Coluna Augusto Nunes

Augusto Nunes

Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido.

sobre

Colunista de VEJA.com, colaborador da edição impressa e apresentador do Roda Viva. Foi redator-chefe de VEJA e diretor de redação das revistas Época e Forbes e dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Zero Hora. Autor do livro 'Minha Razão de Viver - Memórias de Samuel Wainer'.

  • Indultado por Dilma e perdoado pelo STF, Delúbio é a prova ambulante de que valeu a pena ser bandido no Brasil pré-Lava Jato

    Por: Augusto Nunes

    Em 10 de setembro de 2012, num post com o título LULA SABE DESDE 1995 QUE DELÚBIO SOARES É UM ESPECIALISTA EM DESVIO DE DINHEIRO, a coluna descreveu resumidamente a ascensão e queda do tesoureiro do PT e do Mensalão. Confiram a trajetória do meliante que acaba de ser indultado por Dilma Rousseff e perdoado pelo Supremo Tribunal Federal. (AN)

    César Benjamin filiou-se a um grupo clandestino de extrema-esquerda aos 15 anos, atravessou os dois seguintes metido na luta armada, foi preso aos 17, torturado durante meses e expulso do país aos 22. Voltou do exílio aos 24, ajudou a fundar o PT aos 26 e foi um dos coordenadores das duas primeiras campanhas presidenciais de Lula. Rompeu com o partido em 1995, mudou-se mais tarde para o PSOL e foi candidato a vice-presidente na chapa de Heloísa Helena.

    A caminho dos 60 anos, o agora diretor da editora Contraponto não tem nada a ver com a elite golpista, com louros de olhos azuis ou paulistas de quatrocentos anos. Mas entre César Benjamin e a esquerda governista existe um fosso que começou a ser escavado em 1994 e assumiu dimensões amazônicas em 2005, quando revelou, num programa da TV Bandeirantes, que deixara o PT por ter testemunhado a gestação do escândalo do Mensalão ─ e fracassado na tentativa de abortar o monstrengo.

    Em 1993, contou César, Lula se dispensara de consultas e conselhos para indicar o representante da CUT, braço sindical do PT, no Conselho do Fundo de Assistência ao Trabalhador. Só trocou sussurros com José Dirceu. Cabe a um conselheiro do FAT decidir onde, quando e como serão investidos os muitos milhões movimentados mensalmente pela entidade. O chefe resolveu transferir do semianonimato para um empregão o companheiro goiano que dava aulas de aritmética a crianças do curso primário e lições de greve a marmanjos inexperientes. Chamava-se Delúbio Soares.

    No início da campanha presidencial de 1994, César Benjamin descobriu que Delúbio, com espertezas ilegais, vinha desviando do FAT para o PT quantias com dígitos suficientes para deixar excitado até banqueiro de paraíso fiscal. Confiante na discurseira sobre valores éticos, relatou o que sabia aos mandarins do partido. Ao longo da narrativa, espantou-se com a expressão serena dos ouvintes. Ficou mais espantado ainda ao ouvir de Lula e José Dirceu a recomendação cafajeste: “em nome do partido”, deveria esquecer o assunto.

    Ignorou a recomendação até render-se às evidências de que havia denunciado um criminoso aos mandantes do crime. Em 1995, César despediu-se de Lula com um aperto de mãos e uma advertência: “Isso aí é o ovo da serpente”. Era mesmo, soube-se dez anos mais tarde. A trama exposta por César nunca foi desmentida ou retocada pelos acusados. Todos submergiram no silêncio que consente, endossa ou autoriza. Na campanha presidencial de 2002, já promovido a tesoureiro do partido, Delúbio passou a acumular o cargo de diretor-financeiro da quadrilha do Mensalão. Em 2005, o escândalo explodiu.

    O primeiro depoimento na CPI dos Correios tornou nacionalmente conhecida a figura a quem Lula se referia como “nosso Delúbio”. A voz pastosa de quem comeu arroz com Lexotan, o olhar sem luz que só boladas em dólares iluminam, o sorriso cínico dos que se acham condenados à perpétua impunidade ─ o discurso e a estampa compunham o retrato de um PT envilecido pela revogação dos valores morais. O depoente só abriu a boca para contar mentiras. Batizar a roubalheira imensa de “recursos não contabilizados”, por exemplo.

    Em outubro de 2005, ao festejar o 50° aniversário numa fazenda em Goiás, o gerente financeiro do bando esbanjava tranquilidade. “Não é hora de falar, e sim de esperar o tempo passar”, disse ao repórter do Estadão. “E aí ficará provado que eu não errei”. Caprichando na pose de inocente, culpou a imprensa e os adversários. “O PT não usou dinheiro público, como fizeram os outros partidos, quando estavam no governo. Nós fizemos diferente do PFL e do PSDB. Usamos dinheiro de empréstimos privados de um empresário para fazer pagamentos de campanha e deu a confusão que deu”.

    Fez duas previsões. Depois de admitir que o PT dificilmente deixaria de expulsá-lo, avisou que não demoraria a voltar sob os aplausos dos companheiros. Acertou. Depois de repetir que o Mensalão não existiu, fez a segunda aposta: “Nós seremos vitoriosos, não só na Justiça, mas no processo político. É só ter calma. Em três ou quatro anos, tudo será esclarecido e esquecido, e acabará virando piada de salão”. Errou feio. O que virou piada foi o palavrório forjado pelos delinquentes para escapar da cadeia.

    No momento, é improvável que Delúbio Soares esteja pensando em comemorações. Se resolver festejar o aniversário, corre o risco de ouvir o Parabéns a Você entoado por meia dúzia de parentes. Nem os velhos comparsas vão querer apagar velinhas ao lado do companheiro que, em outubro, já será mais um corrupto condenado pelo Supremo.

    Voltar para a home
    TAGs:

    Comentários

    Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

    Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

    *

    1. Paulo Amendola

      Cesar Benjamin – Um menino que participou de ações da esquerda; um brasileiro idealista, íntegro e com coragem moral suficiente para lhe permitir ser absolutamente franco quando na saída do PT; projetou na sua franqueza o que ocorreria e que, em verdade, ocorreu. E assinou em baixo: que o diga “O ôvo da serpente”.

    2. Diogo

      Só que nós esquecemos que a maior piada nacional é o STF.

    3. Carlos Eduardo Krass

      Aconteceu o que disse que aconteceria, quem não lembra? O mensalão ficará conhecido como piada de salão.E é isso mesmo: uma piada de salão. Piada de ministros do STF, que não entenderam bem aquele momento. Como pode ter ficado só Katia Rabelo e Marcos Valério na prisão,se toda a camarilha está fora da cadeia? Aliás, aproveitando, gostaríamos de propor Marco Aurélio Mello para concorrer ao HSV de março, pelo brilhante voto a favor da “contratação” daquele procurador como ministro da justiça, em flagrante releitura da vedação expressa contida na Constituição de 1988. Muita retórica, zero de resultados.

    4. verdade

      Bendito sejam aqueles da imprensa e dos nossos tribunais que se esforçam em trazer a luz o sinismo e hipocrisia daqueles que se apoderaram na nossa nação e oxalá consigamos tê-la de volta e como um bonus ver a justiça aplicada a aqueles que ludibriaram a nação servindo penas de prisão classificados como bandidos criminosos que sempre foram.

    5. NONSENSE

      A retrospectiva é ótima para que se tenha uma exata noção do que hoje representa o STF em termos de estímulo à impunidade. O STF é nefasto, um tribunal que se não existisse não faria falta alguma, o que seria uma dádiva ao Direito. Delúbio só errou quando disse que tudo terminaria em piada de salão. Terminou em piada de tribunal. E o STF se superou para se tornar a piada que hoje é.

    6. Tesoura neles

      Diego, o post é de 2012. Foi condenado e já perdoado.

      Perto de Vaccari, pelo sabido até agora, Delúbio é quase um anjo.

    7. reginaldo

      É asqueroso! É vergonhoso! Um sujeito que há pouco foi condenado pela participação no Mensalão, na época, considerado o maior esquema de corrupção do país, superado hoje, pelo Petrolão, teve o resto da pena perdoada. Isso é um escracho! É mais um tapa na cara da população honesta do país. Até quando teremos que aturar coisas desse tipo? Até quando seremos submetidos a esse tipo de vergonha por esses achacadores?

    8. DIROFF

      E ainda tem gente que diz que o STF é sério. No julgamento do mensalão, o único foi o Marcos Valério condenado a 40 anos e a do banco rural Cátia Abreu, acho. O resto , TUDO INOCENTE e rico com o dinheiro roubado. E viva o Brasil !!!

    9. Diego de Lareina

      “…já será mais um corrupto condenado pelo Supremo.” Como assim? Há chance real de Delúbio voltar a ser condenado?

    10. Traição

      Augusto Nunes traz, excelente lembrança (mais uma vez) de César Benjamin.Eis a trajetória do desvio de rota, da farsa e do lamaçal. .A saída de Delúbio é a demonstração que a oligarquia faz as leis, mas não as cumpre e que estamos vivendo em dois Brasis o real e o oficial.Vou torcer para César Benjamin ser entrevistado no Roda Viva.
      César Benjamin foi vice de Heloisa Helena que em comício no Rio de Janeiro no calor da campanha fez declarações duríssimas: é so pesquisar no site Globo eleições 2006, as declarações da ex senadora em 20 de setembro de 2006, muito do que a Operação Lava A Jato expõe ela denunciava quem é o “pai”.

    11. SILVIO

      vamos ter que dar razão ao delúbio ? acabou em piada mesmo ?

    12. SILVIO

      pô, mas esse idiota não aprendeu nada mesmo !

    13. Ademir

      … É interminável as origens/fontes da ladroeira dessa turba….

    14. Monteiro

      Agora ficamos esperando o perdão, indulto ou seja lá o que for para os outros condenados. SE não sair é mais uma prova que os chefes da quadrilha só querem saber dos discípulos mais chegados para salvar. Quem os ajudou na roubalheira esquecem. Típico de bandidos.

    15. Bakunin

      Millôr foi realista e profético, sobre as indenizações aos ‘perseguidos da ditadura': fizeram um bom investimento! Estão querendo provocar uma nova ditadura para novas indenizações ‘por perseguição política pior que a da ditadura’, que provocaram e da qual se beneficiaram.

    16. tonto

      Bom dia, Augusto.

      Feliz 13 de março para o Brasil!

      Quando o ‘delubrio’ disse que o circo do julgamento mensalão iria virar PIADA de (men)SALÃO, ele sabia o stf que tinha…

    17. piconze

      Irmão Augusto, tudo se resume numa só palavra VERGONHA.
      Beijão.

    18. Betho Lins

      Até hoje ninguém percebeu que quando Delúbio disse esta assertiva sobre o Mensalão: “Em três ou quatro anos, tudo será esclarecido e esquecido, e acabará virando piada de salão”.
      Naquela época ninguém imaginava que já rolava o “Petrolão” e outros escândalos ainda maiores. Observando hoje o que rola na Lava Jato e comparando-se ao Mensalão, realmente aquilo não passa de uma piada.

    19. Ferreira Pena

      Esse é o Brasil dos vermelhos desvergonhados, uma quadrilha a comandar o governo.

    20. Diogo

      Bem que o Delúbio falou que o mensalão iria acabar como uma piada de salão e não é que acabou assim mesmo?

    21. Davi Silva

      Não resta dúvida. O Brasil está sendo governado por uma organização criminosa.

    22. Nelson

      Líder Político ou de QUADRILHA?????

      O Supremo com a ajuda da Dilma, perdoou os mensaleiros João Paulo Cunha, Delúbio Soares e logo outros mais. Numa investigação pra lá de vagabunda, descobriu-se que o roubo impetrado por esses “LÍDERES POLÍTICOS” em favor de partidos e políticos vagabundos, atingiu cifras bem robustas, beirando $400 milhões de reais, dando a entender que, se você é político poderá roubar a vontade, por que sempre haverá autoridades de plantão para minimizar seus delitos.
      O Lula que foi e ainda é chefe de toda essa quadrilha aí exposta, já desponta como responsável pelo Petrolão, cujos desvios não são de Milhões, mas sim de BILHÕES. Uma devastação financeira tão ecatombiana que levou o país à uma brutal recessão, atingindo milhares de empresas país a fora, inclusive a mãe de todas, a Petrobrás. Para muitos, partes de suas próprias carnes. Para outros, uma empresa mal gerida, cabide de emprego e produtora de gasolina, diesel e derivados de péssima qualidade, dos quais, o diesel que, por muitos anos, envenenou os inocentes brasileiros, afinal é uma estatal e orgulho dos brasileiros atrasados.
      Mas, voltemos ao indivíduo que, as oposições e alguns luminares jurídicos contestam o PODER DA JUSTIÇA EM PRENDÊ-LO, pois é um “LÍDER POLÍTICO”. Uma defesa vergonhosa à um meliante que prejudicou milhares de famílias da Bancoop, desviando para sua campanha eleitoral recursos da cooperativa, levando-a à falência e desprezando famílias que perderam suas economias e sonhos e ainda levando vantagem, entre as quais, um TRIPLEX.
      Espero que esta juíza cumpra com sua obrigação e aplique a justiça, com os devidos rigores da lei, e obrigue LULA e o PT à ressarcir os prejuízos devidamente corrigidos aos milhares de mutuários enganados por este LÍDER e sua QUADRILHA.

      13/3, vamos à luta na rua!!!!!

    23. Sergio Dias

      E o bicho peçonhento acha q vai virar herói se for preso. Mas herói ñ é quem pratica atos de heroísmo, benevolência, atos q denotam elevação de caráter??? Assaltar os cofres públicos, enriquecer ilicitamente, saquear um pais inteiro com amigos empreiteiros, mentir, enganar, manipular, jogar a própria família na ratoeira do crime, agora é heroísmo ???? Pelo q se desenha, pela ótica doente e deturpada do PT, sim. Enquanto o pais se esvai no ralo da corrupção, incompetência, atraso, etc, a única coisa q a Dona, desesperada, tenta fazer inutilmente, é reter por entre os dedos a lama desse desgoverno e seus colaboradores, q se espalha cada vez mais e mais.

    24. Luiz Roberto

      Por gentileza, em off:
      Salve, Augusto!
      Falando em mensalão, me espantei com a preciosidade deste vídeo que só vim a assistir hoje, via Facebook. Três minutos explicam tudo, como e por quê, chegamos ao ponto em que estamos. Vale reprise – em matéria especial na própria coluna –, dado o momento.
      A propósito, parabéns pela coragem em peitar o presidente, olhos nos olhos, no auge de sua arrogância!
      Saudoso abraço, amigão!
      PS: Não sei se você lembra, pedi autorização (ainda no ano passado) para entrar em contato por e-mail. Muita coisa aconteceu, e pretendo fazê-lo neste final de semana: é importante para mim. Novo abraço.
      https://youtu.be/d8gCYJ39itY

      Obrigado pela lembrança, amigo. abração

    25. Textículos do Jota (ES)

      Lá pelos idos 2001/2002, gênese da atual “crise política”, lembro-me que um luloólatra me perguntou: “Qual é o problema de um sujeito que defende o seu emprego e o seu salário ser eleito?”. Lembro-me como se fosse hoje. Respondi-lhe que se um baderneiro profissional fosse eleito iria dar muito “trabalho” para a polícia. Dito e feito. Hoje, de todos os “trabalhos” que o principal beneficiário da maior roubalheira jamais vista na história e em lugar algum está dando ao Brasil não é o de desempregar e empobrecer o país, jogar brasileiros contra brasileiros, estimular a cultura do ódio “de classes”, e o que é pior, de ter criado uma gigantesca organização criminosa. O maior “trabalho” que o “ex-presidento” da republiqueta sindicalista dos “acarajés”, “pixulecos”, “valeriodutos” e “aloprados” está dando ao funcionário público que leva a sério as suas obrigações é o receio de cometer o crime de prevaricação, que se configura quando o agente retarda ou deixa de praticar as suas obrigações legais, permitindo que um vigarista permaneça livre, leve e louco. A pena prevista para o crime de prevaricação é de detenção de três meses a um ano, e multa. A fundamentação está no artigo 319 do Código Penal. Existem dezenas e dezenas de “delúbios” na fila da Operação Lava-Jato aguardando prisão, processo, julgamento, etc, etc. Dirceu retornou para a cadeia. Delúbio, Genoino e João Paulo Cunha podem voltar. Haja trabalho para a polícia! Defender o meu emprego e o meu salário é manter bandidos atrás das grades. Pilantras devem ser tratados única e exclusivamente como caso de polícia.

    26. Bartolomeu Silva

      Nunca vi ela perdoar um ladrão de galinhas. Ladrão do povão pode ficar onde está. Indulto só para elite do partido. Se identificam com o povão, mas só na hora de pedir o voto e para por aí. Ela está perdoando gente do próprio partido, já perderam completamente a vergonha, nem Collor chegou a tanto.

    27. toninho malvadeza

      Onde quer que vá,será sempre chamado de mensaleiro,corrupto e ladrão do PT.
      Se a lava jato procurar direitinho é capaz de encontrar as digitais do bandido no petrolão também.

    28. wilson1

      Pois é, graças principalmente alguns ministros do STF a quadrilha política está aí numa boa, mas os não políticos Marcos Valério e a Presidente do banco Rural, acho que Katia Abreu, estão pagando as penas. Não, eu não propugno que estes dois não paguem, mas, sim, que aqueles, principalmente o Delúbio, fossem soltos.

    29. tutti

      Não indultei e não perdoei Delùbio Soares, José Genoíno e outros criminosos do Mensalão. Nem o povo brasileiro, menos ainda os pobres.

    30. Sigam o DINHEIRO !

      Patriota Augusto,
      Um governante que afrouxa as leis para beneficiar os membros de seu partido é INDIGNO!
      Esse descalabro tem uma justificativa, movimentação de contas especiais no exterior, não tem nada ver com bom comportamento!
      Se a polícia federal monitorar esses bandidos descobrirá onde está escondido o resto do dinheiro do MENSALÃO !
      Vou vomitar, me sinto muito mal, não me desculpem , sou patriota também !

    31. J.B.CRUZ

      Que Biografia!!
      —————
      No RAIO -X de corpo inteiro da MORAL,ÉTICA E CARÁTER de Delúbio Soares, revela-se também a de lula..
      Grande AUGUSTO NUNES, só você para descobrir essas minúcias de quem se porta e se portou por tanto tempo,enganando até intelectuais distraídos..

    32. Leonardo X

      Artigo antológico, meu velho amigo Augusto Nunes, jornalista que escreve como um escritor e escritor destemido que investiga os fatos e expõe as entranhas
      com a elegância requerida pela literatura.
      Mas “o retrato de um PT envilecido” é, na verdade, um
      negativo revelado de sua fotografia. O PT não envelheceu nem se envileceu. Ele, apenas, foi desmascarado. Assim
      como seu líder supremo e inconteste. Uma caricatura que
      a maquiagem dos vigaristas, artistas, intelectuais, padres e professores da escola de cafajestes políticos chamada marxismo.

    33. Sean Jaegar

      Entende-se tudo agora em relação ao mensalão. Em um diálogo imaginário, que poderia ser ou que foi real, os chefes da quadrilha falaram o seguinte: Você vai preso, fica quietinho e cumpre a pena, coisa assim de uns 2 ou 3 anos. Em algum momento damos um indulto, vocês são soltos e zeramos o prontuário. Além disto, separamos uma quantidade de dinheiro para que vocês e seus filhos vivam confortavelmente até o fim de suas vidas. Não vale o sacrifício de saber que este desconforto será muito bem recompensado mais tarde? Que tal? E assim la nave va…

    34. Amilcar

      Há tempos venho dizendo, tem que prender os três poderes,
      Executivo, Legislativo e Judiciário, se tivessem feito
      isso o Executivo e o Judiciário não teriam livrado a cara
      do Delubio Soares, embora o Legislativo não tenha nada
      com isso, deveria estar preso também pelo que eles sabem
      que fizeram.

    35. fernando

      sr. augusto nunes de vez em quando tento ler suas colunas mas elas sempre se repetem, lula e o pt, lula e o pt.

      E vai ser assim até que o Brasil se livre da quadrilha.

    36. Marcos

      Augusto precisa por a Justica para investigar essa revelacao que a Cut vem desviando dinheiro do Fat para o PT. Isso é gravissimo.

    37. Oswaldo

      Nunca o “Cezinha” (lembro dele sim…na minha juventude…era incensado em verso e prosa…)veio a público denunciar a roubalheira petista abertamente. A omerta da esquerda saiu cara ao país… Né, FHC? Né, Serra? Né, Gabeira? Né, Heloísa Helena? Né, Aécio? Né, etc. etc.?

    38. Andre

      ” E pelo respeitu qui eu tenhu pelo povu brazilero, eu me renuncio”

      Dillma Roskoff, dizendo em Dillmês Búlgaro, a frase mais esperada do milênio

    39. ronaldo

      O STF JAMAIS deveria ser uma corte penal, 1° por causa do óbvio conflito de interesse entre ministros indicados politicamente e 2° porque eles não tem experiência na área, e nem deveria ser essa uma função deles, o STF deveria se ocupar exclusivamente sobre a legalidade de leis aprovados frente a constituição.

      Essa é uma das coisas que precisamos refundar no Brasil, porque entra governo sai governo, sai ditadura e o escambau mas o poder judiciário nunca sofre reformas, o clamor popular sempre mira em cima do executivo e um pouco no legislativo.

    40. Rue des Sablons

      E a oposição frouxa e ausente foi contrária ao pedido de prisão preventiva do Lula – Aécio e o tal de Cássio Lima, notadamente.
      Ora, Lula estava envolvido com a gang que é acusada de ter matado o Celso Daniel (tanto que sofreu chantagem e pagou caro pelo silêncio); Lula é o chefe da gang que através da corrupção destruiu a Petrobras, que deu golpe em milhares de famílias no caso Bancoop, que ameaça botar o exército do Stedile nas ruas sempre que se sente sob pressão da justiça. Mas ele não é uma ameaça à nossa paz – foi o que entenderam os dois gênios da oposição imprestável que atende pelo nome de PSDB.

    41. Sistema de Trapaça Federal (stf)

      As leis são o que os tribunais dizem que são! Vejam a sarjeta que o stf jogou o Brasil! O que fizeram da nossa constituição? Um esgoto político-jurídico!

      Esse foro privilegiado é a forma mais tacanha de repartir a grana ROUBADA!

    42. maria-maria

      Quem tem madrinha poderosa não pode ser condenado e, se o for, livra-se por um indulto qualquer providenciado pela chefa da quadrilha. Tanto trabalho, tanta juntada de documentos comprobatórios, tanto desgaste do ministro Barbosa para, por uma canetada imoral, livrarem-se todos os bandidos.

    43. Manuel Antonio Fialho

      Convenhamos, alguém com algum discernimento e experiência de vida, pode esperar algo diferente dessa máfia sindicaleira. Por coincidência eu foi vizinho de dois sindicatos. Me impressionava a ostentação da ” classe trabalhadora’. Fat. Fundos de pensão, Ongs e outros meios na mão deles, alguém espera coisa honesta. Convenhamos a lei de Murph não falha ” de onde menos se espera daí mesmo é que não sai nada”

    44. ed

      Professor,
      perdoe o tom, mas isto é de fechar o supremo e jogar fora a chave das salas. Mas isto já estava combinado…

    45. Angela

      Graças ao decano Celso de Mello, Ministro do STF, que veio com aquela história dos “Embargos Infringentes”. Caso contrário, pegariam muitos anos mais nas sentenças, por formação de quadrilha. Aí, não haveria chance de indulto pra nenhum desses sem-vergonhas do Mensalão que fizeram escola. Olha aí o Petrolão!!! É a mesma patota, todos petralhas!!!!!

    46. SUELI

      Nossa, essa compilação de tudo o que se passou é impressionante. Mais chocante ainda é saber que os “companheiros” se aperfeiçoaram nessa arte. Mas, felizmente, a operação Lava Jato está aí para desbancar todos esses corruptos e outros que, porventura, tenham essa aptidão, a pensarem muito antes de se envolverem e acreditarem que ficarão impunes.

    47. brasileirinho

      E uma vergonhosa impunidade!
      Partido dos Trambiqueiros na presidência e no sUPREMO tRIBUNAL fEDERAL contaminado, não se podia esperar nada diferente!
      Quem sabe, teremos em 14 de julho de 2016, a repetição do da Queda da Bastilha brasileira.

    48. SidneyCWB

      Acertou as duas hem? O cara sabe do que é feita nossa justiça para quem é político!!! Só ficaram presos os idiotas que prestaram serviços sujos aos políticos…. É, esse país já era!!! Quem puder que saia daqui!!!

    49. RONALDE

      Marcelo Odebrecht é novo, talvez ele esteja esperançoso de um indulto.De quem?

    50. JLeParc

      Falou-se muito que a decisão dos juízes de São Paulo foram precipitados e arrogantes etc. e que isso só viria a contribuir com mais ódio e confrontos. Muito bem. Aí vem esse m….desse Barroso e autoriza o perdão a dois larápios do calibre de João Paulo e Delúbio. Quando acontecer o que aconteceu com Mussolini na Itália, vão culpar as zelites…………