A íntegra da entrevista com FHC

Veja a íntegra da conversa entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o colunista. Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4 Parte 5 Parte 6 Parte 7 Parte 8 Parte 9

Veja a íntegra da conversa entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o colunista.

Parte 1

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309eff10b50184?

Parte 2

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309ef5f8960161?

Parte 3

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b430912d8a01309efa61060aee?

Parte 4

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309ef26dc30159?

Parte 5

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309ef076cc0152?

Parte 6

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b430912d8a01309eee517b0ad9?

Parte 7

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309eea4ab50145?

Parte 8

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309ee68bdb013e?

Parte 9

http://videos.abril.com.br/veja/id/2c9f94b5309e367f01309ee56a7a0135?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    VALENTI

    FHC É ELOGIADO…
    … até pela Dilma, miliciano. Fala baixo pra não ser enquadrado com um pito da tua presidenta.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Augusto Ferreira

    O Augusto Ferreira parece a Hebe Camargo.
    ??????

    Curtir

  3. Comentado por:

    JEIMES

    AUGUSTO,TENHO UMA GRANDE SATISFAÇÃO DE PODER TER ASSISTIDO SUA ENTREVISTA COM O ÚNICO ESTADISTA BRASILEIRO, UM VERDADEIRO MESTRE, SEMPRE UMA AULA,PENSAMENTO INTELIGENTE BEM FUNDAMENTADO,PARABENS GRANDE PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO DESEJO UMA LONGA VIDA PELA FRENTE,OBRIGADO.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Marco Nunes

    Eu já havia comentado no link direto para as partes da entrevista, mas não me contive e também vou escrever aqui.
    Hoje eu me dei conta de uma coisa: todas as vezes em que eu assisto a uma entrevista com o FHC eu abro um sorriso. É uma reação involuntária e muito boa. Eu me sinto bem ouvindo ele falar.
    E sabe o que eu também reparei após ter essa reação? Que todas as vezes em que eu escuto o Lula falar, fico ansioso ou nervoso. Parece que a minha reação, independente do assunto, é de descontentamento ou, até mesmo, de uma certa raiva (e estou me referindo apenas à minha reação orgânica, física, não tem qualquer relação com o assunto).
    Será que sou só eu?
    E, apenas para reafirmar… QUE ENTREVISTA MARAVILHOSA!! Parabéns Augusto.
    Bjs
    Um beijo, meu sobrinho querido.

    Curtir

  5. Comentado por:

    fafazinha

    INEGAVELMENTE, O PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE É O GRANDE ESTADISTA DESTE PAIS.
    É QUANDO SINTO ORGULHO DE SER BRASILEIRA.

    Curtir

  6. Comentado por:

    arilson sartorato

    QUE SAUDADES DE QUANDO O BRASIL ERA GOVERNADO POR PESSOAS HONRADAS, QUE RESPEITAVAM O POVO BRASILEIRO. E TINHAMOS UM VERDADEIRO ESTADISTA E CATEDRÁTICO COMO O FHC COMO PRESIDENTE.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Ceagá

    alguém pode me explicar porque os jornais etc. divulgam as besteiras que o ex pres. lula diz. será que toda a imprensa está na mão dos petralhas a começar pela dona pres. Dilma? 0s jornais fariam muito bem em ignorar este senhor lula e deixam-no inspecionarf as obras do estadio do corinthians e a duplicação do trecho sul da BR 101 – que não anda de jeito nenhum.Ah e também lembrar a dona presidenta Dilma que ela prometeu duplicar 70 klm. da BR 470 conhecida pela rodovia da morte – e são apenas 70 kilometrinhos, também prometida pelo ex pres lula.

    Curtir

  8. Comentado por:

    Kitty

    Meu caro Augusto,
    Sendo o domingo o dia dedicado ao descanso físico e a higiene mental tratando de esquecer um pouco a malandragem dos nossos representantes políticos, que todos os dias nos presenteiam com escândalos cada vez mais escabrosos, porque não assistir na íntegra uma entrevista ou, se preferir, uma conversa entre dois elegantes e charmosos gentlemen: FERNANDO H. CARDOSO e AUGUSTO NUNES?
    Não posso negar que sou uma admiradora incondicional do nosso querido ex-presidente FHC. Não é à toa que ele é considerado como um dos mais influentes intelectuais latino-americanos nos vários temas como mudança social e uma ativa participação na luta pela redemocratização do Brasil. Durante a entrevista, muito bem conduzida por você Augusto, aflorou no ex-mandatário a presença marcante de grande estadista, que soube enfrentar momentos difíceis e tomar medidas corajosas, para estancar uma hiper-inflação que parecia não ter fim, sensibilidade social e o bom humor que parece ser uma característica da sua personalidade.
    No aniversario dos seus muito bem levados oitenta anos, recolhi alguns comentários de amigos, opositores e personalidades estrangeiras ( só alguns porque a lista é enorme).
    A que mais me impressionou foram às palavras de Dilma Rousseff “O ministro- arquiteto de um plano duradouro de saída à hiperinflação”; e de Ellen Gracie” Respeito pela instituição judiciária marcou todo seu exercício na Presidência”. Repetindo uma frase que me cativou ” Príncipe, pero republicano, por cierto” dito por Julio M. Sanguinetti; “ Uma das prioridades foi a superação do enorme fosso entre ricos e pobres” Marcos Maciel: “Foi capaz, na sua vida, de olhar distante e observar o perto” dita por Celso Lafer e a última de Eduardo Eugenio Gouveia Vieira “Tudo que ele plantou de bom, o Brasil vem colhendo nos últimos tempos”
    Pois é meu caro Augusto, que também admiro muito pela sua trajetória de excelência no jornalismo, agora eu deveria fazer uma triste comparação entre o nosso ex-presidente e o outro “ex” Luis I. Da Silva, mas será que vale a pena perder o nosso tempo precioso, procurando os antônimos que precisaríamos encontrar para contrastar tantos elogiosos adjetivos dedicados a FHC? Claro que não, de jeito maneira vamos estragar a alegria desta entrevista deliciosamente agradável, então deixemos pra lá o apedeuta!
    Aquele abraço de sempre /Kitty

    Curtir

  9. Comentado por:

    Analice

    Essa reação não é só sua Marcos Nunes. Compartilho do mesmo sentimento quanto ao FHC e quanto ao Lula!!
    Abçs

    Curtir

  10. Comentado por:

    Valentina de Botas

    Estou até aqui de Lula, sua presença pesada no noticiário satura o ar. Vim relembrar o que é um estadista e um político de sobriedade revendo esta entrevista. A figura serena, afável e bem-humorada de FHC contrasta não só as personalidades, mas o país se distanciando de si mesmo em apenas 10 anos, tornando-se praticamente outro. O que são 10 anos perante a História? Em quantidade, quase nada; mas é qualitativamente que o tempo reflete nela. É triste ver que o que quase foi um país degenerou num clube perdulário de cafajestes com um presidente jeca perpétuo, num imenso churrasco numa laje caríssima que vai de São Bernardo ao Maranhão. A humilde satisfação de FHC ao comentar a carta que recebeu de Dilma por ocasião do 80ºaniversário e o carinho e o respeito quando fala de d.Ruth mostram o grande estadista comovido com uma manifestação de civilidade e um intelectual reconhecido internacionalmente destacando o apuro intelectual da saudosa esposa – nos dois casos, a gratidão de um homem sensível, ou sensibilizado. Por mera coincidência, sei o dia em que foi gravada esta entrevista cuja publicação completará um ano em 15 dias. Foi um dia em que me lancei na busca de um sonho. Passou um ano inteirinho e tantas coisas passaram com ele. Num país cada vez pior, ficamos eu e meu sonho a cuidar um do outro. Às vezes, nos perguntamos quanto tempo mais esperaremos. Não sabemos, então caminhamos, um levando o outro, num acalanto sem alarde, sem desmobilizações que acordem a vizinhança, sem revolta, sem nem sabermos se a caminhada findará na concretização ou no cansaço. Não importa, quem trouxe um sonho ou foi trazido por ele numa caminhada, caminhou mais leve porque não esteve vazio. Perdoe-me a viajada, querido colunista. Ah, sim, você e FHC têm encontros perfeitos. Um beijo

    Curtir