Celso Arnaldo e o Bacalhau à Dilma

PUBLICADO EM 8 DE MARÇO DE 2012 A caminho da Alemanha, o Aerodilma fez uma “parada técnica” no Porto, para que a presidente comesse um supostamente famoso bacalhau gratinado  no restaurante Terra. Deu azar: foi capturada por Celso Arnaldo. “Faço jornalismo gastronômico e não conhecia essa fama que justificaria a escala de um gigantesco Airbus”, […]

PUBLICADO EM 8 DE MARÇO DE 2012

A caminho da Alemanha, o Aerodilma fez uma “parada técnica” no Porto, para que a presidente comesse um supostamente famoso bacalhau gratinado  no restaurante Terra. Deu azar: foi capturada por Celso Arnaldo. “Faço jornalismo gastronômico e não conhecia essa fama que justificaria a escala de um gigantesco Airbus”, intrigou-se o implacável caçador de cretinices na abertura do recado que continua abaixo. (AN)

Após o repasto de toda a comitiva presidencial, o chef chileno da casa tratou de rebatizar o prato para Bacalhau à Dilma. A receita, como se ouve no vídeo anexo, leva grelos. O grelo tenro dá um gostinho todo especial no Bacalhau da Dilma. Ensinam os portugueses: “O grelo é comestível enquanto está tenro. Quando a flor desabrocha o grelo endurece e já não é possível o seu consumo, pois não amolece por muito que se coza”.

Piadas prontas à parte, o Bacalhau à Dilma, pelo menos a porção que ela comeu, é desde já um dos pratos mais caros da história da gastronomia. Pago por nós, é claro.

No vídeo, nossos irmãos lusos também descrevem a complexa operação exigida para a degustação do Bacalhau da Dilma. Segundo a Folha, Dilma custa R$ 42. Não estão incluídas despesas com escalas aéreas.

http://sicnoticias.sapo.pt/skins/sicnot/gfx/jwplayer/player.swf

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Thiago Coimbra

    Caro José J. de Espíndola, inicialmente também achei que a presidente poderia esperar uma horinha pra reabastecer. A autonomia da aeronave, em tese, também suportaria a viagem até Havana. O problema é que as normas de aviação civil impõem algumas restrições. As normas brasileiras, por exemplo, regulam o reabastecimento de aeronaves com passageiros a bordo e determinam que aeronave deve ter autonomia para chegar ao destino, mais o necessário para voar a distância do destino até o aeródromo de alternativa e mais 30 minutos de voo. Não sei se a aeronave em questão tem essa autonomia toda, mas a essas informações se soma o fato de estar uma Chefe de Estado à bordo. Certamente precauções adicionais devem estar previstas em normas sigilosas de segurança nacional.
    Thiago J. M Coimbra – Controlador de Tráfego Aéreo

    Curtir

  2. Comentado por:

    Wake up

    Típico de quadrilha de saqueadores da Nação, gangues que insistem que votos são procuração plena para se servirem e não para administrar em prol do Brasil e brasileiros.
    O problema principal está na ausência de formação moral e estica destes gatunos.
    Remorso então nem pensar, basta observar o lularápio.

    Curtir