o STF perde a moral de vez.Senhores ministros estamos atentos desde o dia da ocorrência ou seja, junho de 2005.
    O lugar dos quadrilheiros é no xadrez.
    Ainda assim corremos o risco de sermos surpreendidos com um pedido de indenização dos bandidos por danos morais, é só o que está faltando acontecer.

  169. José Roberto Marinho

    -

    19/02/2011 às 8:30

    Acho que não devemos comentar nada a respeito dos mensaleiros, depois que o deputado marcos maia diz que eles já pagaram um preço muito alto,estou morrendo de pena dos pobrezinhos.

  170. Leonardo X, na oposição

    -

    19/02/2011 às 7:46

    A absolvição do Palocci e condenação do Francenildo já mostrou que, no STF, a banana pode, sim, perfeitamente, comer o macaco. A tradição daquela corte e não condenar ninguém. Nem Collor. Réus com direito a foro privilegiado, afinal, não são, todos eles, pessoas especiais? A eventual absolvição do bando, assim, não seria nenhuma novidade. Mas poderá significar, pela repercussão, desmoralizar o pretório completamente. Tão clássica, meu caro Augusto Nunes, como encontrar um tertius para um dilema de solução demasiado difícil (vide o recente affair Furnas) é a saída pela tangente, isto é, punir algum bode expiatório. Quem dos 40 tiver menor cacife político que se cuide. A esta altura do campeonato, o nome da vítima já deve estar, à sorrelfa, na marca do pênalti.

  171. augusto lopes

    -

    19/02/2011 às 7:39

    Tenho um filho de treze anos e pensei em dar-lhe
    alguns exemplos de boa conduta moral.Veio em minha
    mente ranários fictícios,bois inexistentes e fazendas no ar;condutas como prefeitos recem eleitos beijando a mão do presidente do senado, deputada dançando no plenário comemorando a impunidade e governador embolsando dinheiro ilícito. Me senti desamparado. olhei para o meu filho, disse-lhe umas duas ou tres bobagens sobre o
    futuro do qual ele faz parte e dei-lhe o livro “O apanhador no campo de centeio¨”
    Um abraço.

  172. Rosa Maria Pacini

    -

    19/02/2011 às 6:45

    Belíssimo texto, Augusto. Amei o parêntese sobre Al Capone!!! Agora, gostaria de ainda ter a confiança que você tem no STF. Mas, como você sabe, a maioria dos ministros atuantes foi indicada pelo governo lulopetista. O processo vem se arrastando e tem grandes chances de prescrever. Talvez seja a hora de lançarmos um abaixo-assinado para agilizar o julgamento dos mensaleiros. Há mais de 43 milhões de brasileiros que não compactuam com a corrupção, a safadeza, o abuso de poder e as mentiras deslavadas do lulopetismo. Será que não podemos nos fazer ouvir pelo STF antes que seja tarde?

    Você está certa, cara Rosa Maria. O STF precisa ouvir a voz do brasileiros decentes. Espero que a oposição cumpra o seu dever. abraços

  173. Hugo Leandro Venturini

    -

    19/02/2011 às 5:04

    Se o Supremo absolver os réus do Mensalão, ou permitir que os crimes prescrevam, o que é mais provável, será a completa desmoralização do Judiciário e estaremos entregues à Ditadura cuidadosamente arquitetada por José Dirceu.

  174. isabelle

    -

    19/02/2011 às 4:56

    O que é o poder ou o chavão máximo da ciência política? Muito além das perucas e dos salões decorados com espelhos ,simples e complexo, Luis XIV o definiu bem: O Estado sou eu.
    Quando discursos sujetivos começam impor a realidade – o DEM está fazendo o máximo para felicitá-lo – a sociedade caminha a passos largos para o Império das palavras ou para os encantos de feitiçaria.
    Muitos alegam a racionalidade do governo na gestão econômica ou maturidade dos argumentos do governo e de gente de governo. Não há nada mais fantasioso, imaginativo, decorativo ou carnavalesco que a contabilidade pública.
    Quando alguém diz “Não houve mensalão” e não foi Hamlet que falou ,estamos na fronteira de separação das palavras e das coisas.
    Palavras devem ser coisas objetivadas em códigos ou protocolos e não em ordens no século XXI porque no XVII seria possível.

  175. Cláudio Pereira

    -

    19/02/2011 às 4:43

    Caro Augusto, mais um post perfeito, irretocável!
    .
    na verdade nem o mensalão existiu e nem o governo Lula.
    .
    na verdade nem existimos!
    .
    um forte abraço!

    Abração, amigo.

    girl games, youtube

  176. jovem

    -

    19/02/2011 às 4:16

    Desculpem-me:

    Corrijo a tempo: “…Eu acrescentaria que um país e a democracia se constróem com instituições.”

  177. jovem

    -

    19/02/2011 às 4:13

    Augusto,

    Desculpe-me a observação, mas o estimado colunista é ingênuo.

    Como é que V Sa pode acreditar que esse STF aí vai fazer alguma coisa?

    Dos 11 ministros-juízes, 8 foram nomeados por Lula e o último pela petista Dilma.

    Deles, um era o advogadinho de boca de urna do PT, ali colocado aos 41 anos de idade, sem nenhum brilho, sem o necessário e exigido por constituição notório saber jurídico. Aliás, o elemento sempre fracassou nos concursos que prestou.

    Outro, filiado ao partido desde que era criancinha. Além disso, gosta de ganhar uns “por fora”. Todos se lembram da cena gravada por Roriz em que o genro do tal ministro cobra do candidato propina para seu sogro abster-se ou não comparecer ao julgamento do político no caso do Ficha Limpa.

    Um terceiro, ali colocado pela cota racial, relator do Mensalão, faz mais de ano que não comparece ao Tribunal, mas diz presente nas baladas nos barzinhos da capital federal. (ridícula a cena desse senhor sentado todo troncho na posse do atual presidente do STF. Quanta simulação!!!!!)

    Há ainda um quarto, hoje ministro do MD, que faz qualquer negócio com os fabricantes de armas e equipamentos militares, desde que a comissão seja boa. Afinal, se pagar bem, que mal tem?

    Quqnto aos demais, se procurarmos, acharemos mais gente como os anteriormente citados.

    Há uma frase famosa que diz que um país se constrói com livros. Eu acrescentaria que um país e a democracia se constrói com instituições.

    Nossas instituições estão podres, caro jornalista. Logo…

    Não creio que o STF vá optar pelo suicídio.

  178. jovem

    -

    19/02/2011 às 3:56

    off topic

    A respeito da notícia de o MPE denunciar o recém eleito Gov Viana, do Acre, não é ele que ganhou uma medalha da França por ter entubado as Forças Armadas brasileiras com helicópteros caríssimos e ainda por cima superfaturados franceses?

    Não é ele que, membro do PT, foi colocado na Administração da montadora de helicópteros franceses no Brasil?

    Se não foi ele, foi seu irmão, o que não muda nada, pois atuam em conjunto. São os novos Sarneys ou Gomes da política brasileira.

    Logo, deve ter rolado muito dinheiro dos franceses na “retribuição” de campanha…

    Brasil, uma país de todos…os escândalos!!!!!

  179. DoceExilio

    -

    19/02/2011 às 3:42

    Augusto, somente para parabenizar-lo pelo texto.
    Vamos dormir confiante que o recado que o brasileiro decente gostaria de dar, foi dado!
    Parabens!

  180. Pimenta

    -

    19/02/2011 às 3:23

    Augusto:
    O bom é que você, além de alertar o judiciário, manda uma mensagem de que ainda confia neles. Isso é louvável.
    Infelizmente, para casos que envolvem o governo petista, penso que essa “justiça não é nem um pouco justa”.
    Há muito tempo perdi o respeito por ela. Depois de Lula e seu pt, dois e dois na conta do judiciário, podem ser cinco.
    Nunca tivemos nos três poderes da República, pessoas de atitudes tão indignas como essas que lá estão nos últimos 8 anos.
    A podridão petista contaminou o que antes era decência.

  181. Jose Francisco Santoro

    -

    19/02/2011 às 2:27

    É a mesma técnica do aloprado ditador do Iran: o Holocausto não existiu.E há muita gente que acredita,assim como acreditam no ex-palanqueiro chefe da quadrilha do mensalão.Deixa pra lá,dizem,faz muito tempo,não existiu.Com a palavra nosso Judiciário,último reduto de um país livre e democrático.Será??

  182. Reynaldo-BH

    -

    19/02/2011 às 2:21

    Você não produziu um comentário, ou post. Escreveu um libelo em nosso nome. Sem nenhum vírgula a acrescentar. Não sei se choro pelo exposto ou me fortaleço pelo texto que me faz mais forte! Só sei que RESISTO! ABRAÇOS, mano véio!

    Abração, meu querido Reynaldo.

  183. luiz antonio - rj

    -

    19/02/2011 às 2:16

    Se não há Justiça neste país, quem sabe as coisas passem a funcionar se nos mobilizarmos tal como os cidadãos do Oriente Médio. Resgatemos a capacidade de indignação. Quem sabe até justiça com nossas próprias mãos?

  184. jfaraujo

    -

    19/02/2011 às 1:06

    Depois de ver os graduadíssimos ministros de nossa Suprema Corte pedirem a benção final ao semi-analfa Molusco no caso do assassino e réu comum Battisti, já não tenho mais tanta crença assim na independência do Poder Judiciário brasileiro.

  185. Sam Spade

    -

    19/02/2011 às 0:59

    Querido Augusto Nunes, desde antes do Twitter já te acompanhava. Já dentro da ditadura, bem lá atrás, sempre li teus textos. Antes dos teus textos na Veja, minha leitura preferida era vc no (que pena que acabou) JB. Jornalismo se faz com a caneta e com o cérebro em fúria ante tamanhas aberrações que essa gente petralha (by Lulla) produz (produziu e vai produzir). Citando AN, é a Era da Mediocridade.

    Fico feliz pela companhia, grande Sam Spade. E obrigado pela força. É um prazer brigar ao lado de gente como você. abração

  186. pericles

    -

    19/02/2011 às 0:41

    Quem diz diz que o mensalão não existiu deve ter fumado maconha podre

  187. Rogerio Mello

    -

    19/02/2011 às 0:33

    Grande Augusto,
    Gostaria muitíssimo de ter as mesmas convicções que você.
    Tomara que você esteja certo e que possamos ver esses canalhas atrás das grades!!!

  188. FM

    -

    19/02/2011 às 0:29

    Augusto, você acabou seu post de uma maneira muito feliz para os cidadãos honestos que esperam justiça nesse país. Não sei onde você arranjou tanto otimismo. Que Deus o leia e que os anjos digitem amém…

  189. Rodrigo

    -

    19/02/2011 às 0:26

    “Lula e seus generais ainda vão aprender que a esperteza, quando é muita, fica grande e engole o dono”. Que os anjos do Céu digam amém, Augusto.

  190. Katita Bahia Bacana de Oliveira

    -

    18/02/2011 às 23:48

    Augusto, vou dormir com a alma lavada e enxaguada, como diria meu conterrâneo Odorico Paraguaçu, depois de ler seu texto. Depois de acordar e ler aquela entrevista ridícula, da primeira dama baiana, que pretende passar por cima da Constituição e se candidatar a prefeita de Salvador, merecia uma recompensa.
    Seu texto foi um presente.
    Mais uma vez um texto brilhante, PERFEITO.
    Muito obrigada. Sempre.
    Beijão.

    Um beijo, minha querida.

  191. duduvieira

    -

    18/02/2011 às 23:45

    Meu prezado Sr. Nunes;
    –Além disso tudo, o que me deprime é o Sr. João Paulo Cunha, (aquele que a Sra. sua esposa foi pegar dinheiro no Banco, cash vivo), cá pra nós uma montanha de dinheiro pra uma Sra. carregar, e olha o risco que ela correu de ficar sem o pesgoço com tanto ladão a solta , e agora presidir a Comissão de Justiça da Câmara é muito constragedor, uma incoerência para quem preza o amor nas leis e na justiça. E companheiro guerrilheiro José Genoíno? Combateu o Exécito legalmente constituido, enfrentou com armas (não se matou alguém), e agora convidado e ele aceitou fazer parte do Alto Comando da Defesa! Não estou entendendo mais nada, valha meu Deus, onde nós estamos!sds

  192. Anônimo

    -

    18/02/2011 às 23:38

    off topic
    Os argentinos inauguraram hoje o mais moderno estádio da América Latina. Obra maravilhosa, com tudo que a tecnologia pode proporcionar. Preço da fundação ao último acabamento: 300 milhões de reais. Já na terra da mais descarada roubalheira, o Brasil; preço para apenas reformar o Maracanã: um bilhão de reais. E ainda corremos o risco deste “modesto valor” explodir e acabar em 1,5 bilhão, como é de praxe nas obras públicas do atualmente país mais corrupto do planeta.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados