Blogs e Colunistas

30/05/2011

às 7:08 \ EM DIA

Em VEJA, a visão dos brasileiros sobre a homossexualidade

A polêmica sobre a futura distribuição do chamado “kit gay” nas escolas ganhou novos capítulos nos últimos dias. A presidente Dilma Rousseff decidiu vetar a distribuição do material de combate ao preconceito contra homossexuais, elaborado por organizações não-governamentais em parceria com o Ministério da Educação (MEC). Mas o ministro da Educação, Fernando Haddad, já avisou que pretende refazer o kit do projeto e distribuí-lo ainda neste ano. Em 1993, reportagem de VEJA trazia em levantamento inédito sobre a visão dos brasileiros a respeito dos homossexuais. O que se retrata, ali, é um quadro de mal-estar. Mais de uma década depois, percebe-se que a orientação sexual ainda é e vai ser por muito tempo uma questão complexa e tensa no seio das famílias. Isso muda muito lentamente. O que mudou muito rapidamente, porém, foi a maneira como a homossexualidade é encarada por adolescentes e jovens no Brasil.

Em VEJA de 12/5/1993: O que é ser gay no Brasil
A pesquisa, publicada por VEJA com exclusividade, ouviu 2.000 pessoas no país inteiro. Informa que 36% dos brasileiros não dariam emprego a uma pessoa – mesmo sabendo que é a mais qualificada profissionalmente para o cargo – se soubessem que se trata de um homossexual. Também diz que 56% seriam capazes de se afastar de um colega na mesma condição. Segundo o Ibope, 45% seriam capazes de mudar de médico por esse motivo. Conforme as estatísticas do Grupo Gay da Bahia, o mais ativo do país, podem ser contabilizadas 1.200 mortes violentas de homossexuais nos últimos doze anos. Não é de admirar, portanto, que a maioria absoluta dos homossexuais prefira manter sua condição em segredo. Nesse meio onde não existem estatísticas seguras, e cujo volume é calculado, pela maioria dos estudiosos, em 5% da população, ou 7,5 milhões de pessoas, todos sabem o benefício das sombras. A vida dos homossexuais brasileiros, hoje, é melhor do que no passado mas está longe de lhes garantir um cotidiano de conforto. Por isso, eles vivem em guetos, onde namoram de mãos dadas e paqueram. Uma novidade no mundo gay brasileiro é um esforço cada vez maior pelo estabelecimento de relações estáveis e duradouras, com patrimônio construído a quatro mãos.

O que aconteceu depois
Dez anos depois, VEJA publicou uma nova reportagem de capa sobre a vida dos homossexuais brasileiros, revelando que, em 2003, a discriminação sexual resistia, mas já havia sinais de que a luta contra o preconceito atravessava uma fase de transformação significativa. Em vez de manter o confinamento como técnica de defesa, os gays começaram a se expor, a se exibir, a emergir. Existem algumas indicações concretas dessa nova fase de exposição. Em 1995 havia quarenta endereços GLS em São Paulo, boa parte deles nas regiões decadentes da cidade. Em 2003 havia 180 locais, vários deles situados em bairros valorizadíssimos. São Paulo vem sendo classificada por muita gente como a São Francisco da América do Sul, referência à cidade americana conhecida como a meca dos homossexuais. Uma forte indicação de mudança de atitude dos gays foi conferida na VII Parada do Orgulho Gay. Em 1997, a primeira passeata reuniu apenas 2.000 gatos-pingados. Na edição de 2002, mais de 500.000 pessoas desfilaram. Já a mais recende edição do evento, realizada em 2010, reuniu mais de 3 milhões de pessoas.

Tamanha é a força das paradas que elas passaram a atrair políticos e artistas, todos de olho no poder eleitoral e de consumo da comunidade gay, estimada em cerca de 10% da população mundial segundo a maior parte dos estudos demográficos.

Declarar-se gay em uma turma ou no colégio de uma grande cidade brasileira deixou de ser uma condenação ao banimento ou às gozações eternas. A rapaziada está imprimindo um alto grau de tolerância a suas relações, a um ponto em que nada é mais feio do que demonstrar preconceito contra pessoas de raças, religiões ou orientações sexuais diferentes das da maioria. Uma pesquisa feita pelas universidades estaduais do Rio de Janeiro (Uerj) e de Campinas (Unicamp) tem os números: aos 18 anos, 95% dos jovens já se declararam gays. A maior parte, aos 16. Na geração exatamente anterior, a revelação pública da homossexualidade ocorria em torno dos 21 anos, de acordo com a maior compilação de estudos já feita sobre o assunto.

Na última parada gay de São Paulo, a maior do mundo, a esmagadora maioria dos participantes até 18 anos diz estar ali apenas para “se divertir e paquerar” (na faixa dos 30 o objetivo número 1 é “militar”). A questão central é que eles simplesmente deixaram de se entender como um grupo. São, sim, gays, mas essa é apenas uma de suas inúmeras singularidades – e não aquela que os define no mundo, como antes.

É fácil perceber que alguma coisa diferente está acontecendo no universo homossexual e ela não se materializa apenas nas paradas. No shopping center, na academia de ginástica, no bar, no restaurante, na fila do cinema, na galeria de arte, na livraria, na danceteria, os gays parecem estar em toda parte. Entre os gays, dá-se como certo que aumentou o número de homossexuais que revelaram sua verdadeira orientação sexual, bem como o total de casamentos gays. Apesar do preconceito ainda existente, o panorama se tornou menos hostil aos gays em função de uma série de vitórias computadas aqui e ali. Uma grande conquista foi de ordem legal. Em graus variados, a maioria dos países adotou leis de proteção às diferenças. Dezenas de nações ainda tratam a homossexualidade como crime. Mas, analisados apenas os países mais civilizados, há avanços notáveis. Mesmo no Brasil, onde a legislação não é das mais adiantadas, os gays registram diversas conquistas – a mais recente delas, o direito a registrar uma união civil estável.

Além dos avanços de natureza legal, há outra conquista igualmente importante de caráter econômico. Como a maior parte dos gays não tem família para criar nem escola de criança para pagar, suas despesas mensais fixas são mais baixas que as dos heterossexuais. Isso aumenta significativamente seu poder de compra, o que os torna bem-vindos nas lojas, agências de viagens, corretoras de imóveis. Mais endinheirados que a média da sociedade heterossexual e amparados pela Justiça, os gays foram à luta quando um número crescente deles passou a sentir a necessidade de se casar, de constituir família. E é impossível fazer isso sem se expor, sem se “misturar”.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

107 Comentários

  1. Bruno

    -

    22/06/2013 às 10:27

    Eu sou cristão, temo a Deus e tenho Jesus como meu salvador e acredito que devemos deixar o amor prevalecer, a lei existe, mas devemos amar a Deus sobre todas as coisas e o proximo como a si mesmo. Eu acredito no amor entre pessoas do mesmo sexo, esse tipo de amor é legítimo e real e pode ser orientado pelo cristianismo. Vejo uma sociedade que se entrega a ignorância, aceitando a ditadura dos militantes gays que axam normal a sodomia e a imoralidade e por outro lado, cristãos intolerantes que distorcem a bíblia, ou seja confusão geral e uma geração de pobres homens e mulheres que tem desejos homossexuais que aceitam o estilo de vida gay, todos saem perdendo, a igreja principalmente. Sou homossexual, mas a parada gay é um desfile de imoralidade, não representa o desejo sincero de homossexuais que que querem acima de tudo serem amados e amar, de ter um estilo de vida cristão, sem práticas abomináveis e hábitos doentios.

  2. Yasmin Leal

    -

    21/06/2013 às 10:54

    O QUE REALMENTE ME ENOJA, SÃO PESSOAS TÃO CRÍTICAS, MAIS COM POUQUÍSSIMO CONHECIMENTO, SOBRE DIVERSOS ASSUNTOS, PRINCIPALMENTE SOBRE RELIGIÃO, EU JAMAIS PODEREI DIZER QUE NÃO GOSTO DE UMA COMIDA SEM TER DE PROVÁ-LA.
    POIS BEM, ANTES DE ALGUÉM DEGRINIR A REPUTAÇÃO DA IGREJA, SEJA ELA EVANGÉLICA OU CATÓLICA, BUSQUE CONHECER SUA HISTÓRIA, EU AMO A BÍBLIA, E CONHEÇO MUITO BEM QUEM A INSTITUIU COMO O LIVRO MAIS BELO E VERÍDICO DE TODA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE,PORTANTO NÃO A DEFENDEREI, POIS DEFENDER A BÍBLIA É O MESMO QUE DEFENDER A UM LEÃO.

  3. hanna moura

    -

    11/04/2013 às 1:24

    na minha opinião…..as pessoas que são gays vão pagar um grande pecedo quando morrerem porque está na biblia que isso é errado e ninguem nasce gay de verdade pq todo mundo nasce igual, eles se tornaram gay pq eles deixaram o diabo colocar na cabeça deles essa coisa ruim é o diabo q é cupado de td isso e os gays aindam deixam ele colocar na cabeça deles isso…….então na minha opinião os gays devem ir para a igreja para tentar se livrar dessa coisa ruim pq eles sabem q esta na biblia q é o livro sagrado q isso é errado mas ainda enssistem nisso e falam q nascem assim mas naum nascem e eles aindam ficam com raiva pq a maioria das pessoa naum aceitam e aindam ficam xinguando essas pessoas q naum aceitam mas nos naum somos obrigados a aceitar isso pq sabemos que são coisas erradas…..então genti naum podemos aceitar isso , naum podemos aceitar o casamento gay ,naum podemos deixar o DIABO vencer

  4. Luciano

    -

    14/03/2013 às 16:23

    Gente, essa Maria saiu do seculo 15, vindo diretamente da caça as bruxas da Europa medieval para a “caça aos gay’s” do seculo 21.
    E por causa de tantas “Marias” existentes no Brasil, que esse pais e obsoleto, periférico. O problema desse pais não e com a terra e com as outras coisas e sim com uma parcela significável de sua população.
    Recentemente estive na Suíça pela segunda vez, e como sempre aquele pais não para de me surpreender pela sua aceitação aos casais homossexuais.La os casais homossexuais podem muito bem expressar seu amor em publico, porque la as pessoas são um pouco mais desenvolvidas, e não ficam perdendo o tempo preocupada com o que os outros estão fazendo ou deixando de fazer
    Vi um casal gay fazendo caminhada no condomínio que estava hospedado, os dois de mãos dadas, passo uma senhora com uma garotinha, um dos rapazes cumprimentou a mãe se abaixo falo com a garotinha, deu um chocolate a ela, a mãe falou pra ela agradecer e eles sairão.
    Ao meu ponto de vista foi uma coisa assombrosa de se ver, porque meus olhos nunca viram isso aqui no Brasil.Fico pensando se fosse a “Maria” que fosse a mulher com a criança, obviamente ela pegaria a criança e sairia correndo e orando, “MEU DEUS SANTO QUE MINHA FILHA NÃO SEJA INFECTADA POR ESSA “DOENÇA” “.
    So um recado paras as “MARIAS” do Brasil e do mundo, vocês tem na mão de vocês sangue de jovens homossexuais que se matam, por causa da pressão que vocês fazem do preconceito arcaico de vocês com os bons valores da família “agradável aos olhos de Deus”, mais como vemos ao longo do tempo a instituição da “boa família comercial de margarina” não passa de um falso moralismo aonde maridos “pintão o sete” e as esposas tolas se calam.
    E uma dica Maria, se você gosta de seguir os mandamentos de Deus tão afinco assim, mate o seu filho quando ele desrespeitar você, porque no mesmo livro que condena os homossexuais, manda matar o seu filho em caso de desobediência, sai na augusta e apedreja as prostitutas porque la também manda fazer isso.A SUA HIPOCRISIA NÃO CONHECE LIMITES!

  5. Carlos lima

    -

    12/12/2012 às 16:45

    “Concordo plenamente com artigo abordado, portanto vale salientar que vivemos em democracia, e o mundo não é gay!!!! Vejo hoje mudanças, e não concordo com a homofobia nem preconceitos tolos, Observo que a sociedade hoje tem de ser ética, responsável, educada sem hipocrisia; O Gay tem de dar-se o respeito, coisos que as vezes não acontece. é essencial, Até porque existe nichos de gays a diversidade adequados para cada estilo de comportamento. vivemos em um processo evolutivo e temos de respeitar o chamado desenvolvimento com calma e cautela sem precisar agredir o espeço do outro individuo, Até porque sexualidade é uma questão intima pessoal, é não a social. A sociedade temos de respeitar para sermos respeitados.

  6. Amandinha

    -

    02/09/2012 às 23:50

    Como são patéticos esses cristãos, se acham os tais, primeiro Deus é como um bule espacial. A Bíblia é um livro ridículo, cheio de preconceitos e falso moralismo, enfim, esse livro mitológico primitivo me enoja. Mais idiotas são os que seguem, julgam o que é certo e errado com base em um livro mitológico, isso sim é digno de pena.

  7. Ellen

    -

    08/08/2012 às 20:21

    Eu tenho um sonho que um dia os filhos desta pátria não serão mais julgados pela sua sexualidade, religião, posição social e nem pela sua etnia, mas sim pelo seus ideais, brilho nos olhos e força de carater

  8. MARIA

    -

    02/07/2012 às 17:03

    ESTÃO TIRANDO O CRUCIFIXO DAS ESCOLAS, ESTÃO PROIBINDO AS CRIANÇAS DE RECEBEREM ORIENTAÇÃO RELIGIOSA,MAS ESTÃO INCLUINDO A CAMISINHA,ESTÃO TENTANDO EXPLICAR QUE O HOMOSSEXUALISMO É UMA COISA COMUM, NORMAL,EM QUE MUNDO NÓS ESTAMOS, PELO AMOR DE DEUS?QUE FUTURO ESSAS CRIANÇAS VÃO TER,EM QUE OU EM QUEM ACREDITARÃO? GENTE,QUE DETURPAÇÃO DE VALORES SÃO ESSES? DUVIDO QUE DEUS ESTEJA CONTENTE COM TUDO ISSO,DUVIDO,DEPOIS,QUANDO COMEÇAR O JUÍZO FINAL, QUEM IRÁ RESISTIR AOS CASTIGOS QUE CADA UM RECEBERÁ CONFORME SEUS ATOS? VAMOS COLOCAR O JOELHO NO CHÃO ENQUANTO É TEMPO, PESSOAL, PORQUE O QUE AINDA ESTÁ POR VIR NINGUÉM SUPORTARÁ SE NÃO ESTIVER DIRETO EM SINTONIA COM O DEUS TODO PODEROSO!!!VAMOS CRUCIFICAR NOSSAS VONTADES, NOSSOS DESEJOS CARNAIS,NÃO É PROIBIDO TER DESEJOS,MAS DEVEMOS DOMINÁ-LOS E NÃO DEIXAR QUE ELES NOS DOMINEM!!!

  9. MARIA

    -

    02/07/2012 às 16:49

    NÃO SOU DEUS PRA JULGAR NINGUÉM,PORÉM, DISCORDO PLENAMENTE COM QUEM DEFENDE OS HOMOSSEXUAIS E DISCRIMINA UM DEFICIENTE FÍSICO, NUNCA HOUVE TANTA POLÊMICA CONTRA O PRECONCEITO AO HOMOSSEXUALISMO, MAS NÃO VEJO NINGUÉM DEFENDENDO ESSES SERES QUE, POR UMA FATALIDADE DA NATUREZA, NASCERAM OU SE TORNARAM DEFICIENTES, ESSES SIM, SÃO PESSOAS QUE MERECEM RESPEITO,PORQUE NÃO AFRONTAM AO CRIADOR,MAS SÃO OS QUE MAIS SOFREM DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO,MUITAS VEZES POR PARTE DA PRÓPRIA FAMÍLIA COMO TAMBÉM DA SOCIEDADE EM GERAL,ATÉ MESMO OS GAYS SÃO OS PRIMEIROS A DEBOCHAREM QUANDO ENCONTRAM UM DEFICIENTE, ESQUECEM-SE DE QUE SEUS PECADOS SÃO MUITO MAIS PODRES DO QUE OS DE UM POBRE DEFICIENTE QUE NÃO PEDIU PRA NASCER ASSIM,NÃO TENHO NADA CONTRA GAYS,MAS NÃO É CORRETO ACEITAR A PERVERSIDADE AO PÚBLICO,NÃO ESTAMOS ACOSTUMADOS A NOS DEPARAR A QUALQUER MOMENTO COM HOMENS OU MULHERES SE BEIJANDO EM PÚBLICO, POR ISSO,PREFIRO DEFENDER ESSAS POBRES CRIATURAS ESQUECIDAS DA SOCIEDADE QUE SÃO MUITO MAIS HONESTAS,NÃO ANDAM COM SAFADEZAS E NEM AFRONTAM A DIGNIDADE HUMANA MUITO MENOS AO CRIADOR,DUVIDO QUE A LEI AMPARE TANTO O DEFICIENTE QUANTO AOS GAYS,MAS NÓS QUE SOFREMOS NA PELE A MANGOFA,BULLYNG,ETC,NÃO TEMOS LEI RÍGIDA CONTRA ISSO,MAS A FAVOR DA IMORALIDADE, ISSO SIM, ELES TEM UMA LEI QUE OS AMPARA, TÁ TUDO ERRADO!

  10. MARIA

    -

    02/07/2012 às 16:05

    CONCORDO COM MUITOS QUE AQUI FIZERAM SEUS COMENTÁRIOS ZELANDO OS BONS COSTUMES E OS PRECEITOS DE DEUS E ENTENDO OS QUE FICAM REVOLTADOS DIZENDO QUE NÃO SOMOS DEUS PARA JULGAR NINGUÉM, CERTAMENTE, PORÉM,NÃO SOMOS OBRIGADOS A ACEITAR NINGUÉM SE NÃO QUISERMOS,NAO SOMOS OBRIGADOS A CONSENTIR COM ESSA DEGRADAÇÃO HUMANA,TUDO BEM, DEVEMOS AMAR A TODOS,COMO DEUS NOS ENSINOU,MAS ELE NUNCA NOS MANDOU AMAR O PECADO,ELE MESMO DISSE:AMO O PECADOR,MAS ABOMINO TODA PRÁTICA PECAMINOSA,COM CERTEZA SE ALGUÉM ESTÁ FELIZ COM A LIBERTINAGEM PELA QUAL O MUNDO ORA SE ENCONTRA, NÃO É DEUS E SIM O DIABO QUE NÃO PODENDO MAIS MEXER COM DEUS, MEXE NA CRIATURA (PORQUE SABE QUE FAZENDO ISSO ATINGE DEUS QUE NOS FEZ SUA IMAGEM E SEMELHANÇA E QUE HABITA EM CADA UM DE NÓS)PORQUE A CRIATURA DÁ LIVRE ACESSO PRO DEMÔNIO ENTRAR EM SUAS VIDAS, DAÍ A EXPLICAÇÃO DE TANTA IMORALIDAE, ACHO TUDO ISSO UMA ABOMINAÇÃO(ISSO É BÍBLICO), UMA ABERRAÇÃO, UMA AFRONTA AO CRIADOR, PERDOA-NOS DEUS, A HUMANIDADE NÃO SABE O QUE ESTÁ FAZENDO, MISERICÓRDIA SR.PORQUE SOMOS POBRES E MISERÁVEIS PECADORES, NECESSITANDO DE TUA MISERICÓRDIA!!!VEM SENHOR JESSUS, TU VENCERÁ COMO SEMPRE VENCESTES!!!

  11. Gilson de Nazaré

    -

    24/06/2012 às 13:53

    Eu condeno a prática do homosexualismo. ao meu ver duas pessoas do mesmo genero não podem estar emvolvido amorosamente.

  12. Alexandre

    -

    22/06/2012 às 12:43

    A Homossexualidade é uma variante da multiforme sexualidade. Existem Gays, lésbicas e transexuais em todos as áreas da sociedade. O que acontece é que em alguns lugares os/as homossexuais e pessoas trans se escondem para sobreviverem devido a violência de pessoas sem amor. Essa violência é muito recorrente ainda e pode ser percebida na violência contra a mulher através de tabefes e restrições.

  13. vanny

    -

    05/05/2012 às 14:57

    a religião não tem homofobia pelos homossexuais, e principalmente não condena os homossexuais, e sim a PRÁTICA DA HOMOSSEXUALIDADE,a moral cristã não é cega, ela apenas contesta o que vai contra a palavra de Deus !

  14. robert

    -

    12/04/2012 às 9:42

    acho isso uma coisa muito idiota e embecil da parte de
    quem o faz

  15. giuseppe

    -

    14/02/2012 às 0:20

    Bando de homofóbicos fundamentalistas que abaixo comentaram! Não sou homossexual, no entanto acredito que essas escolhas são pessoais e, não precisam ser aceitas pelos outros, mas no mínimo devem ser respeitadas. Vamos deixar um pouco nossa moral cristã cega de lado e voltar nossos olhos para problemas muito maiores como a grande injustiça social global e a degradação materiliasta da sociedade.

  16. Henrique

    -

    13/10/2011 às 12:23

    *Hermafroditismo psíquico .
    *Transtorno de identidade de gênero
    * fator psicológico
    * disforia generiforme
    * transsexualiasmo

    Beam o transsexualismo é um transtorno mental , uma doença . A própria organização mundial da saúde reconhece isso . E o homossexualismo ? Qual a diferença para o homossexualismo ? Nenhuma , a diferença é que um se veste como o sexo oposto o outro não . Essa é a unica diferença . Se transsexualismo é uma doença mental logo a o homossexualismo também é doença mental . Certo ?

  17. vania jessica da silva

    -

    17/08/2011 às 0:09

    não sou contra o homoxessualismo,porém, devemos admitir que ser homoxessual não é uma atrefa fácil devido ao grande preconceito existende estando em sua grande maioria camuflado na menalidade das pessoa. Por conseguinte podemos notar o quanto o homoxessual poderá sofrer com este fato, sendo em muitos casos excluídos socialmente, a dificuldade para inserçaõ no mercado de trabalho.

  18. pietro

    -

    29/07/2011 às 23:05

    NIMGUEM TEM O DIREITO DE CONDENAR O OUTRO,NÂO PODEMOS ESQUECER QUE TUDO OQUE ESTÀ ESCRITO SÂO PALAVRAS DE HOMENS! NINGUEM CARREGA A VERDADE NAS MÂOS!ORA SE TI VESSEM A VERDADE CRISTAOS <MULÇUMANOS ,JUDEUS E OUTRO ESTARIAM UNIDOS NOS MESMOS DOGMAS E NO MESMO DEUS!MAS SE REPARAREM PELA HISTORIA GRAÇAS A DEUS COM O TEMPO O PRECONCEITO VAI PERDENDO FORÇA!DEUS È MUITO MAIS QUE RELIGIOES!DEUS È AMOR…

  19. Paulo

    -

    16/07/2011 às 20:10

    Andei lendo algumas publicacoes postadas por pessoas que se dizem cristãs… Sera que de fato, estas pessoas ganham um pouco do seu tempo lendo e sabendo mais sobre Deus? Gostaria de saber na Biblia, modificada pelo homem, onde entra que carater, honestidade, bondade e humildade, além de respeito humano, está veiculado a religiao e a opcão sexual? E o tanto de “homens, pastores, servos de Deus, que se dizem pregadores da palavra, só pregam pelo pecado, pela safadeza entre outros? e o pior: julgar seus irmãos como se fossem Deus? Me mostre e aponte alguém, incluindo pastores, sacerdotes e etc.. que conseguem e seguem a tal “biblia” modificada pelo homem para o benefício próprio, ao pé da letra? ou seja, então vamos todos morrer no inferno, inferno este criado pelo próprio homem. Opcão sexual, não tem nada a ver com carater, honestidade…. se instruam antes, para depois, sair julgando os outros! Lembrem-se que sujo, imundok pecaminosos, são estas pessoas que só pregam a maldade, o rancor e o ódio dentro do coracão!!! Pregam tanto a palavra de Deus que até lancarem o drive tru da oracão, já fizeram: Coloca uma moeda na cabine, entra e Ora para Deus!!! Rancam e manipulam pessoas ignorantes usando da fé, fraca e abalada, porque a pessoa honesta, correta e justa, essa sim, será vista ao olhos de Deus. Sujo são pessoas como vocês, hipocritas, que criticam os gays e “entre panos”as escondidas, fazem coisas piores , escondido aos olhos humanos, mas que serão vistos aos olhos de Deus. Este é o País que vivemos, infelizmente.

  20. Ricardo

    -

    09/07/2011 às 19:27

    Me deixa tao triste ler alguns comentarios. Sem nem mesmo conhecer a pessoa maravilhosa e de coracao gigante que eu sou, muitos me odeiam.

  21. luis

    -

    06/07/2011 às 9:50

    quem se irrita muito …é gay ….

    como esta abaixo do meu comentário

  22. joaõ

    -

    05/07/2011 às 14:23

    Ninguem nasce homossexual é comportamental, e o direito de expressão não deve ser cerciado!!!!!!!!! abaixo PLC-122!!

  23. Alberto Cosmo

    -

    26/06/2011 às 0:00

    A homossexualidade é o mais baixo grau de degradação moral, física e espiritual a que ambos os sexos pode chegar. É uma verdadeira imundície, Tds esses que estão enveredando por esse terrível caminho vão pagar um preço alto diante do Criador que os fez Macho e Fêmea. HOMOSSEXUALISMO É UMA AFRONTA AO CRIADOR E REPUDIADO POR AQUELES QUE AINDA TEM DESCÊNCIA E VERGONHA, OS QUE APROVAM É PORQUE PARTICIPAM DOS SEUS ATOS INFÂMES.

  24. Lidiane

    -

    25/06/2011 às 15:32

    Em primeiro lugar, a matéria é bem interessante e muito bem elaborada.
    Li alguns comentários aqui, lamento não ter lido todos.
    A princípio, vamos deixar algo bem claro, ok? O termo homossexuaLISMO já não existe há mais de 36 anos. Pois a Associação Americana de Psicologia relatou que, a atração por pessoas do mesmo sexo, não era de fato, perversão, distúrbio ou uma doença. Então, o termo correto é homossexualidade.
    E pra entendermos sobre homossexualidade, numa visão classificatória social, vou explicar outra coisa.
    Ninguém é cem por cento gay, e nem cem por cento hétero. Se você estiver no escuro, e uma pessoa do mesmo sexo lhe tocar, o seu corpo irá reagir. Isso porque, o seu corpo não se limita a conceitos e sim, a sensações.
    Respondendo ou/e confirmando o relato aqui… Sim, animais mantêm relações consideradas homofetivas. Um exemplo próximo são as girafas, golfins, leoas, pássaros… Todos eles praticam. De acordo com a biologia, isso ocorre não só por extinto, mas também, pela vantagem de não procriar e satisfazer suas necessidades fisiológicas.
    Um pesquisador, formado em Harvard, pesquisou durantes dez anos essas relações. E ele notou, que em alguns casos, como o das leoas, por exemplo, procriavam com o macho dominante, mas não permitiam que este ajudasse na criação. O mais surpreendente não foi este comportamento… E sim o fato, de duas leoas criarem os filhotes. Outro caso que foi observado foram os das girafas. Dois machos que por longas datas, mantinham uma relação estável. Os golfinhos mantêm relações sexuais com outros machos, as fêmeas também praticam o mesmo ato com outras fêmeas.
    Isso não implica em perversão, anomalia ou qualquer outra besteira que classificaram a homofobia. Há sim um extinto… Mas sem ele, não haveria famílias. Nós desenvolvemos relações afetivas notáveis… Criamos vínculos sentimentais. Isso não torna diferente quando se trata do mesmo sexo. Afinal, amamos as pessoas e não o seu órgão reprodutor. Até porque, se fosse simples assim, ninguém sofreria de Amor.
    Em relação à religião, nem irei discutir. Até porque, religião não se discute. Mas fica a dica aos fanáticos religiosos: e se você vivesse num mundo, em que sua subjetividade não fosse aceita? Onde as pessoas lhe dissessem que a sua maneira de ser, é o que está destruindo o mundo?

  25. jose luiz borges

    -

    22/06/2011 às 10:05

    CHEGA DE CITAÇÕES/OBSERVAÇÕES/BÍBLICAS!VAMOS VIVER. NADA DE CASTRAÇÕES.É MUITO DIFÍCIL A VIDA, E SE NÃO EXTERIORIZARMOS NOSSAS VONTADES E PRATICARMOS O QUE NOS MOVE E DESEJAMOS, FICA TUDO MAIS DIFÍCIL. OS GAYS SÃO OS ALICERCES DA ARTE E DE OUTROS SETORES VITAIS DO UNIVERSO.

  26. Diri

    -

    22/06/2011 às 9:32

    O argumento dos juizes do supremo é o artigo 5º da Constituição que diz que todos são iguais perante a lei. Ora, este artigo serve para qualquer argumentação, pois é muito vago, amplo e de caráter subjetivo. É como dizer: “só o amor constrói” ou “paz e amor”. Por este argumento eu posso reinvidicar minha cota na universidade ( brancos são iguais aos negros ); meus hectares de terra na amazonia ( índio é igual a não índio ); meu desconto de impostos na compra do carro ( taxista é igual a qualquer profissional ); minha imunidade ( parlamentar é igual a qualquer cidadão ); etc…………. Existe sim um Capítulo, o 7º da Constituição, capítulo este específico da família, que define claramente, sem nenhuma subjetividade o conceito de família: HOMEM E MULHER.
    A visão dos brasileiros não mudou, voces da mídia é que estão tentando fazer isto, ocultando a constituição do texto do blog, negando notícias do tipo ” manifestação em Brasília contra a pl 122 e a entrega de mais de um milhão de assinaturas contra esta aberração”.

  27. Nilton Jose Mauli

    -

    22/06/2011 às 9:14

    A visão dos brasileiros sobre a homossexualidade. Quais e quantos brasileiros ? O que existe de concreto sobre a homossexualidade, já de há séculos, é hipocrisia, escamoteação, omissão, não encarar de frente a situação e dar um parecer técnico à altura. No momento é modismo exacerbado apoiado por espertos que querem ganhar dinheiro, não importando como e de quem.

  28. HÉLIDA

    -

    21/06/2011 às 9:37

    NÃO É QUESTÃO DE PRECONCEITO CONTRA OS GAYS E SIM CONTRA SUAS PRÁTICAS QUE SÃO TOTALMENTE ABOMINÁVEIS AOS PRINCIPIOS BÍBLICOS QUE CONSIDERO COMO LEI SUPREMA…..

  29. Arthur

    -

    09/06/2011 às 9:29

    Minha opinião é que os adolescentes e jovens no Brasil, à exceção de uns poucos, como em todo o mundo, têm uma opinião sobre a sexualidade totalmente distorcida da realidade. A opinião desses indivíduos é fruto de uma mídia amoral e consumista. Querem uma prova de que a homossexualidade é caso de clínica médica ? Pergunte a um homossexual o que ele pensa de si próprio.Pergunto : Se a homossexualidade fosse um procedimento restrito às classes pobres, como eles seriam encarados pelo restante da sociedade ?

  30. Manicera

    -

    09/06/2011 às 2:44

    Nunca tive nenhum preconceito, acho que todos têm o seu direito de
    escolha, desde que não venha a prejudicar o direito dos outros em
    qualquer assunto. Mas, temos que tomar cuidado com o exagero para
    que não pareça ser uma coisa destacada das demais.
    Entendo que todos nós somos iguais, com nossos direitos e princi-
    palmente nossos deveres. O isolamento de um grupo dos demais pode
    resvalar para o terreno da ortodoxia, como fazem alguns grupos de
    evangélicos que se isolam da sociedade e caem na soberba de tentar
    ser diferente e melhores que todos, caindo no terreno da chacóta
    não sendo levados à sério pelo conjunto da sociedade.

  31. Gabs

    -

    08/06/2011 às 11:45

    LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989.
    Define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor.

    Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

    Descriminação religiosa é CRIME, assim como a de raça, cor, etnia e procedencia nacinal.
    O que eu não é procedente é esse desepero de grupos religioso no que se diz a descriminação sexual!
    Deus falou para amar o proximo como se todos fossem irmãos. O problema é que esses religioso burros e fanáticos interpretam mal a palavra de Deus. Deus criou todos e disse para amar todos. Ele deixa claro que é contra qualquer tipo de preconceito.
    Se eu tenho que aturar vocês religiosos falando cada atrocidade, qual o problema em vocês aceitarem os homossexuais? Não fazem nada contra vocês..
    E NÃO, a família NÃO vai acabar pois existem diversas pessoas no mundo. Pessoas homo ou não. O heterossexual não vaia acabar.
    Homossexualismo não se aprende, não se pega.
    Ou você é ou não é! Simples.
    O convivio com homossexual não faz alguém querer ser homossexual.
    Abaixo a IGNORANCIA!
    O kit gay não deixaria seu filho homossexual. Se alguém for homossexual ele será e pronto. Não é vendo na tv, não é lendo nem recebendo informações sobre isso.

  32. Amanda

    -

    08/06/2011 às 10:28

    O “kit gay” seria um suposto avanço, aos olhos do governo, ao combate ao preconceito aos homossexuais. Ao meu ver, se torna mais uma forma de discriminação por diferenciar uma classe de pessoas que são meros seres humanos. O combate e a punição ao preconceito seria sim um grande avanço, questões legais quanto à matrimônio, adoção e bens ainda são fatores a serem repensados e analisados antes de qualquer decisão, porém a punição à discriminação contra os homossexuais já deveria estar em vigor a muito tempo. No âmbito religioso, torna-se extremamente ignorante quem julga sexualidade como uma forma de “opção”, ninguém opta gostar de homens ou mulheres, as pessoas simplesmente seguem seus próprios instintos e se torna ridículo julgar um homossexual como se o mesmo houvesse feito uma “escolha” errada. Essa mentalidade é que deve, a princípio, ser alterada. Independente do que se apresenta na Bíblia, não podemos julgar pessoas por sua natureza, o respeito deve existir acima de tudo, não é necessário aceitar ou interagir, tão puramente respeitar o direito de todos de SER.

  33. brasa

    -

    08/06/2011 às 3:03

    A tal “diversidade” proposta por homosexualismo traz na sua filosofia o desmoronamento da religiosidade. Os anarquistas tenham quatro objetivos, que sao:1) tornar religiao inocuo, 2) desfazer o ensino no pais, 3)fazer com que o governo toma todos os espacos da economia brasileira e, 4) enfraquecer a maquina economica do pais. Estes quatro items sao necessarios para que o fascismo ou comunismo seja implantado no pais. A biblia ensina que o casamento e entre um homen e uma mulher. O movimento homosexual tem como seu objetivo adiantar o movimento fascista ou comunista no brasil por desmoronar a religiosidade brasileiro e acabar com a instituicao, igrejas, sinagogas etc. O brasileiro esta em um sono profundo, se nao despertar desta sonolencia…nossos filhos terao um futuro duvidoso. Temos que lutar pela democracia, sistemas capitalistas e o moral que era brasil.

  34. josé

    -

    07/06/2011 às 13:01

    querem saber quem está certo ou errado? se homossexualismo é algo normal?pergunte a qualquer médico ou profissional de sáude se sexo anal é uma prática saudável. cem em cada cem dirão que além de maléfico a saúde não é biologicamente correto pois o anus faz parte do sistema digestivo, e não do aparelho reprodutor, seja de homem ou de mulher. pergunto aos gays e simpatizantes: como podem consuderar normal uma pratica tão prejudicial a saúde?

  35. Alexandre

    -

    07/06/2011 às 11:39

    Ao ver o vídeo, fiquei boquiaberto.
    O vídeo traz mais confusão do que esclarecimento, é uma coisa horrorosa.
    A sexualidade é uma coisa complexa.Não estou defendendo os heteros,homos ou bissexuais,mas aquele vídeo é por demais leviano, senão estúpido.
    A questão sexual precisa ser revisto com urgência, envolvendo não só a escola como a família, sobretudo com a família, deixar a questão da educação só com a escola, seria trágico.
    A instituição família está no precipício.
    Onde estão as instituições religiosas, não digo apenas a Cristã,mas de outras crenças? Não vejo nenhuma manifestação.

  36. Mltsb

    -

    07/06/2011 às 0:21

    Homossexualismo é doença (transtorno de identidade de genero). É pecado (carta de São Paulo aos Romanos I de 24 a 32) e mau gosto. O cara podendo casar com Jennifer Lopes, preferir Sylvester Stallone não pode mesmo estar no seu juizo perfeito.
    E a midia global homossexualista insistindo em empurrar esta perua no povo.
    E haja paciência para aguentar a prooaganda gay da Globo. Só mudando de canal.

  37. fim de conversa

    -

    06/06/2011 às 23:11

    o preconceito nunca foi a melhor arma , naõ discrimino ninguém ,mas sou hetero e naõ acho certo homo agredi desacatar falar palavraõ e agredir casais de bem se é lei, proxima vez que algum gay me agredir verbalmente que o q acontece sempre levo todos pra cadeia é a minha acusaçaõ será fui agrediada pq estou com meus filhos e meu esposo e isso incomoda ..

  38. Edita Roberto de Carvalho

    -

    06/06/2011 às 10:36

    O respeito aos homossexuais já está estabelecido na sociedade. Eles são seres humanos acima de qualquer suspeita.

  39. Diri

    -

    06/06/2011 às 10:29

    Chamar brasileiros de ignorante é PRECONCEITO. Ignorantes são aqueles que não tem princípios e são subjugados pela ONU.

  40. Antonio

    -

    06/06/2011 às 8:57

    Os proximos “kits” serão, os kits macho; kit petista, kit o diabo que o carregue….? Pessoalmente, não gosto de gays ou machos, mas de seres humanos, que tem direito à sua opção sexual ou de qualquer gênero. O que não quero é que imponham à mim ou em escolas a opção pessoal de um ministro ou de um governo com o qual não comungo. Racismo – homofobia, etc, são modos de apresentar preconceitos e enganar o povo. Cotas racistas não são modos de apresentar a idéia de inferioridade dos negros, por exemplo ? Pensem mais em libertar AS PESSOAS da miséria, da doença e do analfabetismo, o resto é busca de votos para formar governos ladrões…. e tenho dito !

  41. Cesare Medina

    -

    06/06/2011 às 6:00

    Precisamos de uma educação adequada para que a sociedade brasileira aceita esta realidade. A Maioria não tem cultura e são vistos no exterior como ignorantes. Eu notei esta realidade desde que mudei para a Europa. É outro nível. Temos muito que aprender e aceitar as pessoas como elas é.

  42. Sandro

    -

    06/06/2011 às 1:25

    Infelizmente, mais uma vez nós brasileiros fomos enganados por grupos retrógrados, totalitários, intolerantes e preconceituosos que governaram esse país a muito, principalmente no congresso nacional.
    Esse “Kit Gay” tão alardeado por alguns grupos da impressa nas ultimas semanas, nunca foi, repito, nunca foi sugerido para ser utilizado em escolas, mas sim entre os travestis, garotas de programa, e grupos que se prostituem nas noites das grandes cidades brasileiras.
    Inclusive foi amplamente estudado, discutido, e analisado por diversos setores da sociedade, e “JAMAIS SERIA UTILIZADO EM ESCOLAS”.
    Toda essa história de “Kit Gay” foi uma manobra “MUITO BEM ARTICULADA” no congresso, principalmente por políticos do chamado “grupo dos evangélicos”

  43. Henriette

    -

    05/06/2011 às 22:46

    Os heteros estão sendo acusados de homofóbicos, atrasados, preconceituosos, etc. Sejamos sensatos: As escolas públicas (só estas recebem os kits) estão carentes de aulas e melhores professores de português, matemática, etc., pois o analfabetismo funcional continua em grande escala. O kit em questão só serve para levar dinheiro nosso (contribuintes), para o bolso de poucos ligados ao ministério do Sr. Haddad.

  44. Escritor

    -

    05/06/2011 às 22:17

    Passei os ultimos anos de minha vida pesquisando povos, culturas e civilizações, entre as maiores da história do mmundo e como elas se desenvolveram. O que raramente se coloca quando se fala na questão da homosexualidade é que a “natureza” produziu espécies com um propósito muito bem definido. Chame a isso Deus, acaso, evolução, não importa, nós apenas somos o que somos, por causa da história como ela é.
    E ai, não adianta gritar, ficar desse ou do outro lado ou criar teorias espetaculares a respeito do tema. Nós apenas existismos hoje, enquanto humanidade, por causa da separação macho e fêmea e ponto final. Não exisiria raça humana, se no início das coisas, houvesse um impasse nesse sentido. Ou você é macho ou fêmea. Pode mudar o corpo, colocar seios, fazer cirurgia e tirar o pênis, não importa. Um macho não poderá jamais ser o que uma mulher é em sua plenitude; mãe, dar a luz. Fim da polêmica. O resto é tudo comentário inflado de ambos os lados e suas teorias mirabolantes.

    O processo de desenvolvimento da família – sem o qual não existiria civilização na face da terra – desde o papel do macho, da f~emea, dos filhos, cad qual tem seu papel muito bem definido e isso moldou tudo como conhecemos no planeta, desde po reino humano, ao animal.

    Inverter isso, a nosso gosto, é simplesmente iniciar o cronómetro do fim do mundo. Ou seja, mudamos tudo sem ter idéia das consequências do que isso irá acarretar.

    Nos, euqnaod pesquisadores, já estamos vislumbrando o proce4sso de desagregação do papel do macho na sociedade e de forma tão vlenta, que já é possível vislumbrar o ser homem perdendo seu papel no quadro evolutivo da espécie. No português mais simples, nos próximos séculos a mulher irá ocupar o papel do ser mais forte na escala evolutiva e a maioria dos espaços na sociedade, caso continue essa desagregação do ser macho no planeta. Não ocorre na mesma proporção, a desintegra~ção da mulher, no sentido dela tentar ornar-se macho – o que igualmente jamais ocorreria, do ponto de vista científico – independente das aparências externas.
    Escritor

  45. Conceição Maria

    -

    05/06/2011 às 16:02

    Engraçado. Quando quiseram desarmar ou não o Brasil, realizaram um plebiscito e colocaram a responsabiliade nas mãos do povo brasileiro, que acabou em não desarmar o país. Agora, quando querem instituir essa berração de casamento gay, colocam para 10( dez) juízes decidirem e deixam a opinião do povo, ou seja, das famílias brasileiras alheia a opinião.
    A família foi instituída por Deus; cabe aos pais a função de ensinar o caminho de Deus para seus filhos, cuidar de suas necessidades afetivas e emocionais. Cabe aos filhos a obediência e a honra, são as palavras que norteiam uma vida próspera e bem sucedida.
    Precisamos lutar por nossas famílias,precisamos defender como guerreiros nosso território, isto é, tudo o que Deus tem nos dado.
    Os nossos valores determinam as nossas prioridades; e as nossas prioridades determinam nossas práticas.
    Quero aqui fechar minha opinião com a seguinte frase:
    “Se você passar por uma guerra no trabalho, mas tiver paz quando chegar em casa, será um ser humano feliz. Mas, se você tiver alegria fora de casa e viver uma guerra na sua família, a infelicidade será sua amiga.” Augusto Cury

  46. totalmente contra aos HOMESSEXUALISMO

    -

    05/06/2011 às 0:44

    Eu acho um ABSURDO esse “kit gay” ser distribuído nas escolas, pois as crianças serão obrigadas a conviver com isso desde pequenas, e sendo que ela não tem a minima consciência do que é certo ou errado. E se o governo liberar isso, vai está cooperando para que o indice de Gays aumente; Dizem que esse kit gay vai ser somente para combater o preconceito, mas eu discordo totalmente,pois as crianças ao ler pode achar interessante e querer seguir o que essas “pessoinhas” fazem.
    Decidiram ser “GAYS” por livre arbítrio, niguem mudou sua índole por pressão física ou sei lá. Se acham ruin o preconceito. É culpa deles mesmo. Pois os mesmo optaram por esse caminho

  47. Diri

    -

    04/06/2011 às 23:08

    Postei um link que não passou pelo moderador, não sei porque. Agora quero deixar um texto da Constituição brasileira de 1988, espero ter mais sorte agora:

    CAPÍTULO VII
    DA FAMÍLIA, DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DO IDOSO
    Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem e do Idoso
    (Redação dada Pela Emenda Constitucional nº 65, de 2010)

    Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

    § 1º – O casamento é civil e gratuita a celebração.

    § 2º – O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei.

    § 3º – Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. (Regulamento)

    § 4º – Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.

    § 5º – Os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.

    A mídia deveria divulgar amplamente a nossa Constituição, aliás, acho que deveria ser uma obrigação e não entendo porque não é assim.

  48. CDE

    -

    04/06/2011 às 18:08

    GRUPOS ATIVISTAS,NEM MOVIMENTOS E GOVERNO TEM O DIREITO DE INTROMETER EM QUESTOES QUE SAO DE CUNHO FAMILIAR. ORIENTAÇAO SEXUAL ESTA A CARGO DA FAMILIA ,POIS QUEM MANTEM OS FILHOS SAO OS PAIS .EU TEM EXPERIENCIA DISSO,POIS O GOVERNO ,NEM GRUPOS LIGADOS A GAYS NUNCA ME AJUDARAM A CRIAR MEUS FILHOS,TUDO QUE ELES TEM FOI GRAÇAS AO ESFORÇO DE MIM E DE MEU MARIDO QUE CRIAMOS ELES COM MUITA LUTA E DEDICAÇAO,ENTAO NAO ACEITO NINGUEM DAR OPINIOES DE COMO CRIAR MEUS FILHOS,E NEM CONCORDO COM O KITGAY, MEUS FILHOS JA TEM LIVROS SUFICIENTES PARA ORIENTA-LOS.

  49. lucilan

    -

    04/06/2011 às 16:39

    não importa a orientação sexual, o que importa e o caractér que o ser humano tem, em pleno século 21 ainda existe “preconceito”

  50. Olheiro

    -

    04/06/2011 às 13:41

    Acho que do jeito que as coisas caminham, Fernandinho Beiramar acabará liderando um movimento para que se libere uma cota de crime para cada cidadão. Já que todos estão lutando por seus direitos. e se a pessoa for gay, maconheira e criminosa , poderá se candidatar a Papa, já que tudo isso contraria a Igreja e o mínimo de moralidade e tem poucos que acham que é normal, se uma pessoa reunir todos esses quesitos juntos ela tem uma grande chance de virar Papa, Afinal , a Igreja que conhecemos deve estar errada, então vamos troca-lo tambem.

  51. Marivaldo Lima

    -

    04/06/2011 às 10:58

    Não sou evangélico, não tenho religião ainda, porem sou cristão e temo a DEUS. Concordo e apoio a manifestação/indignação contra PL122, porque não acho que ser contra este projeto absurdo de tornar crime como estão querendo nos impor. Nois brasileiros que tememos a DEUS, temos o direito de achar certo ou errado, porem não concordo que seja aprovado esse projeto que amordaça nosso direito de achar,pensar, falar ou deixar de achar o que pensamos, imaginamos. Isso tudo vai de encontro aos bons costumes e conceito familiar. Na carta magna do nosso país nos dar o livre direito de liberdade de expressão, credo e etc….

  52. Raphael

    -

    03/06/2011 às 21:13

    Há sérios problemas nos argumentos da maioria dos homofóbicos. Eles tentam se defender e defender seu preconceito baseando-se nos valores da família. Eu sou homoafetivo, faço parte de uma família, e a amo muito. Nunca minha condição se deu contra os valores que aprendi dentro de casa, com minha mãe e meu pai. Da mesma forma, conheço muitas pessoas como eu, e asseguro que todas elas, sem exceção, fazem parte de uma família e possuem valores tanto quanto. Trabalhamos e lutamos por uma vida melhor da mesma forma que fazem aqueles considerados heterossexuais. Respeitamos o outro e fazemos parte de uma sociedade sabendo agir conforme as regras da civilização. Não existe em nós algo que seja contra a instituição familiar. Por falta de argumentos, entretanto, alguns ignorantes tentam se basear em mentiras e divagações, e às vezes se fazem interlocutores de um grupo – porque afinal, a ignorância, infelizmente, não é individual, mas coletiva.

  53. Raphael

    -

    03/06/2011 às 20:55

    Estou abismado com o comentário abaixo tentando colocar a pecha de nazista em pessoas homoafetivas que SUPOSTAMENTE haviam marcado uma SUPOSTA queima de livros religiosos em frente a uma igreja. Essa pessoa não sabe o que é nazismo e precisa começar a ler outras coisas além da bíblia.

  54. eldir

    -

    02/06/2011 às 22:54

    A questão não só diz respeito a uma orientação, respeito ou preconceito vai muito mais alem, estão tentando nos impurrar guela a baixo o fim da familia, empurrar não impor o fim desse bem, desse patrimonio.

    Se tem algem a orientar uma criança com relaçao a sexulidade é sua familia e não a escola, que um local de formação de pessoas corrupitos.

  55. Maria

    -

    01/06/2011 às 22:32

    O Brasil tem muito o que evoluir ainda sobre esse tema. O atraso em relação ao assunto se mostra claro em toda essa polêmica em torno do kit anti-homofobia. Algo que deveria ser considerado normal, tem sido criticado de forma estupida inclusive por políticos, dizendo que querem transformar nossos filhos em gays. Os homoafetivos não são nenhuma minoria isolada da população, eles são nossos filhos, irmãos, amigos ou companheiros de trabalho, que muitas vezes não sabemos, porque discriminamos. E se eu tiver um filho gay, não foi por causa de um kit q tornou-o assim. Mas vai ser um kit como esse que vai torná-lo respeitado nessa sociedade ainda atrasada.

  56. Pedro

    -

    01/06/2011 às 16:23

    Que ridículo certos comentários. Gostaria de saber a verdadeira porcentagem de pessoas que se interessam e clicam em notícias ou assuntos Gays na Internet, pois parece-me algo que o pessoal gosta de ler (mesmo parecendo o contrário pelos comentários), ou seja, tudo Gay incubado.

  57. Leticia

    -

    01/06/2011 às 12:15

    Acho que deveria investir em algo que realmente acrescentasse algo a educação nas escolas, educação moral e cívica era uma matéria que deveria voltar a grade curricular, ensinar as crianças a ter civismo e moral , entender que há pessoas “diferentes”, mas respeitando o pensamento de cada um, o fato de eu não ser a favor de união homoafetivas não quer dizer que eu saia por ai maltratando os mesmo. Respeitar o ser humano isso é importante, porque nossas crianças andam sem limites nem mesmo os professores são respeitados.

  58. que saco!

    -

    01/06/2011 às 10:40

    Estes héteros, além de serem analfabetos, são ridículos. São desprovidos de qualquer discernimento moral e espiritual. São manipulados pela mídia, pelas igrejas, pela escola, pelos pseudos-políticos…Parem de se preocupar com os genitais alheios e tentem construir um mundo melhor. E…fiquem atentos, vocês podem ter um filho “gay” dentro de casa sufocado pelo medo dos pais, da sociedade. Parem também de perverter as ideias de Cristo que nos ensinou a amar uns aos outros!! Pensem por si próprios. Sejam mais honestos e mais humanos. E vive la liberté!!!

  59. observador

    -

    01/06/2011 às 8:10

    A midia é tendenciosa, e muito ativistas do meio homossexual se infiltraram nestes veículos de comunicação, e vem de forma orquestrada insistentemente trazendo a temática homossexual para o cotidiâno das pessoas. Isso em parte se deve a omissão de pessoas envolvidas com educação,movimentos religiosos, e também da saúde.

    A sociedade como todo em qualquer lugar do mundo vê o homossexualismo como algo absolutamente anormal, o que de fato é pois a distorção de seu papel como indivíduo torna o homossexual uma pessoa que padece de uma espécie de doença psiquica.

    Homossexualismo é algo parecido com uma pratica sodomasoquista, ou seja algo tremendamente destrutivivo para o indivíduo.

    Enquando a sociedade não se posicionar e falar o que verdadeiramente é o homossexualismo, veremos este grupo crescer, numa tentativa de aliviar sua culpa, da auto destruição.

  60. Cristiane

    -

    31/05/2011 às 21:54

    Sou gay,uma mulher NORMAL sim,pois não sofro de deficiência alguma, sou inteligente,sei ler e escrever,cursei 2 faculdades,não sou HIV positiva e muito menos infeliz.Não sou a favor do kit gay para o ensino fundamental.Creio que podemos trabalhar as questões de diferenças comportamentais de outra maneira com as crianças.Já o ensino médio poderia sim,ter acesso à publicação,desde que não haja vulgaridade nas imagens e diálogos.
    O que está acalorando este tema, é o fato de estarem priorizando as chamadas “minorias”, uma vez que o restante da população considerada “normal” (quanta hipocrisia!), gostaria de nos ver jogados e excluídos,como seres doentes,o que com certeza não somos. Fanatismo,falso moralismo,hipocrisia e ignorância,isso sim pode ser considerado como uma grave disfunção!!! Tem gente que prefere legalizar a maconha do que apoiar uma relação estável,honesta e feliz!

  61. ANTINAZISTA

    -

    31/05/2011 às 20:57

    “Queimando a homofobia” – Aglomeração as 14:00 na porta da catedral. Tragem livros religiosos, por uma sociedade em prol da diversidade”

    ESTÁ NO SITE DOS GLLLBTTHUVXZ…É ISTO QUE QUEREM ?
    DESRESPEITAR AINDA MAIS A RELIGIÃO E O DIREITO DAS PESSOAS EM DISCORDAR DESTA FEIRTA, PROFANANDO UM TEMPLO ?
    SÓ MESMO NO BRASIL TEMOS GAYS NAZISTAS !
    VÃO QUEIMAR LIVROS RELIGIOSOS PORQUE ?SEUS SUTIÃS SÃO FALSOS ?
    NAO RESPEITO MAIS VOCES, NEM GAY OU TRAVESTI !QUEM QUEIMA LIVRO , SEJA ELE QUAL FOR, É NAZISTA E NÃO MERECE MESMO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!
    CAIU A MASCARA DAS BONECAS !NAZISTAS !É O QUE SÃO !!!

  62. Diego Rocha

    -

    31/05/2011 às 20:56

    O Brasil vai ter de aprender a respeitar os homossexuais.

  63. Allan Machado

    -

    31/05/2011 às 20:30

    Pra mim, o homossexualismo é lastimável; pois contradiz a própria natureza humana. Como o Planeta está doente, o mesmo ocorre na sociedade global.

  64. Jonda O B Serva

    -

    31/05/2011 às 19:03

    Não acredito que essas pessoas, que se preocupam tanto em atacar os homossexuais gays, não sintam ou tenham algum problema fisiológico psicológico relativo a existencia dêsse comportamento sexual que constitui um problema tão importante para certas pessoas que se incomodam tanto, apesar de parecerem não ter nada com isso; pois não sendo do seu interesse ou convívio, poderiam nem percebe-los e ignora-los, ja que não sentindo não sofrem o problema”, e portanto “si não procurarem e não se meterem com eles”, não correm risco de contato nem se relacionam ao assunto.. Será que há tantos heterossexuais, tão inseguros de sua sexualidade, que tem até medo de se tornarem “gays” só porque os homossexuais estão agora reinvindicando seus direitos de serem reconhecidos que são também cidadãos e cidadans dos mais fieis cumpridores da lei? Reclamam dos homossexuais agora exibirem-se desfilando nas “paradas gays”. Mas eles resolveram fazer essa exibição justamente para afirmar e demonstrar que existem e são muitísimos; e apesar de muitos serem marginalizados ou perseguidos eles trabalham, e contribuem muito para a sociedade, e não precisam esconder-se, pois constituem grande parte da população brasileira, e apesar de não identificados são ordeiros e amáveis, inteligentes e artistas e sobretudo felizes.

  65. Suzana Aragão

    -

    31/05/2011 às 17:28

    Francisco, você fez a pergunta e você mesmo a respondeu. Os gays além de serem organizados nesta luta e unidos, sabem que não podem ficar fora dos direitos civis, que como os demais que você mesmo citou, têm direitos. E também não querem que vocês esqueçam que numa família onde existe muitas vezes negros, deficientes, nordestinos e etc, também tem na família um gay ou lésbica que tem direitos e merece respeito. A única diferença, é que nestas famílias, nem sempre a realidade quer ser vista e aceita. Diferente dos outros casos, não acha ?

  66. francisco carlos oliveira

    -

    31/05/2011 às 11:36

    Meus caros, éu não consigo entender o porquer, somente os Gays são lembrados pela mídia pois, temos várias classes de minorias em nosso País que precisa ser vista pelas nossas autoridades. Exemplos; os nordestinos, negros, deficientes, indios, etc etc etc. Será pq tém muitos Gays e eles são muito unidos?

  67. Cupertino

    -

    31/05/2011 às 6:23

    Sou contra o kit gay e qualquer forma de massificação de costumes num meio acadêmico, do fundamental ao superior. Sobretudo no meio fundamental e médio, a publicidade de costumes ainda não bem compreendidos (inclusive pela ciência)podem trazer danos irreparáveis tanto para um lado quanto para o outro.

  68. Ricardo

    -

    30/05/2011 às 16:43

    Tarcisio Aquino escreveu às 13:29 :”Está havendo uma grande tempestadade de informações referente a homossexualidade”. Isso chama-se lobby gay. É uma verdadeira campanha de marketing. Gays se infiltraram nas redações e disseminam a causa sob a forma de “notícia”. Há sites de renome que mantém em suas páginas uma ou duas informações sobre “notícia” gay permanentemente. Isso cria a falsa idéia de que ser gay é tão banal que chega a ser normal.

  69. Ricardo

    -

    30/05/2011 às 16:41

    Na tentativa de ganhar votos espero que o PT perca muito mais por essa nefasta intromissão da política na família

  70. Ricardo

    -

    30/05/2011 às 16:33

    A senadora, mãe de um exteriótipo, está se vingando da sociedade, porque o seu exteriótico é discriminado pela sociedade, então resolveu “desenterrar” a causa gay para “lavar a sua alma”

  71. ENG EMERSON EDUARDO RODRIGUES

    -

    30/05/2011 às 16:13

    Este tipo de comportamento anti-natural e de auto-boicote é estimulado pelas própias mulheres que relegam os “perdedores” dos seus coraçoes à este tipo de comportamento sórdido e completamente anormal.
    Mulheres sao altamente luxurientas e libertinas no começo da vida, e quando “caem na real” já é tarde demais…o estrago está feito.
    Digo isto porque vi pessoas que “optaram” por este caminho infeliz do homossexualismo devido à influência e ao estímulo de mulheres e estao ou acabaram muito mal… Homossexuais sao infelizes e incompletos, a verdade é esta. Eles tentam forjar alguma capa de felicidade como se fosse alguma cortina de fumaça..
    Nao interessa qual o Deus, mas é evidente que a natureza nos criou para um determinado fim, e isto é claro e unânime.
    Eles chegaram à tal nível de degradaçao mental, que querem “DESNATURALIZAR” o comportamento heterossexual.
    Estes devaneios é que estimulam a tal da “homofobia” o que eles querem na verdade, é escandalizar, porque escandalizando eles ganham terreno.
    Como nao sao predadores naturais, eles se comportam como roedores mesmo, e querem ruir com a sociedade natural de bem, que nao está nem ai para o que eles fazem com os seus orificios retais ou com os seus brinquedos de plástico de velcro.
    O pai é o responsável por incutir no seu filho os valores da naturalidade e da vida regrada, já que se o mesmo nao o faz ou apresenta uma liberdade “libertina”, este filho vai viver em busca de uma dose mais forte sempre, e como muitos gays fazem, saem em busca de contaminaçao do HIV ( existem festas para isto ) eles irao se auto-destruir e destruir a sociedade em si..

  72. jorge

    -

    30/05/2011 às 15:55

    A escola não pode ser local onde se aprende apenas a ler e a escrever. Muitas crianças que vão a escola não possuem qualquer estrutura familiar. Como é que se pode atribuir apenas à família a capacidade de educar os filhos? Educação escolar deve ser percebida da forma mais abrangente possível, pois nem todas as famílias têm a mesma capacidade para educar. Tratar sobre homossexualismo, política, droga e até religião é obrigação da escola também. Todas essas questões influencia na vida individual e social. A forma como se vai tratar cada assunto desses é que precisa ser cuidadosamente planejada para não se criar imposições na cabeça dos alunos. É importante discutir desde cedo as questão do dia a dia. Homossexulismo é assunto recorrente e precisa sim ser discutido também. Todos os assuntos que estiverem relacionados com a vida em sociedade precisam ser debatidos. O direito de todo cidadão precisa ser respeitado e a escola é um importante meio para se erradicar preconceitos e ajudar no processo de civilidade entre as pessoas. Discutir o homossexualismo não é impor a conduta sexual para ninguém. O desejo de ser homo ou hetero não é imposto, nasce naturalmente dentro de cada indivíduo. Respeitar essa “opção” é obrigação de todos. Nascemos para felicidade e cada indivíduo é quem tem deve descobrir como e o que lhe faz feliz. Os demais, se não puderem ajudar na felicidade do próximo, pelo menos, não devem atrapalhar.

  73. V.H.

    -

    30/05/2011 às 15:45

    O Brasil fazendo jus ao título de pátria mundial da sacanagem, legalizou a união gay através de uma orgia constitucional no STF. E locupletemos todos!

  74. MARCOS.

    -

    30/05/2011 às 15:42

    JOSÉ DAS 14:21 SE O MEC TIVESSE 30% DE HOMENS EM TOTAL CONCIÊNCIA COMO VOCÊ,PODIA-MOS TER CERTEZA QUE A REALIDADE DA NOSSA EDUCAÇÃO SERÍA TOTALMENTE DIFERENTE,PARABÉNS MESMO… ACREDITO QUE VC FALOU E DESABAFOU POR TODOS NÓIS PAIS DE FAMÍLIA DESSE PAÍS,ATÉ PORQUE JOSÉ,É INACEITÁVEL UM GAY QUE NUNCA FOI PAI DE FAMÍLIA ELABORAR UM ABSURDO DE UM DVD OU UMA CARTÍLHA IMORAL PRA APLICAR NA MENTE DOS FILHOS OUTROS,…

  75. Gustavo Jobim

    -

    30/05/2011 às 15:39

    Ainda temos que vencer o preconceito dos religiosos, que não vêem diferença entre um homossexual e um bandido. Não queremos a aprovação deles, apenas que nos respeitem da mesma maneira que desejam ser respeitados.
    A unica pessoa que pode nos julgar é Deus, não hipócritam que conseguem ver um cisco nos olhos dos outros e ignoram um trave nos seus proprios olhos.

  76. Bia

    -

    30/05/2011 às 15:32

    quem disse os que heteros não são bons consumistas? muito mais, pois ao inves de um são dois, tres ou mais pessoas, os heteros consomem mais. A unica diferença é que os heteros tem que dividir com a familia e os gays são somente eles, tudo para eles. Talves seja por isso que são tão egocentricos e só pensem neles, em seus sofrimentos e querem ser felizes não se importando se vão fazer várias familais sofrerem.

  77. luiz torree breyner

    -

    30/05/2011 às 15:17

    Meditação: Já imaginaram eu sair na rua com cartaz e gritando: Eu sou hétero, eu sou hétero. até meus irmãos iriam colocar camisa de força em mim. Não estou nem aí se o cara é ou não é gay, mas do espalhafatoso
    quero distância.

  78. Pedro Cavalcante

    -

    30/05/2011 às 15:14

    Esta politica de segregação precisa acabar , não pode-se criar uma lei para cada etnia , côr , religião , opção sexual , temos que ter conciência cívica e nascionalista , somos todos iguais perante a lei.

    Cometeu-se ato falho contra um cidadão será punido , apenas isto , mas massas estão sendo utilizadas como garantias de votos por políticos imorais que deveriam ir para cadêia.
    Quanto tivermos edução , cultura , saúde e habitação , estes assuntos serão tratados de maneira racional calcado sobre leis já existências.

    Mulheres , Negros , Branco , Nordestino , homossexuais , Judeus e outros devem ser tratados como cidadãos. Sem cotas s, sem códigos especificos , apenas como cidadãos, volta a aformar : …”somos todos iguais perante a lei”…

    E cadeia para este palhaços que tetam resolver os problemas sociais com movimentos inusitados como estes e outros. Os cidadãos não podem deixar-se usar com estes artifícios.

  79. MARTA

    -

    30/05/2011 às 15:09

    EDUCO MEUS FILHOS NA LEI DE CRISTO. HOMOSSEXUALISMO NÃO É NORMAL. SE FOSSE NORMAL DEUS TINHA CRIADO ADÃO E IVO. A SOCIEDADE PRECISA VALORIZAR MAIS A FAMÍLIA, A MORAL E A PALAVRA DE DEUS, QUE É O MANUAL DE TODO CRISTÃO. BASTA DE BANALIZAR O QUE É PECADO ACHANDO TUDO MUITO NORMAL.

  80. ana gabi

    -

    30/05/2011 às 15:07

    O brasileiro é exagerado em tudo !!!! Tá certo que não é pra sair dando porrada nos gays, mas dai a obrigar o cidadão a aceitar e achar legal essa atitude anti natural é demais mesmo !!!

  81. Jerry

    -

    30/05/2011 às 15:07

    Concordo plenamente com o senhor “AIrton”. Não podemos deixar militantes fanáticos controlar qualquer segmento da sociedade, seja lá qual ideologia linda e maravilhosa que ele pense carregar consigo. Essa gente só faz estrago tentando fazer o “bem”.

  82. Jonda O B Serva

    -

    30/05/2011 às 14:45

    Veja a “visão” dos brasileiros sobre a homossexualidade: A visão pode ser essa das estatísticas; mas a “vivencia” é outra bem diferente dessas pesquisas, baseadas em respostas onde só fala a verdade quem quer, e ninguem tem que confessar a verdade, e muitas vezes nem sabem o que é. Não vejo estudos nem comentários, quer sejam criteriosos ou disparatados, que esclareçam que os bissexuais são considerados, contados ou casados vivem normalmente como heteros; ou que os homossexuais conscientes e assumidos sempre vêem outro homossexual como colega, nunca tranzam entre si, procuram sempre os heteros para fazer sexo, e acham com facilidade. Tambem não se observa a grande diversidade de homossexuais que existem, desde os recatados aos exibidos, congênitos de nascença ou por opção e conveniencia; disfarçados e enrustidos, ou declarados e assumidos, caricatos ou recalcados são trabalhadores, artistas, participantes ordeiros da sociedade legal. São filhos queridos exemplares arrimos de família ou marginalizados. E são quem menos faz mal as outros, apesar de serem perseguidos, por gente preconceituosa. Porque essa gente não vai perseguir ou pelo menos, reagir contra os verdadeiros bandidos criminosos ?

  83. José

    -

    30/05/2011 às 14:21

    A nossa educação é uma das piores do mundo a décadas e agora o Estado, sem moral e ética, vem promover a conscientização contra a homofobia com esse “kit Gay” para as escolas públicas em plena decadência. Não podemos permitir que os nossos filhas e filhos, em uma idade tão frágil, sejam despertados precocemente para um assunto tão polêmico e influenciados a se posicionarem em suas opções sexuais. Esse grupo minoritário merecem o nosso respeito e aceitação, porém esse respeito e aceitação se desvanece a partir do momento em que tentam fazer apologia de pedofilia em cima das nossas crianças e dentro da própria escola, com a desculpa de combater a homofobia. Estão impondo uma ideologia arrasadora e promíscua na mente das nossas crianças. Isto somente irá gerar mais promiscuidade. Uma coisa é certa: Não pode haver intromissão de gays na escolha da conduta sexual em uma idade em que não há essa preocupação em crianças de 10 anos. Essa orientação pertence aos pais não ao Estado.

  84. Felipe

    -

    30/05/2011 às 14:12

    Adoro ser um homem homossexual e se puder escolher desejo ser um homem homossexual novamente na próxima vida.

  85. CATOLICO

    -

    30/05/2011 às 14:09

    HOMOSSEXUALISMO = DOENÇA !
    E ASSIM OS TRATO, SEM DISCRIMINAR, MAS COMO GENTE DOENTE, DIGNA DE DÓ E SOLIDARIEDADE QUE SÃO !SÓ !

  86. Felipe

    -

    30/05/2011 às 14:09

    Quem quiser seguir a Bíblia não julgue o próximo.

  87. Anderson x

    -

    30/05/2011 às 14:00

    - Bom concerteza não devemos fazer separações de pessoas, que como nosso amigo Erinelzo disse envolvendo religião, Deus amou o mundo de tal maneira e entregou seu unico filho por nós, e creio que até mesmo ele não classifica pessoas, branco, preto, rico ou pobre enfim…!
    - Mais qual seria o foco para esse projeto, envolvendo nossas crianças e entregando esse kitgay em escolas ? talvez para almentar o diminuir o nivél de analfabetismo ? rs…e não será p/ influênciar em sua opinião sexual ? Obs: Não sou contra opinião nenhuma sexaul, mais não sejamos leigos.

  88. Lucas

    -

    30/05/2011 às 13:58

    Eu sou homossexual e também não acho legal homens se beijando em público. Assim como não acho legal um casal hetero, ou duas mulheres. E também achei esse kit gay bem sem sentido para crianças daquela idade. Mas parem de ser ridículos, parem de falar sobre Deus, eu também sou filho de Deus, vocês acham que eu queria sofrer preconceito ou rejeição onde eu vou? Não, eu não desejo isso. Mas eu encontro o amor nas pessoas com o mesmo sexo que eu, APE-NAS. Superem isso. Se eu, e todos os gays são assim, é porque tinha que ser. DEUS NÃO COMETE ERROS, meros mortais.

  89. joao cesar

    -

    30/05/2011 às 13:49

    Sr. Erinelzo, tá na Bíblia: a mulher qdo tem filho a mesma é imunda (livro levítico), tbém fala q elas devem ser submissas ao homem. A Bíblia apoia a escravidão. Não se pode comer frutos do mar. Não julguem, e vocês não serão julgados. Ah, a Bíblia fala tbem dos falsos profetas (quem garante se vc não está seguindo um líder falso profeta?). A Bíblia é como uma arma, se for usada por pessoas de boa índole e bom coração será sempre visto a parte q fala de amor. Agora sae for usada por uma pessoa do seu tipo, com certeza ali terá um campo fértil de maldade… Se vc segue este livro, problema seu, mas ninguém é obrigado…

  90. Marcelo

    -

    30/05/2011 às 13:42

    As crianças de vocês, tem acesso na internet conteúdos muito pior do que ver dois homens se beijando. Legal é passar bunda de mulher fruta na televisão né? “Deus criou homem e mulher”. Pois é, criou Adão e Eva pra reproduzir, então parem de fazer sexo por diversão, pois quem o faz é pecador, não? Absolutamente ridículo quem usa a imagem do gay como promiscuo, até porque não existem heteros que são bandidos, pedófilos, criminosos… não é? Eu do fundo do meu coração, espero que um dia pessoas preconceituosas, precisem da ajuda dessas “pessoas diferentes”. Eu quero ver o seu filho, ou sua filha, falar que é homossexual e vocês o largarem. Vocês promovem o ódio. Ninguém é preciso viver no costume DO QUE VOCÊS acham comum, nessa vida medíocre que tem que opinar a dos outros. O amor quando chega ele não vê cor, não vê sexo, não vê religião, não vê nada do que vocês humanos tanto exigem para amar. É, humanos, pois “homossexualidade é encontrada em mais de 400 espécies, porém apenas uma encontramos homofobia” A unica espécie que quer destruir o próximo por prazer próprio. Então se vocês realmente seguem a palavra, usem a mais inteligente que ele nos deixou “Ame o próximo como a ti mesmo”

  91. Marcos

    -

    30/05/2011 às 13:41

    As crianças de vocês, tem acesso na internet conteúdos muito pior do que ver dois homens se beijando. Legal é passar bunda de mulher fruta na televisão né? “Deus criou homem e mulher”. Pois é, criou Adão e Eva pra reproduzir, então parem de fazer sexo por diversão, pois quem o faz é pecador, não? Absolutamente ridículo quem usa a imagem do gay como promiscuo, até porque não existem heteros que são tarados, bandidos, pedófilos, criminosos… não é? Eu do fundo do meu coração, espero que um dia pessoas preconceituosas, precisem da ajuda dessas “pessoas diferentes”. Eu quero ver o seu filho, ou sua filha, falar que é homossexual e vocês o largarem. Vocês promovem o ódio. Ninguém é preciso viver no costume DO QUE VOCÊS acham comum, nessa vida medíocre que tem que opinar a dos outros. O amor quando chega, ele não vê cor, não vê sexo, não vê religião, não vê nada do que vocês humanos tanto exigem para amar. É, humanos, pois “homossexualidade é encontrada em mais de 400 espécies, porém apenas uma encontramos homofobia” A unica espécie que quer destruir o próximo por prazer próprio. Então se vocês realmente seguem a palavra, usem a mais inteligente que ele nos deixou “Ame o próximo como a ti mesmo”

  92. SAVIO FILHO

    -

    30/05/2011 às 13:30

    se esses homossexuais querem se beijar em publico,, que arrume lugar para beijar, fazer sexo e outras coisas mas não na frente de nossas familias que são abençoadas por Deus,,,e o fim do mundo mesmo,,,e esse tal de ministro da Educação, não tem outra coisa para v.ex. resolver não,, por exemplo melhorias nos estudos, mais faculdades, reformas, incentivos em tecnologias e outras

  93. TARCISIO AQUINO

    -

    30/05/2011 às 13:29

    Está havendo uma grande tempestadade de informações referente a homossexualidade, onde só se cria REPRESSÃO e não se CONTROE nada !
    Será que os homossexuais sabe mesmo o que é HOMOFOBIA ?

  94. SAVIO FILHO

    -

    30/05/2011 às 13:24

    Não tenho nada contra quem é homossexual,,mas sou contra sim essas manias de ficar inventando de colocar kit gay em escolas,,isso é um absurdo,,e vou lutar para que não aconteça isso,,quer uma idéia, tem uma area na amazônia que pode ser implantado um estado e manda todas essas pessoas para la,,querem ficar se aparecendo

  95. Ricardo

    -

    30/05/2011 às 13:14

    Vejam o comentário abaixo: “Já chega o que as pessoas homossexuais sofrem com sau perplexidade diante da própria indefinição, até que esta ocorra. Além disso, enfrentar preconceito seria demais.” Aí eu pergunto, e eu com isso? E a sociedade e as nossas crianças o que têm a ver com a “perplexidade” e a “indefinição” sexual dos outros? Ora, vejam só o que é o emocional do gay. O profissional que cuida desse comportamentoe se chama psicólogo, psiquiátra..

  96. Ricardo

    -

    30/05/2011 às 13:11

    SER CONTRA GAY NÃO É PRECONCEITO, NEM HOMOFOBIA. É TER OPINIÃO.

  97. Erinelzo

    -

    30/05/2011 às 13:07

    Deus Criou macho e fêmea, Homem e mulher para se cmpletarem, Deus fez todas as coisas, Deus Formou, Criou, Reconstituiu e ainda amou a humanidade de tal maneira que deu seu filho unigenito, para que todo aquele que nele crê não pereça mais tenha a vida eterna. Será que essa atitude é a forma de se mostrar gratidão ao criador?
    Leiam a Bíblia, orem, busquem a Deus.

    Pra encerrar… Essas pessoas (homossexuais) são pessoas incompletas e infelízes, querem trazer suas melancolias para o meio da Sociedade.
    Uma coisa eu ainda acredito, a nação irá pagar um alto preço esses políticos aprovarem uma lei dessa.

    Tá pouco o que se vê no mundo? então tá. Não votem pra ver!

  98. MARCOS.

    -

    30/05/2011 às 12:48

    PERFEITO SEU COMENTÁRIO AÍRTON DAS 10:27,SOU HETERO NÃO TENHO NADA CONTRA A OPÇÃO SEXUAL SEJA QUEM FOR,AGORA PORQUE SEU FULANO LÁ É GAY MEUS FILHOS TEM QUE ANDAR SOBRE A CARTÍLHA DELES???QUE É ISSO?????NÃO TEMOS MAIS LIVRE EXPRESSÃO NEM CRIAR NOSSOS FILHOS????EU ENSINO PROS MEUS FILHOS QUE HOMOSEXUALISMO É ERRADO É CONTRÁRIO A NATUREZA SIM,E JAMAIS MUDAREI MINHA OPINIÃO.

  99. Curitibano indignado

    -

    30/05/2011 às 12:43

    Bem, sou evangélico, hétero e quero comentar.
    Primeiro NÃO SOU HOMOFÓBICO, até porque, acho que estamos distorcendo o que é HOMOFOBIA (e não serei eu que irei definir isso aqui). Trabalho/trabalhei com homossexuais extremamente competentes e são bons amigos. Porém, quando conversamos sobre o assunto, deixo claro que NÃO GOSTARIA DE TER UM HOMOSSEXUAL CASANDO NA MINHA IGREJA. Isso é ser homofóbico? Isso vai contra meus princípios e eles sempre disseram: NÃO QUEREMOS CASAR NA SUA IGREJA, RESPEITAMOS O POSICIONAMENTO DE VOCÊS.
    Acho que nossa relação trabalhista é ótima, o que não podemos fazer ou deixar acontecer é que empurrem pra nós qual a conduta que devemos adotar.
    Sobre o tal KIT GAY. Se a escola se preocupasse em ENSINAR CONTEÚDOS DE MANEIRA EFICIENTE seria ótimo. Discussão sobre educação sexual, opção sexual, partido político deve ficar à cargo da família. Outro dia vi a Xuxa no congresso dizendo que quer uma lei que proíba dar palmadas nas crianças. Ahh, faça-me o favor, a lei não vai na minha casa corrigir meu filho quando este fizer algo que eu julgue incorreto vai?

    POR FAVOR ESCOLAS/GOVERNO, FAÇA O QUE É DE SUA RESPONSABILIDADE E PAREM DE SE INTROMETER NO QUE É RESPONSABILIDADE DA FAMÍLIA. Do meu filho cuido eu.

  100. Mazé Moreira

    -

    30/05/2011 às 12:37

    Homossexualismo é uma opção sexual,o não define o indivíduo como ser social, político. A capacidade do ser humano não pode ser medida por uma característica distitiva. Mazeh

  101. farnesio

    -

    30/05/2011 às 12:13

    O grande problema referente a essa questão é a não percepção de que as mudanças ocorrem letamente; Quando refere-se a homusexualismo parece que querem forçar as pessoas a uma transformação imediata. Existem cultura, pensamentos, posições,tradições, educação, conceito e doutrinas formadas a respeito que tambem devem ser respeitadas.

  102. Angela

    -

    30/05/2011 às 11:39

    Já chega o que as pessoas homossexuais sofrem com sau perplexidade diante da própria indefinição, até que esta ocorra. Além disso, enfrentar preconceito seria demais.

  103. nelci correa schneider

    -

    30/05/2011 às 11:23

    como crista nao acho legal.Pois deus criou:homem e mulher.

  104. realidade

    -

    30/05/2011 às 10:46

    Por que a imprensa nao dispensa a mesma energia em prol dos aposentados ?
    que merecem nao por opcao sexual mas sim por merecimento de trabalho e contribuicao !!!???

  105. AIrton

    -

    30/05/2011 às 10:27

    O problema nao e descriminacao mas o fato de que os homosexuais estao tentando fazer no Brazil, o que fazem aqui em Massashusetts. Qualquer forma de religiosidade e expressamente proibida, mas escolas ensinam criancas que nao se adaptam bem em sociedade que eles sao homosexuais, tem salas nas escolas aonde lesbicas, homosexuais e travestis ficam de plantao pra orientar jovens.
    Em provincetown, Cape Cod, e uma cidade que pertence ao homosexual, voce nao pode andar na rua sem ser perburbado,ou presenciar cenas baixissimas.
    A presidente Dilma esta certa, esses grupos sao militantes e nos nao precisamos aceitar esse tipo de orientacao sexual.
    Eles querem infiltrar as escolas, como nos EUA, e empurrar seu estilo de vida nas nossas criancas.

  106. lucilio costa silva

    -

    30/05/2011 às 9:50

    Não sou contra gosto sexual nenhum, mas se tivesse um filho ou filha gay, emocionalmente ficaria arrasado. Sou heterosexual e me orgulho disso.

  107. Guigui-Artista

    -

    30/05/2011 às 9:43

    Estamos, frente à frente, com uma realidade de todos os tempos.
    Os preconceitos se dobram às evidências e a luz da Liberdade, da
    Igualdade e da Fraternidade, ganha força, no Ocidente.
    Mas, infelizmente, os equivocados, ainda teimam no julgamento da
    conduta humana em nome da falsa moral e do falso deus que domina
    o coletivo há seis mil anos.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados