Blogs e Colunistas

19/03/2012

às 18:51 \ Direto ao Ponto

Collor confirma: o Brasil mudou para pior

Em junho de 1992, quando se soube que um Fiat Elba a serviço da Casa da Dinda fora comprado com um cheque assinado por Paulo Cesar Farias, Fernando Collor começou a deixar de ser presidente. Era dinheiro da quadrilha gerenciada pelo notório PC, tesoureiro das campanhas do chefe de governo. Neste março, soube-se que o senador Fernando Collor poderia ter comprado 11 Fiat Elba-92 com os R$ 69.694,73 que torrou em janeiro e fevereiro (veja reportagem na seção O País Quer Saber).

O dinheiro foi desviado da “verba indenizatória” distribuída mensalmente pelo Senado, sempre sob o patrocínio involuntário dos pagadores de impostos. Para justificar a gastança, Collor apresentou notas fiscais emitidas por um posto de gasolina e um restaurante cuja especialidade é marmita. Os dois estabelecimentos comerciais funcionam em Brasília. Liberado pelo recesso parlamentar, o senador passou os dois meses gastando em outras freguesias.

Passados 20 anos, Fernando Collor continua o mesmo. Diferente ficou o Brasil. No inverno de 1992, o PT reagiu histericamente à deliquência protagonizada pelo inimigo. No verão de 2012, a seita lulopetista estendeu ao parceiro da bancada do cangaço  ─ à vontade na Casa do Espanto desde o discurso de estreia, como registra o post na seção Vale Reprise ─  a rede de proteção que cobre todos os prontuários companheiros. O senador por Alagoas é um dos recentes amigos de infância do chefe. E virou conselheiro da presidente. Os três se merecem.

O mantra recitado pelo rebanho de devotos faz sentido: depois de nove anos de governo Lula-Dilma, o país mudou. Mudou para pior. Com o apoio militante do PT e da base alugada, entre outras práticas repulsivas, foi institucionalizada a corrupção impune. E o Brasil ficou bem mais cafajeste.

Share

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

121 Comentários

  • comunizado pelo PT

    -

    3/1/2013 às 22:42

    Elle foi derrubado da presidência, principalmente, pelo PT seu inimigo na época, hoje, lambe o traseiro de petistas. Como presidente confiscou o dinheiro dos brasileiros comuns…naquela época mandou recolher milhares de automóveis do governo com a intenção de ser austero no uso do dinheiro público. O seu tesoureiro foi acusado de caixa 2 com míseros 5 milhões de dólares no Uruguai. Elle deve pensar o seguinte: os petralhas são muito melhores e merecem ser bajulados, porque desviaram BILHÕES e ainda, não devolveram aos cofres públicos, nada!!!! O seu maior erro na vida foi não ser petista. DEZ ANOS no poder, os petistas colocam propaganda paga com dinheiro público nas TVs sobre a redução de tarifas de energia, se dando ao cruel requinte de afirmar na mesma propaganda que o BRASIL tem uma das maiores tarifas de energia do mundo. Pior, o governador da Cabralândia confederada, ao mesmo tempo da propaganda petista, anuncia aumento de 15% em dezembro/2012. Elle foi um presidente-burro mesmo…

  • custódio

    -

    26/3/2012 às 14:56

    Usando o discurso do collor é apelação…

    Não fale mal do amigo do chefe, imbecil. Você vai acabar expulso do rebanho.

  • Degas

    -

    23/3/2012 às 22:39

    No Brasil onde a ladroagem tem forum privilegiado, os cartões corporativos usados com o dinheiro do povo não tem prestações de contas Color foi um arrogante aprendiz de corrupto. A oposição silencia esperando sua vez de ir ao saque. Preparem-se para o Brasil repetir a Grécia, a Itália , a Europa Latina corrupta, falida e sem vergonha na cara.

  • gaúcho

    -

    22/3/2012 às 18:19

    ehehe esse olhar “44″ que assustou ao até calejado Pedro Simon…

  • Luiz de Almeida

    -

    21/3/2012 às 14:29

    Quem vê Collor percebe o olhar de psicopata, de sempre.

  • Think tank

    -

    21/3/2012 às 12:16

    Se antes com Elba dava impeachment por causa de escaramuça entre as gangues, hoje todos coadunados, o MENSALÃO-2005 após 6 anos de embromação do STF, nenhum pio do PSDB/DEM, nem “caras manipuladas”.
    O que prova que a farsa e o modelo de assalto aos nossos impostos e a impunidade atingiu o clímax.
    Não daria diante desta postura impeachment do STF?

  • Think tank

    -

    21/3/2012 às 12:12

    Se antes com Elba dava impeachment, hoje, o MENSALÃO-2005 após 6 anos de embromação do STF, nenhum pio do PSDB/DEM, nem “caras manipuladas”.
    O que prova que a farsa e o modelo de assalto aos nossos impostos e a impunidade atingiu o clímax.
    Não daria diante desta postura impeachment do STF?

  • Le Prevost

    -

    21/3/2012 às 10:46

    …E a alegria do blog é o PaTeta François Cabral. Pena que além de hilário ele também seja ridículo. E não sabe escrever, apenas se mete a tentar imitar o povo civilizado do blog de nosso Augusto escriba, que nunca fugiu da escola…

  • claudecir

    -

    21/3/2012 às 9:39

    Para a grande maioria dos brasileiros Dilma-Lula é so alegria.

    Para o Collor, pelo menos, é mesmo.

  • Leonardo X, na Resistência

    -

    21/3/2012 às 4:46

    Prezado Augusto, como daqui nada vem, o jeito é esperar algo do além. O Papa João Paulo II visitou o Brasil e logo depois Collor foi engrossar a colônia brazuca em Miami. Vem aí a visita do Papa Bento XVI. Quem sabe esse milagre nos favoreça com um bis. Bis! Bravo! Bis!

  • François Cabral

    -

    21/3/2012 às 0:32

    Acho que você é um tanto quanto pertubado…

    “Pertubado”. Não sei o que é isso.

  • Reaça

    -

    20/3/2012 às 23:41

    Esse homem continua sendo a alegria dos fotógrafos…

  • mrbooz

    -

    20/3/2012 às 21:55

    “:depois de nove anos de governo Lula-Dilma, o país mudou. Mudou para pior. Com o apoio militante do PT e da base alugada, entre outras práticas repulsivas, foi institucionalizada a corrupção impune. E o Brasil ficou bem mais cafajeste”.
    Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha, Augusto.Bão toda vida.E essa foto para ilustrar, então…Mais bão ainda.

  • Paulo Bomfim

    -

    20/3/2012 às 21:24

    Augusto, quanto tempo!!!
    Dei uma desaparecida por causa da faculdade e da namorada, hehe. Mas voltei aqui hoje. Não para falar sobre o post, porque um país que reelege esse cara não pode saber o que é melhorar, mas sobre o circo que virou a Lei Geral da Copa, mais especificamente, a liberação do álcool.
    Hoje, nossos velhos coleguinhas do Congresso resolveram deixar pra lá esse assunto: segundo o site de Veja, um acordo retirou a menção a álcool do texto. O que isso significa? Que os estados terão de se virar e enfrentar a Fifa.
    E qual é o problema?
    É o seguinte: nós nascemos ontem? Não nunca vimos a Fifa realizar uma Copa?
    Todos vimos e ouvimos alemães e sul-africanos reclamando dos excessos da Fifa na intervenção nesses países (só vou falar deles porque não me lembro da preparação das anteriores, hehe). Mas, me pergunto, será que algum deles teve de modificar leis? Ou será que eles chegaram na Fifa e disseram: “seguinte, vocês tem exigências e nós temos leis; primeiro elas, depois vocês”? Não tenho como saber. Mas não enxergo alemão nenhum aceitando que uma entidade que só perde em corrupção para o Senado brazuca, hehe, dê as cartas no país. Pelo menos não na forma que ocorre aqui.
    Abração, Augusto.
    PS: agora, vou te encher o saco no post do Carlos Brickmann, sobre os crucifixos.

    Salve, amigo! Senti a falta doas comentários. abração

  • juscelino

    -

    20/3/2012 às 20:23

    AQUELE DITADO É CERTO..NEM TUDO ESTÃ TÃO RUIM AO PONTO DE NÃO PODER PIORAR..NA POLITICA ..LHA DO BRASIL O FUNDO DA LATRINA NUNCA É ALCANÇADO…

  • GRAZINA

    -

    20/3/2012 às 20:19

    Marta das 14:55- Como diz um refrão de uma poesía de Gonsalves Dias : Ó criança, jamais veras um país como este. Pois é Marta, agora digo Eu : Jamais veras um corrupto Petralha na Cadéia.

  • Paulo

    -

    20/3/2012 às 20:13

    Recebi um e-mail que está denunciando por intermédio de um blog, uma pessoa Pública.
    Eu acho de grande importância que tudo seja esclarecido com uma matéria.
    Este é o blog – http://oditadordocomercio.blogspot.com.br/

  • Alexandre Minas Gerais

    -

    20/3/2012 às 19:24

    Esse PT é um engodo!! Que morra abraçado a Collor, Renan (coitada de Alagoas, cuja pobreza é nefasta), Sarney (a múmia), Crivela, etcaterva!!!

  • A durona agora é CHORONA

    -

    20/3/2012 às 19:23

    … Foi o lula quem tirou o collor do ostracismo……

  • Chico

    -

    20/3/2012 às 19:11

    SERRA É O FUTURO PREFEITO!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Chico

    -

    20/3/2012 às 18:56

    Pesquisa mostra que uso de banda larga móvel dobrou no país

    viva FHC!

  • J.Torres

    -

    20/3/2012 às 18:34

    Caríssimo Augusto, por ser esse post *off topic* em relação ao assunto, deixo a seu critério exclusivo a publicação do mesmo (de minha parte não há necessidade). Refere-se ao post do colega Ricardo Kput, sobre a prova da Mackenzie. Como você mencionou que pretende escrever sobre isso, segue aqui mais uma referência contra essa história de que os EUA nunca foram atacados em seu solo. Durante a II Guerra, os japoneses enviaram milhares de bombas, carregadas por balões, denominadas FUGOS, visando ao ataque da costa oeste dos EUA, sendo que várias foram também para o Canadá, e até ao México. Esse fato até hoje por incrível que pareça, é nebuloso, e consta que ainda existem várias perdidas em florestas e montanhas. Causaram vários danos materiais. Na internet devem existir algumas fontes, talvez não muitas. Aqui em minha biblioteca tenho um livro sobre isso, com várias fotos, e detalhes da construção dos balões.
    Ou seja, além da imbecilidade ideológica que permeia a citada questão da prova, ainda resta a ignorância de fatos históricos. A Mackenzie de fato, já teve seus dias.
    Grande abraço, continue.

    Obrigado, amigo. abração

  • Marco Gaúcho

    -

    20/3/2012 às 18:25

    Chê, discordo.

    O Brasil ficou muito melhor. Veja o caso Collor. Esse era amador. Um reles trambiqueiro com o cacoete de gritar com seus puxasacos. Na era Lula-Dilma o país se profissionalizou. Hoje temos “consultores” profissionais. Lobistas dispostos a cobrir qualquer oferta na compra de parlamentares. No tempo do Collor tinha muito parlamentar puritano. Hoje não. Eles se valorizaram, subiram seu preço e deixaram de receber as migalhas de 10-12 por cento. Hoje é na base do 50 % ou mais – “…sem levar metade eu não assino…” é por aí a coisa.

    Então não venha dizer que o Brasil ficou pior. Melhorou muito…(prá elles).

    Antes era buchada de bode na mesa; hoje é picanha de boi no espeto.
    Antes era cachaça quente; hoje é vinho de safra especial.
    Antes no máximo era um talquinho avon no sovaco; hoje é cabelo implantado, teta aumentada, cara repuxada, pescoço lustroso…um luxo…

    Melhorou ou não ??

  • ana soriano

    -

    20/3/2012 às 18:08

    A única vez que anulei meu voto foi quando tinha que escolher entre Collor e Lula.
    São os piores presidentes que estepaiz já teve a infelicidade de conhecer.

  • james

    -

    20/3/2012 às 17:29

    Olha bem as fotos do cara (Collor). cara de doidão…

  • justice

    -

    20/3/2012 às 17:12

    Está escrito que o mal só se enfrenta com o mal. E para o bem dos bons, se aniquilam.
    Collor, defenestrado pelo pt, dar “conselhos” ao pt governo , de duas uma, está ironizando ou perdeu a memória.

  • GRAZINA

    -

    20/3/2012 às 16:57

    Cruz Credo, o HOME tem CARA DE LOUCO. Também parece não ter Brío próprio, depois de ser tirado da presidência de maneira humilhante, talvez injusta, pelos que diziam na hora da votação: pelo bem do brasíl, pela moral na política, etc.etc. e hoje esse mesmo senhor, senador da República, se junta aos seus DETRATORES, como se nada tivesse acontecido. Seus julgadores a maioria corruptos incorrigíveis, descarados,um governo que já praticou muito mais escândalos do que os da CASA DA DINDA, continua impune, só os BLOGS denunciam, o resto da imprênsa parece comprada. È triste senhor Collor de Mello para, um ex eleitor seu(Para presidente, jamais votaria no PT, em LULA), vê-lo hoje como conselheiro do PT.

  • antonio

    -

    20/3/2012 às 16:53

    O BNRASIL FICOU PIOR.

  • Neli Faria

    -

    20/3/2012 às 16:47

    Mas se o PT fosse oposição o Lula teria se esborrachado no Mensalão.

  • Sem pano pras mangas

    -

    20/3/2012 às 16:43

    Foi esse que começou a liberação da importação de tecido, que deixou Americana sem fábricas, eu tive uma´fábrica de tecido durante 25 anos e tive que fechar depois que o molusco foi na CHINA dizer que lá era uma economia de mercado e nós uma economia de falidos.

  • valenti

    -

    20/3/2012 às 16:10

    A TRANSPARÊNCIA DOS GOVERNOS PETISTAS …

    Verdade. Hoje a turma rouba sem disfarçar.

  • Ricardo Kput

    -

    20/3/2012 às 16:03

    Caro Augusto, há muito tenho percebido o lamentável alinhamento ideológico, persistente em escrever uma história segundo o viés para si conveniente, que tem permeado os vestibulares brasileiros. No entanto, a universidade Mackenzie, contradizendo sua própria história, propôs no último vestibular, em sua questão de número 52, encontrada no caderno de história, o seguinte:
    “Atacar não significa apenas assaltar cidades muradas ou golpear um exército em ordem de batalha, deve
    também incluir o ato de assaltar o inimigo no seu equilíbrio mental.”
    Sun Tzu- Ping- fa, A Arte da Guerra, séc. IV a.C.

    A respeito do atentado terrorista, ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, e as consequências desse episódio para as relações geopolíticas internacionais no século XXI, é correto afirmar que:

    d-) ataque sofrido pelos EUA em 2001 tem RELAÇÃO DIRETA com a atuação política norte- americana no Oriente Médio, que sempre visou atender aos interesses econômicos americanos na região, e resultou no aumento da insegurança junto à sociedade americana, JAMAIS atacada anteriormente em seu próprio território.

    Pois bem Augusto, o despropósito visto acima veio duma universidade presbiteriana, fundada por um americano nato: George Whitehill Chamberlain. No entanto, o que mais me encomoda é o fato da banca examinadora ignorar que em 26 de Fevereiro de 1993, às 12h17min, um caminhão Ryder carregado com 682 quilogramas de dinamite plantado por Ramzi Yousef explodiu na garagem do complexo, mais precisamente no canto sudeste do subsolo da Torre Norte, matando 6 pessoas, causando pânico em outras milhares e abrindo um buraco de 30m de profundidade (equivalente a 4 andares) no concreto das torres, causando um prejuízo de 300 milhões de dólares à seguradora. Assim a tese de que a sociedade americana JAMAIS teria sido atacada anteriormente em seu próprio território, fica em absoluto prejudicada.
    Ainda falando sobre a lógica “justificadora” deste raciocínio vigarista, disse Reinaldo Azevedo, quando do ataque à escola judaica na frança: “Há leitores concluindo que as crianças pagaram o preço das políticas de Israel. O substrato (i) moral desse tipo de raciocínio é o seguinte: enquanto não se resolver a questão do território palestino, a morte de inocentes é uma consequência óbvia, natural e, no fundo, justificável”.
    Acredito Augusto, que sem nenhum prejuízo podemos flagrar em tal raciocínio a mesma ilação proposta pela banca examinadora com atentado ocorrido em 11 de setembro. Dessa maneira pergunto: Não estaria a Mackenzie pretendendo que eu acredite que os desdobramentos da “política externa norte-americana” seria o responsável DIRETO pelo atentado? Pois ao que me parece é este o alcance. Assim inocentam-se os terroristas, uma vez que o culpado pelos ataques não foram eles, os terroristas sujeitos da ação, mas sim a “política externa norte-americana” que “assaltou a equilíbrio mental” dos sobranceiros da Al Qaeda.
    Visto a oportunidade, gostaria que comentasse, se possível, o que denuncio.
    Grande Abraço.

    Ótimas observações, caro Ricardo. Vou escrever sobre isso. abração

  • Dirck

    -

    20/3/2012 às 16:02

    Manipular a informação é ainda muito pior do que a corrupção…

    Não entendo o que o milicianodirck está dizendo. O rebanho não consegue nem decorar direito a lengalenga dos chefes.

  • Sergio Almeida

    -

    20/3/2012 às 15:48

    Ô Augusto, me explica uma coisa que até hoje não consegui entender: Que negociações ocorreram para que o Collor se transformasse num capacho de apoio ao Lula e ao PT? Ora, não foram os petistas, com seus sindicatos e caras pintadas, que derrubaram o imperador das Alagoas? O cara foi tão humilhado que saiu todo desconcertado pela rampa do Planalto. Ora, todos sabem que a roubalheira ocorrida durante o governo dele nem se compara com a da gestão do Lula e de seus chupins profissionais. O correto não seria que ele pagasse com a mesma moeda? Na verdade, o que foi mesmo que aconteceu? Me mata essa curiosidade.

  • elton moraes campos

    -

    20/3/2012 às 15:25

    q horror .

  • marta

    -

    20/3/2012 às 14:55

    .
    O braziu pós lullllarápio está horroroso de se ver. Para onde quer que se olhe é só sujeira, chantagem, corrupção hereditária.
    .
    Verdadeira HERANÇA MALDITA (e muito bem paga aos amigos da base alugada) em todos os segmentos, a qual levaremos algumas gerações para consertar, depois que todos eles estiverem na cadeia, é claro.
    .
    gente indecente, ignorante, gananciosa, assasina, corrupta, criminosa, cínica e nojenta.

    .

  • Sergio S. Oliveira

    -

    20/3/2012 às 14:51

    Infelizmente, este post contém a mais pura verdade. A que baixo nível nós estamos…

  • Marcia

    -

    20/3/2012 às 13:49

    ACORDA BRASIL! Quem elege neste país vive a base de bolsa…é BOLSA FAMILIA, BOLSA GÁS, BOLSA LEITE e só fazem merda nas urnas! País da desilgualde, racista e acefalo! Quem trabalha com honestidade deixa aos cofres públicos 05 meses de trabalho! ISTO É UMA VERGONHA!

  • luiz

    -

    20/3/2012 às 13:49

    Senhores não tem duvidas.
    A referida dupla deve ter nomes, qual é destes.
    Cafa e Jeste, Estelio e Nataria, Tram e Bique,
    Cô e rupta.

  • Antonio Lyra Filho

    -

    20/3/2012 às 12:12

    Realmente Augusto,o Brasil ficou mais cafajeste.

  • arilson sartorato

    -

    20/3/2012 às 12:08

    OLHEM QUEM ESTÁ AO LADO DO LUNÁTICO PiSCOPATA COLLOR. O COMPARSA RENAM CALHEIROS.

  • Salgado Filho

    -

    20/3/2012 às 11:59

    Alagoas é Brasil?
    Um estado que reelege Collor, que ter sido o caso do PC Farias resolvido daquele jeito, não merece crédito.

  • Sergio

    -

    20/3/2012 às 11:03

    O que ficou bem mais cafajeste é a esgotosfera petista.

  • Le Prevost

    -

    20/3/2012 às 10:57

    Vamos até admitir que o falso caçador de marajás do início da década de 1990, tem alguma lógica naquilo que agora vocifera com sua matraca maldita. Malandramente astuto como ele só, dá uma de esquecidinho daquela história de meter a mão já de cara no dinheiro do povo. Nem Fidel Castro e seus ainda sonhadores revolucionário de Sierra Maestra, segundo afirmou o próprio dinossauro cubano, tiveram a petulância de meter as patas na conta corrente do povo, que é na verdade a extensão do próprio bolso do cidadão. Collor e sua trupe fizeram isso na maior cara-de-pau; a coisa se revelou um tiro na água e começou então a sua derrocada. Teve o apoio do Congresso até para a ação criminosa de confisco da popupança do povão. Tivesse dado em algo positivo para a Nação, e creio eu que a tolerância popular e congressual com suas loucuras e vigarices teria sido um tanto maior. Fracassou, e então deu todos os motivos que os congressistas queriam para apeá-lo do jumentinho. A canalha vermelha do PT fez barulho, latiu à vontade, mas quem de fato depôs o aloprado foram as forças do Bem, ajudadas fortemente por aquela entrevista que seu irmão Pedro Collor deu à revista Veja e pela descoberta do esquema de corrupção comandado por PC Farias. Apenas a cafajestada da época era pintinho perto da hoje. Tanto isto é verdade que nos dias atuais ele está abraçado com os petralhas, todos comendo do mesmo farelo público e ainda por cima de tudo, no mesmo cocho…

  • Siará Grande

    -

    20/3/2012 às 10:53

    E bota pior nisso. Comparado aos ptistas, o Collor não passa de um trombadinha de quinta categoria.

  • Rossini Thales Couto Junior

    -

    20/3/2012 às 10:43

    Caro Augusto:
    Por que será que a Renata, apesar dos foras que leva, ainda continua escrevendo para o seu blog?
    Um abração do amigo de sempre
    Rossini

    Eis aí um mistério profundo, amigo. abração

  • DR DRAUZIO

    -

    20/3/2012 às 10:40

    realmente, o brasil “evoluiu”.
    no tempo do collor, um ou dois milhões compravam-se ministros e juizes do supremo, agora estes valores não compram nem o mais simplorio aspone.
    tanta dinheirama anestesiou os partidos de oposição e hoje a corrida é para ver quem concorda primeiro com o governo mais corrupto da história.
    os tucanos ficam olhando de longe com água na boca de vontade de participar do botim.

  • CONSULTOR PETISTA

    -

    20/3/2012 às 10:26

    Agora pela manha , na abertura do programa na radio globo o Roberto Canazio acertou na veia…. Ao comentar materia de um jornalista do jornal O Dia em que apontava o montante de doações feitas por uma das empresas denunciadas no fantastico.

    3 milhoes em doações para partidos . Mas isto a Globo do fantastico não mencionou. E eu contiou perguntando : Se o empresario paga propina ele paga porque é bonzinho ou prque o extorquem? E acrecento , agora , mais uma pergunta: E a grana da propina vai para quem ? Outra : QUem são as pessoas que recebem e quais partidos são filiadas ? Outra : Quem os colocou nos cargos propicios a cobrar propina ?

  • Nilson

    -

    20/3/2012 às 10:01

    Caro Augusto Nunes, eu adoro quando você responde à altura a estes PeTralhas, como fez ao François Cabral abaixo. Parabéns.

  • Oliver

    -

    20/3/2012 às 10:00

    Melhor guardar para a véspera da estreia, grande Oliver. Aí eles vão ter de explicar a notícia e a gente fica em cima da cambada vários dias. abração

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados