Chuva de dinheiro

“Hoje eu li no jornal uma coisa interessante. Que era muito súbito isso. Muito súbito. Muito súbito, não. Mostra uma grande eficiência”. Dilma Rousseff, nesta terça-feira, durante discurseira no Paraná, explicando que a repentina liberação de R$ 3,7 bilhões é uma prova de que o pior governo da história sabe distribuir verbas federais com muita […]

“Hoje eu li no jornal uma coisa interessante. Que era muito súbito isso. Muito súbito. Muito súbito, não. Mostra uma grande eficiência”.

Dilma Rousseff, nesta terça-feira, durante discurseira no Paraná, explicando que a repentina liberação de R$ 3,7 bilhões é uma prova de que o pior governo da história sabe distribuir verbas federais com muita eficácia quando precisa garantir a coesão e o entusiasmo da base alugada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    RONALDE

    Eficiência encontrada na transposição do São Francisco, nas 6000 creches, nos 800 aeroportos, no leilão que não necessita de leiloeiro, na inflação dentro da meta elevada, no atraso em toda e qualquer obra, no PAC, no escambau.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Alvaro

    Será que ela sabe o que quer dizer súbito???? Ou o João Sacana vai ter que inventar para ela uma versão em dilmês??

    Curtir

  3. Comentado por:

    Sonia A. S.

    “Era muito súbito”? Verbo+advérbio+advérbio – só falta o significado a esta frase estapafúrdia. Quando esta senhora vai resolver contratar um professor que cuide da sua expressão verbal? Quando sair do governo?

    Curtir

  4. Comentado por:

    Tatiana

    Podia sumir subitamente do mapa.

    Curtir

  5. Comentado por:

    franklin coutinho

    Eficiência no atraso, no roubo, na corrupção, na ignorância, no cinismo,na falta de foco aos interesses do pais e na falta de vergonha dos petistas e em seus eleitores mequetrefes.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Roberto Souza

    Súbito deve ser a palavra que ela acaba de aprender em alguma revista de palavras cruzadas para iniciantes, aquelas classificadas como “nível muito fácil” ou “nível para neurônios solitários”.

    Curtir

  7. Comentado por:

    WESAK

    Ela leu no jornal que alguém teve um ataque epiléptico ?!

    Curtir

  8. Comentado por:

    Toninho Malvadeza

    Quando ela for derrotada nas urnas,vai se lembrar dessa data e dizer : Não deu certo…

    Curtir

  9. Comentado por:

    catson aruak

    Sou obrigado a concordar com a vigilante arisca estadista: Súbito é realmente muito interessante.
    Quando se entende o que significa e se usa na construção correta fica muito interessantíssimo.
    Fica uma espécie de dentifrício.
    Bão dimais sô!

    Curtir

  10. Comentado por:

    LUG

    Como de costume, peripaqui no cérebro e na língua.
    Estranhíssimo se subitamente a presidentaaaa desandasse a falar coisa com coisa.

    Curtir