Blogs e Colunistas

04/02/2010

às 16:11 \ Literatura

Os 10 livros que marcaram os jovens por gerações

Eles são considerados clássicos da literatura e há muito fazem sucesso (e muito barulho) entre os leitores mais novos. As obras alimentaram o sonho de milhares de adolescentes no mundo inteiro. Até hoje sobrevivem no imaginário das pessoas.

Por Renata Honorato

10. A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Júlio Verne

a-volta-ao-mundo1

Lançado em 1873, o clássico de Júlio Verne atravessou gerações e até hoje é considerado um marco da literatura. O livro conta a história de um homem rico, solitário e regrado, que abre mão do conforto e leva adiante uma aposta nada modesta: dar a volta ao mundo em 80 dias. Esse desprendimento é o que chama a atenção de adolescentes há décadas e coloca a obra entre os livros favoritos e indispensáveis que devem ser lidos antes dos 30 anos. O trabalho de Verne também foi adaptado para o cinema. As duas versões mais populares são as de 1956 e 2004.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

108 Comentários

  1. $ofia

    -

    21/06/2011 às 22:57

    Ótimo! Uma boa parte dos meus livros preferidos aí. Crime e Castigo RUN THIS WORLD. Só acho que no lugar de A Volta ao Mundo em 80 Dias deveria estar Vinte Mil Léguas de Viagem Submarino, do mesmo autor, e que Medo e Delírio em Las Vegas jamais devia ter entrado aí. Eu substituiria por Otelo, de Shakespeare (Shakespeare RULES).

    Crime e Castigo, o Diário de Anne Frank, Laranja Mecânica e O Apanhador no Campo de Centeio são os melhores. Viva os livros antigos que tanto amamos *-*

  2. mariana

    -

    26/03/2011 às 16:43

    tambem li Julio Verne, achei que não deveria estar ai, deixa muito a desejar, mas já que não havia nascido quando ele foi escrito, não sei sobre sua influencia e fico calada.

  3. mariana

    -

    26/03/2011 às 16:41

    o povo se descontrolou, uma lista de 10 livros e vcs querem que o cara faça milagre em decidir os melhores?

  4. mariana

    -

    26/03/2011 às 16:36

    Adorei essa lista, já havia lido admiravel mundo novo e ele é inesquecivel. finalmente achei livros cabeça, que me farão crescer. mas faltaram livros brasileiros, uma pena.

  5. Thiago Felício

    -

    04/03/2011 às 12:28

    Crime e castigo! Com certeeza dos melhores !

  6. Lourenço

    -

    22/12/2010 às 22:58

    Veja correu o risco inevitável ao listar esses clássicos da literatura. Por isso mesmo ficou a dever a outros luminares como Heminguway, Borges, Steinbeck, Tolstoi, Hesse, Thomas Mann etc, etc, etc. Mas valeu a intenção de pelo menos apresentar alguns a leitores iniciantes de bons best-sellers.

  7. Anna Beatriz

    -

    07/11/2010 às 15:40

    Não tem a saga crepúsculo nem harry potter

  8. Carlos Cezar Marques

    -

    29/10/2010 às 15:05

    A resenha sobre Crime e castigo está ótima. Quanto a usar “um agiota”, em vez de “uma agiota”, não é uma falha. Talvez o resenhista estivesse se referindo ao “elemento agiota na sociedade”, então dispensando a variação de gênero. Mas a lista, em si, traz alguns problemas, por exemplo: medo e delírio em Las Vegas jamais deveria ser citado. Para quem realmente se interessa por boa literatura, a lista é: a divina comédia, dom quixote, o vermelho e o negro, moby dick, crime e castigo, middlemarch, ulisses, viagem ao fim da noite, o apanhador no campo de centeio e 2666, este último o melhor livro de Roberto Bolano, escritor chileno falecido em 2003. Se me fosse permitido por mais dois livros na lista, eu citaria berlim alexanderplatz e alguma coisa mudou.

  9. andre

    -

    19/10/2010 às 0:24

    Faltou DEMIAN e O lobo da estepe de H.Hess

  10. marcia

    -

    09/10/2010 às 11:33

    Ñ gostei de nenhum
    faltou varios livros mt massa

  11. cassio

    -

    26/09/2010 às 17:16

    Faltou feliz ano velho!

  12. CAPONNE

    -

    10/09/2010 às 11:01

    CADê O SENHOR DOS ANEIS??????????

  13. Samuel Soares Vaz

    -

    07/09/2010 às 23:45

    A lista em si é boa, mas porque, tendo ela sido postada em fevereiro, é a única do assunto “Literatura” presente nessa seleção? Há uma porção de listas desinteressantes e que não contribuem em nada para o incentivo a bons hábitos, como o da leitura. Deveriam fazer mais dessas.

  14. luana

    -

    05/09/2010 às 13:40

    1984

  15. Elaine Pinheiro

    -

    01/09/2010 às 12:45

    Eu incluiria também O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde, e A Metamorfose, de Kafka. Adorei esta matéria!

  16. Rodrigo

    -

    01/09/2010 às 10:35

    Estranho esta lista ser acompanhada de trailers de filmes.

    Que tal postarem um pequeno trecho do livro citado?

  17. GILMARIO

    -

    26/07/2010 às 14:00

    Sem dúvida “crime e castigo” de Dostoievski tem que esta em toda lista que trate da literatura como arte maior. Nao só esse livro como tudo quer ele escreveu, tem que ser olhado como obra prima.. excepcional.agora concordo que deveriamos ter um dos nossos. Jorge Amado, por exemplo é reconhecido mundialmente pela sua obra. e ao contrario do nosso pseudoescritor Paulo Coelho, é uma literatuta de verdade

  18. Rogério M.

    -

    18/07/2010 às 18:21

    “Medo e Delírio em Las Vegas”???? Que isso? Gostaria de saber a quais jovens o título do artigo se refere. Aos estadunidenses das décadas de setenta? Acho que a maioria dos leitores brasileiros provavelmente pensariam em outros autores e em outros livros.

  19. Fernanda Sueli

    -

    23/06/2010 às 11:22

    Na minha opinião Adminirável mundo novo (1º) e O Diário de Anne Frank (2º), faltou Vidas secas de Graciliano Ramos!!!

  20. Gabrielle S.

    -

    25/05/2010 às 10:35

    Eu achei a lista muito injusta na ordem q foi colocada, e acho q deveriam ter colocado literatura brasileira tbm, tbm achei errado ñ terem colocado clássicos como “O pequeno principe” e “O morro dos ventos uivantes” de Emily Bronte, q para mim é o melhor e mais intenso romance já escrito. Realente ñ gostei da lista….

  21. Alisson

    -

    31/03/2010 às 9:25

    Acho que o pessoal está confundindo o termo “clássicos” com “livros que marcaram os jovens”, alguns dos livros citados acima pelo pessoal não atrai a maioria dos jovens, “Grande Sertão: Veredas” livro de leitura difícil (se vc considerar a idade que os jovens o ler), “Dom Casmurro” não agrada tb…

    Acho que a maioria dos livros que estão nas listas, não caem no agrado dos jovens da nova geração, se eles lerem algum destes livros será por que o título foi citado em um dos “best-sellers” atuais (se não me falha a memória, vi recentemente em uma livraria o clássico “O Morro dos Ventos Uivantes” com uma tarja citando: “O livro predileto dos personagens da série Crepúsculo”.

    Não sei se seria justo citar Harry Potter, mas mês passado vi um garoto com uns 7 ou 8 anos com o seu exemplar de um dos livros da série… Uma nova geração de leitores?

  22. Giselle

    -

    13/03/2010 às 4:13

    Ah, por favor! O Pequeno Principe só pode ser brincadeira, né? Marca quando vc tem 7-8 anos! Cristiane F. quando se tem 12. Paulo Coelho então nem vou entrar no mérito, levar o que ele escreve a sério é preocupante quando se tem mais de dois neurônios fazendo sinapse.
    No mais, listas são sempre complicadas, faltam MUITOS, outros achamos que a ordem foi injusta… Mas escrevi esse comentário mesmo pra discordar do colega que disse que Admirável Mundo Novo é mal escrito. Apenas é muito objetivo (simplista, talvez, o máximo de crítica que poderia fazer) de leitura rápida mas de ‘digestão’ um pouco mais demorada…

  23. Aline

    -

    10/03/2010 às 21:03

    Eu também achei que faltaram alguns brasileiros….Dom Casmurro, por exemplo!

  24. Aline

    -

    10/03/2010 às 20:58

    Realmente senti a falta de 1984 e O Pequeno Príncipe, mas Anne Frank, Laranja Mecânica e Admirável Mundo Novo com certeza ocupam uma justa posição na lista!! Parabéns…
    E eu concordo plenamente com o Rodrigo, na ideia de que os livros devem marcar gerações, no plural, e não apenas uma. Além, disso, esses livros devem exercer uma influência significativamente positiva, tanto em termos de registro histórico, como O Diário de Anne Frank, quanto em termos de reflexão e questionamento da realidade, como Laranja Mecânica e Admirável Mundo Novo. Pessoalmente, esses novos livros ficcionais que tratam de vampiros e bruxos não passam de perda de tempo. Concorde quem concordar, discorde quem discordar.

  25. Poliana

    -

    06/03/2010 às 12:48

    O pequeno Principe faltou, ele marcou e marca muito. =D

  26. Phil

    -

    05/03/2010 às 21:52

    Apanhador no campo de centeios é excelente, um ótimo primeiro livro, pode ser seguido por complexo de portnoy, de philip roth e trilogia sexus plexus e nexus, de henry miller

  27. PEDRO GIRARDI

    -

    24/02/2010 às 2:27

    BOM ENTÃO VOU DEIXAR UMA DICA PARA OS JOVEMS FÃS DE LIVRO DE FICÇÃO DA NOVA GERAÇÃO,,,,,CRONICAS DOS SENHORES DE CASTELO,,,,,,,G BRASMAM X G NORRIS , , , EDITORA BASE,,,LIVRARIAS CURITIBA E SARAIVA.

  28. Elton Goulart

    -

    22/02/2010 às 16:42

    faltou literatura brasileira e quem disse que Paulo Coelho deveria estar na lista? talvez nos 10 livros mais popularescos.. aí sim!

  29. Chico

    -

    21/02/2010 às 22:06

    Bala na Agulha do Marcelo Rubens Paiva poderia também fazer parte desta lista

  30. juliana

    -

    21/02/2010 às 21:43

    Achei muito fraca essa lista. Faltou a literatura brasileira e o pequeno príncipe.

  31. Luiz Henrique G. carreira

    -

    21/02/2010 às 19:22

    nehuma lista é unãnime pore a lista paresentada deixa muitos classicos de fora e não vi nenhum autor brasileiro,acho que livros como vidas Secas de graciliano ramos e Capitães de Areia de Jorge amado,foram livros que marcaram tambem

  32. Belle

    -

    21/02/2010 às 17:32

    concordo com a Juliana , faltou “O Pequeno Príncipe” e “Cristiane F” ( esse então é sensacional)

  33. Geysilda

    -

    21/02/2010 às 17:22

    “Admirável Mundo Novo” é mal escrito. Shakespeare é dramaturgia, não literatura propriamente. E “A Montanha Mágica”, do Thomas Mann, o maior clássico de todos os tempos, na minha opinião, foi deixada de lado. Assim como “Os irmãos Karamazov”, “Anna Karenina”, “Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “Paris é uma festa”.

  34. Mayla

    -

    20/02/2010 às 23:18

    Faltou o Pequeno Príncipe, com certeza

  35. Horacio

    -

    20/02/2010 às 17:30

    Gostei muito da lista e acho que as pessoas que se empenham em criticá-la deveriam fazer algo mais útil. (No caso de o/a agiota, por exemplo… pode ter sido um simples erro de revisão… o que é grave, mas não invalida a breve resenha apresentada).
    Eu colocaria na lista “O jogo da amarelinha”, de Julio Cortázar.
    Abraços

  36. Rodrigo

    -

    20/02/2010 às 17:24

    (continuação)
    Marcar gerações não é marcar uma geração…
    Por fim, acrescentar é sempre bom, mas não vejo motivo para agredir a lista… livros estrangeiros marcam mais o mundo que os Brasileiros. gostando ou não, isso é um fato :(
    Anotei muitos livros dos comentários de todos, e isso sim é o que se ganha ao ler comentários.
    Para quem leu tudo, como eu, ficar lendo 50 vezes lista ruim, lista lixo, etc etc é que foi chato :(

  37. Rodrigo

    -

    20/02/2010 às 17:24

    Realmente, a lista não tem nenhum autor nacional, mas não por isso não deixa de ser uma lista de: 10 livros que “marcaram os jovens por gerações”.
    Não faz sentido, então, sentir falta de Harry Potter, Crepúsculo e cia, estes estão marcando a 1ª geração de jovens no máximo :) Tb parece ser o caso de Sr dos Anéis, que pelo que eu sei, explodiu mesmo com o filme.
    Vale lembrar que a lista não é dos melhores livros. Claro que tem livros melhores por ai…
    Nos comentários vi alguns livros que nunca tinha ouvido falar, enquanto os livros da lista, bem ou mal, eu ouvi falar de quase todos e creio que a maioria das pessoas que se interessam por leitura, também. (continua)

  38. Solange

    -

    19/02/2010 às 21:33

    Pra mim, ” O retrato de Dorian Gray” de Oscar Wilde e “Grande Sertão:Veredas” deveriam estar na lista também…

  39. Alexandre Costa

    -

    19/02/2010 às 17:26

    A resenha de “Crime e Castigo” foi feita por que não leu o livro?
    Nunca vi uma resenha tão ruim. “Um agiota”? Foi “UMA AGIOTA” que o protagonista matou!

  40. Juliana

    -

    19/02/2010 às 16:44

    Excelente a lista. Apanhador no Campo de Centeio, me lembra algum filme do Mel Gisbon que vivia com esse livro… Faltou Pequeno Principe e Christiane F.

  41. Juliana

    -

    19/02/2010 às 16:41

    Excelente a lista. Apanhador no Campo de Centeio, me lembra algum filme do Mel Gisbon que vivia com esse livro…

  42. Eduardo

    -

    19/02/2010 às 12:05

    Mt boa lista, mas colocaria Admirável Mundo Novo em primeiro, disparado.

  43. Alexandre Martins

    -

    18/02/2010 às 21:53

    Nossa o cara que colocou essa lista só pode ter estudado em um colégio americano ou inglês, ou NUNCA MOROU NO BRASIL. Não inclui NADA da literatura brasileira, o que é obrigatório para os adolescentes. Gente, eu sou um advogado e NUNCA li essas obras quando adolescente, o cara viajou feio.

  44. Gioviss

    -

    18/02/2010 às 21:41

    faltaram livros do Paulo Coelho nessa lista

  45. LOUYSE

    -

    18/02/2010 às 21:39

    gente, cade harry potter

  46. José Reinaldo de Lima

    -

    18/02/2010 às 13:52

    Concordo com o Eladio Gomes quando fala que brasileiro só le revistas de fofoca e caderno de esportes. Para mim ficou faltando O Germinal do Emile Zola

  47. joyce domingos

    -

    17/02/2010 às 12:56

    uma boa lista….

    crime e castigo é para mim um caso sério….estou tentando ler há um tempo…é uma leitura muito intensa e difícil….mas vou conseguir!!

  48. Rosangela StefanoviczWendrechoski

    -

    17/02/2010 às 0:53

    Classicos Brasileiros,a moreninha escritor Joaquim Manuel de Macedo,o Ateneu Raul Pompéia,o Cortiço Aluisio de Azevedo, Lira dos vinte anos Álvares de Azevedo…..bem lembrado os livros brasileiros marcaram época……

  49. Márcia

    -

    16/02/2010 às 19:04

    tb acho q faltaram escritores brasileiros, talvez vão criar uma lista exclusiva.

  50. Rosa Gontijo

    -

    16/02/2010 às 10:32

    O homem que calculva de Malba Tahan – de leitura intrigante e que faz o ser humano pensar sobre como a matemática esta envolvida nas coisas mais simples da vida, assim como aprendemos muito sobre a cultura Islã. Li qdo tinha 13 anos.

  51. Henriette Granja

    -

    15/02/2010 às 12:29

    Ah, bom Erika, ainda bem que v. lembrou. Mas acho que a Veja esqueceu de incluir os grandes escritores nacionais, tanto os clássicos quanto os atuais. Agora só resta fazer outra lista dando mais valor ao que é nosso.

  52. Rosangela StefanoviczWendrechoski

    -

    15/02/2010 às 0:08

    Goethe costumo pensar em uma frase que li dele que dizia assim ,quando ele não tinha quem o elogiasse ele mesmo se elogiava…genio…este livro está aqui na estante dizem que muita gente se matou na França depois de ler o livro mas em resumo é uma ótima dica já que estamos em outros tempos todos saberão interpretar sem precisar morrer lógico…

  53. Rosangela StefanoviczWendrechoski

    -

    15/02/2010 às 0:02

    O diário de Anne Frank encontrei casualmente na biblioteca da escola e logo me interessei maravilhoso.

  54. Rosangela StefanoviczWendrechoski

    -

    14/02/2010 às 23:57

    Classico lindo e maravilhoso irá marcar muitas gerações..

  55. Eladio Gomes

    -

    14/02/2010 às 17:45

    Apenas um comentário. Sintomático, não? Brasileiro prefere ler revista de fofoca e caderno de esportes. Para mim, faltou “O estrangeiro” de Camus.

  56. Leao Vieira

    -

    14/02/2010 às 10:27

    Da lista, destaque para o admiravel mundo novo. Os que faltaram: O Pequeno Principe e 1984, na minha modesta opinião.

  57. Maria Aparecida

    -

    13/02/2010 às 12:03

    E Castañeda? qdo eu estava na Universidade, era item de leitura obrigatório, assim como 1984.

  58. José

    -

    13/02/2010 às 12:03

    Cadê a saga Harry Potter ??
    a saga q marcou a primeira decada do seculo XXI x\

  59. Maria Aparecida

    -

    13/02/2010 às 12:01

    não cheguei a ler, mas o resumo apresentado parece MUITo com a trama de Sem Destino, com Hopper, Fonda e Nicholson.

  60. Rodrigo Galbieri

    -

    13/02/2010 às 8:31

    Excelente lista….li quase todos…
    Mas acho q “faltou” 1984 (mais perturbador que Admirável Mundo Novo)….e Feliz Ano velho (também excelente)…
    Sherlock Holmes também seria uma boa pedida..

  61. andre luis leite

    -

    10/02/2010 às 19:42

    a lista foi horrivel e os comentarios dos leitores piores. Cruzes!!!

  62. Victor Reis

    -

    10/02/2010 às 19:33

    Acho que o diário de Anne Frank poderia ser substituído por Dom Quixote,Senhor dos Anéis,Divina Comédia,Metamorfose,Drácula,Frankstein,Sherlock Holmes,O anticristo,que realmente são livros importantes,além de poesias,como de Vinícius de Moraes,Manoel de Barros,sem esquecer de fábulas,como as dos Irmãos Grimm…
    Em relação aos livros brasileiros em geral,não mudaram muita coisa no mundo e em geral,são obras bem rasas,regionalistas,temporais,livros citados acima por alguns,são uma piada,como:- Feliz Ano Velho – Capitães de Areia – As Meninas,livros de Monteiro Lobato,Meu pé de laranja lima,Sagarana,Grande Sertão,Veredas,livros do Machado de Assis,A droga da obediência,A droga do amor,pelos comentários,nota-se a ignomínia destes…
    O motivo maior do meu comentário,é comentar e fazer refletir acerca dos livros que estão sendo lidos na nossa geração,que são uma vergonha,jovens que adoram Crepúsculo e companhia,além de Harry Potter,Código da Vinci e qualquer livro do Dan Brown,generalizando,best-sellers,que são o lixo do lixo,é bastante triste ver isso…

  63. Marcello M

    -

    08/02/2010 às 18:56

    faltou George Orwell. Podia ser qualquer um dos dois mais famoso (1984 e Revolução dos Bichos).
    mas fez falta

  64. Zé Tonho

    -

    07/02/2010 às 19:35

    Cadê Sherlock Holmes? Senhor dos Anéis?

  65. Adriana

    -

    07/02/2010 às 18:56

    Vou concordar com os comentários. A lista dos “10 mais” é bastante superficial. Temos Monteiro Lobato e Machado de Assis para começar. Agatha Christie é um clássico do romance policial, mas os críticos ainda insistem que romance policial não é literatura, o que fazer. E quanto a Moby Dick, Dickiens? O Senhor dos Anéis é sem comentários. Agora faço coro a alguns: nunca entendi a aura e a idolatração do Apanhador no Campo de Centeio. Como observação fui uma criança e adolescente que tinha que barganhar – ou um livro ou uma roupa.

  66. Júlia

    -

    07/02/2010 às 2:53

    Faltaram memoráveis obras do realismo francês como Madame Bovary, de Gustave Flaubert; Os Miseráveis, Victor Hugo. Além de Orgulho e Preconceito e/ou Razão e Sensibilidade da inglesa Jane Austen. Concordo que a revista Veja fez um “control C – control V” em uma lista mundial de forma acrítica. E as obras nacionais, onde ficam? Isso é exclusão cultural, não? Então faça-se uma lista dos 10 melhores do Brasil!

  67. thais

    -

    07/02/2010 às 0:08

    NOSSA, NDA AVER ESSA LISTA.. CADE “A MARCA DE UMA LAGRIMA “? “O PEQUENO PRINCIPE “?

  68. Jefferson R.

    -

    06/02/2010 às 23:45

    Se não tem um da Clarice Lispector ou do Cario Fernando Abreu a lista esta incompleta.

  69. bruna

    -

    06/02/2010 às 23:02

    eu realmente li quase todos os livros desta lista e posso afirmar minha geração ñ se indentifica com eles é quase como um manual “entenda seu pai quando ele tinha a sua idade ” tenten ñ agradar os mais velhos e entendam a geração atual

    tenho 18anos para melhores esclarecimentos

  70. Lucas

    -

    06/02/2010 às 23:00

    1. Senhor dos Anéis
    2. O Silmarillion
    3. O Hobbit
    4. Os Filhos de Húrin
    5. Contos Inacabados

    Esta é a lista correta

  71. Eriberto

    -

    06/02/2010 às 22:38

    Que trabalho o editor teve para escolher estes 10. Se fosse os 100 + seria mais fácil, e aí entrariam todos os citados até agora + os de Alexandre Dumas.
    Recentemente faleceu (com 100 anos) a mulher que deu abrigo a familia da Anne Frank. To morrendo de vontade de ler novamente O Diário de Anne Frank é imprescionante! Você sente na pele os horrores. O medo de ser descoberto.

  72. Vania Silva Resende

    -

    06/02/2010 às 21:58

    Eu senti a falta de dois livros que foram muito importantes na minha adolescência:
    Fernão Capelo Gaivota
    O Pequeno Principe
    Outros livros que li recentemente na adolescência de minha filha:
    A droga da obediência e A droga do amor
    Depois daquela viagem – é um livro que deveria ser obrigatório para os jovens de hoje

  73. Lau Bark

    -

    06/02/2010 às 20:38

    Insisto: todas as obras de Shakespeare.

    Mas também Asimov, Dracula de Bram Stocker, Fausto de Goethe…

    vai longe!

  74. mpineze

    -

    06/02/2010 às 19:39

    Aí, Veja. Por que não lançar uma coleção de Veja com estas 10 obras e mais algumas sugeridas pelos amigos acima? Adoraria montar a coleção para meus filhos lerem também.

  75. Jaquee

    -

    06/02/2010 às 19:31

    Há também outros livros,até melhores, de Julio Verne para se ler. “Viagem ao centro da terra” e “1.000 léguas submarinas” são melhores, com certeza. (Y)

  76. adri

    -

    06/02/2010 às 19:29

    ah, talvez tenha faltado Harry Potter?

  77. Jaquee

    -

    06/02/2010 às 19:29

    Eu fiquei meio revoltada por ter lido apenas três livros dos dez. E apoio a Daniela, que propôs livros nacionais! Coleção Vagalume é muuuito boa, assim como “Para gostar de ler”, as obras de Lobato ajudam também. Precisamos de mais literatura nacional, há muitos autores bons esquecidos e até internacionais esquecidos também. :x

  78. Adriano Vítor Ribeiro

    -

    06/02/2010 às 19:20

    Faltou o Harry Potter, de J.K. Rolwing!

  79. Loni

    -

    06/02/2010 às 19:12

    Concordo com os acima, faltou 1984, Romeu e Julieta não deveria estar nesta lista. Acrescento que achei O Apanhador no Campo de Centeio puro lixo e, apesar de tudo o que se diz, não achei Laranja Mecânica a oitava maravilha do mundo [nem o livro e nem o filme].

  80. Elvira Akchourin do Nascimento

    -

    05/02/2010 às 17:04

    (Cont.) Como pude esquecer o genial Machado de Assis, com obras como “Helena”, “Dom Casmurro”, “Quincas Borba” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas”?

  81. Elvira Akchourin do Nascimento

    -

    05/02/2010 às 16:51

    Muito boa a seleção, li vários dos livros e assisti a alguns dos filmes citados. Eu também incluiria “O Pequeno Príncipe”, “1984″, “Tom Sawyer”, “Os Irmãos Karamazov”, obras de Agatha Christie, e os nacionais “Capitães da Areia”, “Meu Pé de Laranja-Lima”, “A Moreninha”, obras de Monteiro Lobato.

  82. ROSANGELA

    -

    05/02/2010 às 13:17

    DOS 10 LIVROS APRESENTADOS, LI JULIO VERNE, ALDOUS HUXLEY, DOSTOIÉVSKI SÓ LI O IDIOTA COM TRADUÇÃO DO RUSSO PARA O PORTUGUES DE PAULO BEZERRA, TENTEI LER CRIME E CASTIGO, MAS A TRADUÇÃO DO RUSSO PARA INGLES, DAÍ PARA PORTUGUES PERDE-SE MUITO DAS EXPRESSOES RUSSAS, O QUE NAO ACONTECE COM O IDIOTA, JÁ LARANJA MECANICA, SÓ VI FILME DO STANLEY KUBRICK, ALIAS TODOS OS FILMES DELE SÃO MARAVILHOSOS, APESAR DA FAMA DE MALUCO, PARA AQUELES QUE NÃO O COMPREENDE.

  83. Gabriela

    -

    05/02/2010 às 12:10

    Faltaram livros importantíssimos nessa lista, como 1984 do Orwell; DOM QUIXOTE do Cervantes (como esse faltou??????????); Cem Anos de Solidão, Gabriel Garcia Marques; METAMORFOSE (Frantz Kafka); Frankenstein; Mary Shelley. Sem contar os nacionais, Guimarães Rosa, Carlos Drummond, Jorge Amado, Erico Veríssimo, Rubem Fonseca, Graciliano Ramos, Clarice Lispector, Vinícius de Moraes, etc…

  84. Tostão

    -

    05/02/2010 às 10:32

    Já que esta lista é para brasileiros, por que não um autor brasileiro? Guimarães Rosa, por exemplo: “Sagarana” ou “Grande Sertão, Veredas”…

  85. Dora

    -

    05/02/2010 às 9:51

    O Pequeno Principe….uma viagem ao nosso interior..autoconhecimento..Exupery
    A insusltentável leveza do Ser. Kundera
    A revoluçÃo dos Porcos. Orwel

  86. Vera

    -

    05/02/2010 às 3:52

    Paula, de Isabel Allende, é maravilhoso.
    O Caçador de Pipas também.
    Odiei Cem Anos de Solidão, chaaato… ainda bem que não está na lista, pq ele sempre tá em todas.

  87. edna

    -

    05/02/2010 às 0:59

    Como toda lista esta tb está bastante incompleta, senti falta de: O Pequeno Príncipe, Tom Sawyer, Meu pé de laranja lima, Pollyana, qualquer livro de Monteiro Lobato, qualquer livro de Isaac Asimov ou Agatha Christie, etc

  88. Marco

    -

    04/02/2010 às 23:40

    Senti falta de alguma obra de Mark Twain…

  89. Silvio Thomas

    -

    04/02/2010 às 23:29

    É com tristeza que leio o que este blog está relacionando e notar que o autor/autores simplesmente copiaram a matéria de algum jornal ou revista de outro país e nem sequer tiveram o bom senso (para não dizer algo pior) de anexar alguns escritores brasileiros e/ou latinoamericanos.
    É como se todos os livros dos autores nacionais não foram importantes na nossa vida.
    O blog simplesmente está dizendo que estes foram os mais importantes…os outros…são os outros.
    É frustante pensar que podemos estar fazendo parte de um processo de aculturamente, através da revista VEJA. Revista esta que leio regularmente a mais de 20 anos.

  90. emilio

    -

    04/02/2010 às 23:24

    E eu lendo Monteiro Lobato. Que merd……………..

  91. Schütz

    -

    04/02/2010 às 22:37

    Certamente Os Sofrimentos do Jovem Werther teve uma importância vital não só como obra em si, mas como um prenúncio de todo o comportamento exageradamente romântico que iria seguir no século seguinte. E o autor do ranking não cita a onda avassaladora de suicídios que se propagou pela Europa…

  92. Lau Bark

    -

    04/02/2010 às 22:20

    1984 de Orwell, mas não no lugar de R+J. Shakespeare jamais será superado.

  93. Jhemmy

    -

    04/02/2010 às 21:53

    Poxa Lolita de Vladimir Nabokov marcou tambem a geração tanto em leitura quanto em moda.

  94. veronica

    -

    04/02/2010 às 21:29

    E ‘O vento levou’ acho que influenciou principalmente as mulheres

  95. Patricia

    -

    04/02/2010 às 21:27

    Meu filho tem 15 anos e começou a ler, à pedido da escola, o “Diário de Anne Frank”. Por isso, anda quieto, pensativo, agarrado ao livro. Pelo fato de possuir relatos reais, acredito que meu fillho jamais esquecerá esse livro e dos horrores daquela época.

  96. Radoico Guimarães

    -

    04/02/2010 às 21:00

    Excelentes dicas, mas faltaram aí O Senhor dos Anéis, que influenciou o movimento hippie e, no Brasil, a obra dita infantil de Monteiro Lobato, lida na maioria das vezes na adolescência. Harry Potter ainda é muito novo, mas vai influenciar com força a mente das gerações do século 21.
    Acredito que toda coletânea como essa terá enormes lacunas, pois, felizmente, nossa criatividade é enorme!

  97. wilma

    -

    04/02/2010 às 20:57

    Como uma apaixonada pela Literatura sobretudo a Clássica,fiquei achando que a lista está incompleta…acrescentaria “Por quem os sinos dobram” e “Cem anos de solidão” maravilhosos,seria injustiça deixa-los de fora. Abraços.

  98. naaathy

    -

    04/02/2010 às 20:40

    tenho 15 anos e estou lendo admirável mundo novo…. eh muito booom!

  99. Moisés

    -

    04/02/2010 às 20:14

    Em “Crime e Castigo”, Raskolnikov propõe-se a seguir a teoria que separa os homens extraordinários dos ordinários, dando àqueles poder de vida e morte sobre estes. A hipocondria, a paranóia, a insegurança do protagonista tornam essa trajetória verdadeiramente humana, e afasta o próprio Raskolnikov dos objetivos que havia traçado. A exposição de contradições do personagem, sua megalomania e o contraste entre o que almeja e o que lhe é possível tornam o livro emblemático para juventudes de diferentes épocas.

  100. paulo barros

    -

    04/02/2010 às 19:20

    Faltou 1984 de Orwell

  101. Felipe Cruz

    -

    04/02/2010 às 19:08

    Ficou faltando “1984″, talvez no lugar de “Romeu e Julieta”?

  102. Daniela

    -

    04/02/2010 às 19:02

    Acho que poderíamos incluir algumas obras “nacionais”, não?
    - Feliz Ano Velho
    - Capitães de Areia
    - As Meninas.

    Só para citar alguns que fizeram parte da minha “juventude”. Recomendo a leitura para quem tem menos de 20.

  103. Marina

    -

    04/02/2010 às 18:25

    Acho esse livros importantíssimos e acho que deveriam ser dados para ler nas escolas em vez da Coleção Vagalume, mas gostaria de saber qual o nível dos jovens que leem esses livros. Muitos desses livros não são livros lidos por jovens. São livros cabeças.

  104. Aline

    -

    04/02/2010 às 17:27

    Ah, importante: Romeu e Julieta nao é um romance em formato novelado, foi escrito para representaçao em teatro.

  105. Aline

    -

    04/02/2010 às 17:24

    Romeu e Julieta é o ícone do amor eterno por excelência mas convence adolescente fazendo juras de amor para toda a vida? Hoje em dia pode ser que nao mas como naquele tempo a média de vida de uma mulher era de 30 anos, seria eterno enquanto durasse e duraria pouco.

  106. Felipe Miranda

    -

    04/02/2010 às 17:10

    É realmente fantástico. Dica recomendadíssima de leitura. Você quase que viaja de verdade nos países que esse autor – dono de uma imaginação prodigiosa – descreve. Um dos melhores romances que ele já escreveu e que eu tive o imenso prazer de ler.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados