Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A coleta de corruptos no Rio chegou à Famiglia Picciani

A ofensiva desta terça-feira avisa que a devassa das catacumbas não será interrompida

A chegada do camburão a alguns endereços da Famiglia Picciani avisa que não será interrompida a profunda mudança na paisagem do poder em curso no Rio de Janeiro. Depois de Sérgio Cabral e seu bando de gatunos disfarçados de secretários e assessores, depois dos empresários envolvidos no assalto aos cofres públicos como Eike Batista e Fernando Cavendish, depois de Ricardo Teixeira e seus trombadões da CBF, a ofensiva anticorrupção chegou aos donos do Legislativo estadual.

A devassa das catacumbas apenas começou na Assembleia, ainda não terminou no Executivo ─ Luiz Fernando Pezão continua homiziado no gabinete do governador ─ e nem chegou ao Judiciário. Mas os delinquentes já enquadrados são suficientemente numerosos para que os melhores restaurantes cariocas estejam lamentando a perda de dezenas de clientes que jamais consultaram o preço antes de escolher pratos e bebidas.

Em compensação, a freguesia já não tem tantas semelhanças com o quadro social de um faminto e sedento clube dos cafajestes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Juca Leiteiro

    Como sai ratazana desse PMDB, hein?
    Em quantidade de roedores, o partido do Temer é imbatível.

    Curtir

  2. Sonia Fausta Tavares Monteiro

    Pois é, Augusto, só espero que não apareça um ministro do STF, que julgue a prisão , ou condução coercitiva de membros da famiglia, como improcedentes. E isto , infelizmente, costuma acontecer!

    Curtir