Blog: Educação
Monica Weinberg
Coordenadora do painel de Educação de Veja 40 anos - o Brasil que queremos ser, a editora Monica Weinberg acompanha e discute aqui os conteúdos apresentados pelos leitores
Este blog deixou de ser atualizado com o encerramento do projeto VEJA 40 anos


Últimos posts
As boas e as más avaliações
Uma visão pouco científica
Pré-escola, só ser for boa
Tomara que dê certo
Como o computador pode ajudar


RSS
Receba as notas do blog em seu computador


Arquivo

VEJA 40 anos
Outro blog
Economia
G. Guandalini
Editor de VEJA comenta e coordena o painel de Economia de "VEJA 40 anos - o Brasil que queremos ser"
Ambiente
Ronaldo França
Editor de VEJA comenta e coordena o painel de Ambiente de "VEJA 40 anos - o Brasil que queremos ser"
Megacidades
Lucila Soares
Chefe da sucursal do Rio de Janeiro de VEJA comenta e coordena o painel de Megacidades de "VEJA 40 anos - o Brasil que queremos ser"
 
 24 de março de 2009

Pode ser o fim do vestibular


O ministro Fernando Haddad anda conversando com reitores das 55 universidades federais sobre uma idéia que acalenta há tempos: extinguir o vestibular. Sua crítica procede. Com raras exceções, a prova para o ingresso nas universidades brasileiras é mais voltada para a decoreba, que é o que menos interessa, e muito pouco para o raciocínio. Isso faz dela, no mínimo, uma aferição limitada. Pior do que isso: é no vestibular que as escolas de ensino médio se miram para fazer seus currículos. Os alunos são treinados para decorar, e não para pensar.

A proposta que o ministro tem apresentado aos reitores é substituir o velho vestibular pelo Enem, a prova que o MEC já aplica a estudantes do ensino médio. Uma das hipóteses em discussão é unir a nota do aluno neste exame à de outra prova, que ajudaria a ranquear os candidatos. Muitas universidades já usam o Enem com esse propósito. E tem funcionado.

O Enem é uma prova que testa, sobretudo, a capacidade dos alunos de juntar e processar informações. Uma mesma questão demanda conhecimento de matemática, geografia, ciências. Ninguém quer saber a extensão de um rio ou a data de um acontecimento histórico. Segue os moldes do Pisa, a prova internacional que compara o desempenho dos estudantes nos países. Sim, a mesma em que os brasileiros vão mal. E a mesma também em que eles, não por acaso, se revelam bons na decoreba, mas ruins de raciocínio. O fim do vestibular pode ser um primeiro passo para que o Brasil deixe a zona do vexame nos rankings internacionais.

Foto: Antonio Milena/Frederic Jean/Egberto Nogueira/Ana Araujo



Por Monica Weinberg - 16:49    •    Enviar Comentário     •    Ler Comentários



Comente

Nome

E-Mail

Comentário




Os comentários são mediados pela redação antes de serem publicados.
Não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais e propostas comerciais.



Comentários

raniela nunes santos - quero tirar uma duvida eu tenho um colega que perdeu o cartao do enem ele agora nao pode fazer o enem mais?

jose - adorei

anônimo - Isso mesmo, concordo com vcs, deveriam tirar o vestibular. para que?? ter vestibular se muitas faculdades particulares,te passam mesmo vc não acertando nada.

adonis rebelo - Não existe idéia melhor na retirada dos vestibulares onde ficavam praticamente para pessoas de mais condições finenceiras Adonis Rebelo

kelly - se eu fizer o enem no df eu posso usar a nota para qualquer universidade do brasil?

Anonimo - Por que mesmo o novo vestibular? Segundo o ministro porque pré-vestibular é anamolia e prejudica os estudantes da rede pública. Pois bem, o mentor mor de tudo, o presidente do Inep, foi primeiro convocado para explicar-se em pré-vestibular e não em escola pública.

mayara - O vestibular é um meio de termos um bom futuro, uma boa facudade.Essa teste é um meio de saber um pouco da capacidade do aluno, o que ele aprendeu.Em fim o vestibular é um susseço para o aluno.

Prof. João Batista do Nascimento - Caro Tiago Nunes. Você diz isso como se colar, usar pontos eletrônicos, etc, durante a prova fosse crime. Se informe disto emhttp://webmail.andes.org.br/modules/smartsection/item.php?itemid=77

Tiago NUnes - Acho imteressante essa mudança sim...MAis tenho receio de que com essa padronizaçao das Provas, o risco de fraude seja bem maior... isso tbm ppoderia beneficiar aqueles que usam de má fé para conseguir aquilo que querem...

anonimo - Greicy, não seja ingrata. Leia a prova do último Enem e veja que um dos quesitos exigia ser expert no jogo-da-velha. Coisa que os estudandes mais fazem quando não tem professor. Portanto, os alunos da rede púbica foram altamente benefiado na prova.

juliana - Sou uma aluna do 3ºano do Ensino Médio e concordo muito com a mudança do vestibular.Acho um absurdo tamanha informações que recebemos para fazer um vestibular, é muita coisa, muita matéria e infelizmente pouco raciocínio.Eu me considero um exemplo vivo disso, sou muito ruím de raciocínio, sei que vai de mim, também, desenvolver isso,mas é verdade sim que se investissemos mais nisso na escola ajudaria, e muito.Fora que a moioria de nós sabe que o Brasil sempre fica nas piores lugares quando a sua educação é comparada com a dos demais países.O novo Enem ajudaria os estudantes de todo o Brasil a desenvolver mais seu raciocínio, sua capacidade de pensar.

Ricardo - Creio que a questão é falha, pois uma vez que sucateado o ensino de educação fundamental e médio do país, o governo agora também acha conveniente sucatear o ensino superior público. Sou ex-aluno da rede pública do governo de São Paulo e após três anos formado pelo estado, ainda luto para conseguir uma vaga em uma universidade pública estadual, uso de me próprio esforço para recuperar aquilo que não aprendi (e aquilo que me ensinaram errado). Para o governo fazer "cara de contedudo para ONU e UNESCO" talvez seja a melhor solução do que capacitar professores e alunos ao mesmo nível dos alunos da rede privada para que haja as mesmas igualdades e condições para um bom exercício de sua democracia e direito de escolha. Não queremos esmola do governo somente queremos IGUALDADE para todos!

Anderson Eduardo Cordeiro de Souza - É um absurdo acabar com o vestibular. O Enem não seleciona realmente os alunos capazes. Facilitando que alunos incompetentes ingressem nas universidades. O país terá um problema muito maior com péssimos profissionais. Como por exemplo erros médicos.

Greicy Kelly - Essa mudança vai beneficiar a nós alunos da escola publica?Quais as materias irá conter o enem?

Anônimo - Como sistema de vest. das públicas sempre prejudicaram o ingresso do estudante da rede pública e favoreceram os da rede privada. Se um jovem pobre depois de terminada a prova procurar na pá. do sistema os fundamentos e como querem que resolva uma questão que ele não soube ma prova, não vai encontrar NADA. Quem paga pré-vestibular terá quem explique tudo e mesmo sendo reprovado já conhece mais truques para próxima vez. Assim, o pobre não sabia e nem teve que ensinasse, corre o risco de ser reprovado da próxima vez até com a mesma questão. Tem mais: todo que se matricular num bom pré-vest. receberá, comprará, todas tais resolvidas e como a maioria que cai são repetidas, readaptadas, fica um beleza ingressar. E o pobre... dane-se. É o que sempre disseram. Não existe nada mais fácil do que ganhar taxa com prova, para quem promove ignorâncias.

Selma - sou a favor sim, ao fim do vestibular, pois, na maioria das vezes só entram nas universidades do governo os alunos que estudaram em colégios particulares(classe média), e estão preparadissímos para a prova. E outra. Pra que temos que saber física quântica, se vou fazer história?

suzana - com certeza concordo com marco aurelio o vestibular é um sonho.felipe foi infeliz ao dizer que devemos ter apenas sorte ,não é assim estudamos e devemos tero direito de fazermos nossa prova com a certeza que tudo que estudamos ira cair e pra mim o vestibular deveria ser como sempre foi ou talves deixa pra implantar o ano que vem prara que possamos noa adpitar.

Mario Aurelio - Felipe Andreson,como assim o vestibular não está preocupado em realizar um sonho?Ou será que estudamos tanto apenas para conseguir um emprego que pague nossas contas e mantenha-nos com uma condicão econômica estável?Sim o vestibular seleciona os melhores, mas muitos são impulsionados a serem os melhores para assim poderem realizar o sonho de estudar no curso tão idealizado.

julia - Discordo da ideia do Ricardo Weiser, pois no vestibular depende da sorte, mas tambem acredito que muitos estudantes(não somente os do norte-nordeste) que não têm uma preparação para provas como USP,UNICAMP,UNB, por exemplo,sofrerão por estar em um nível mais baixo.

Felipe Andreson - Caro Ricardo Weiser que fez um triste e ridículo comentário... A proposta do vestibular não é realizar o sonho de ninguém,e sim fazer com que os melhores e que se prepararam,dependendo do colégio onde estudou,seja público ou particular,de otimos professores ou não entrem.É claro que em algumas vezes há uma ZEBRA do tamanho de um bonde.Então cabe a nós dezejarmos as pessoas que vão fazer vestibular apenas sorte.

Eustaquio - Ricardo Weiser...Você subestima os alunos nordestinos...Aqui no nordeste tem escolas de mesmo nivel as do sul e sudeste... um exemplo é o instituto Dom Barreto de Teresina, sempre está entre os melhores colegios do Brasil. Esse colegio ja teve matéria publicada em VEJA ressaltando a sua qualidade no ensino... pesquise e verá. Vocês ai do eixo sul-sudeste se acham a fina flor, mais humildade meu caro.

Ricardo Weiser - Essa mudança no vestibular vem para ajudar apenas a vida dos estudantes do sul e sudeste brasileiro, estes os quais tem um ensino bem mais preparado e que sofrem com uma alta concorrência.Pobre dos alunos do norte e nordeste que perderão suas vagas para esses estudantes e assim ficarão mais distantes do seu sonho!

Eustaquio - Edeney Zanlcosk Como assim??? mais um passo do socialismo???Quer dizer que os estados unidos são um país altamente socialista????O novo vestibular a ser implantado aqui é baseado no SAT o sistema americano...

Edeney Zanlcosk - Depois da Bolsa família,vale isso aquilo e dos auxílios mil e umas coisas. Este é mais um passo do socialismo

Margarette - Parabéns!!!!Se isso for levado mesmo a sério, vai ser excelente. Porque não temos que avaliar o aluno somente por provas,e sim pelo que entendeu sobre o conteúde de cada disciplina, o que adianta estudar somente para decorar, e depois nem saber do que se trata, não é verdade???

Joao - A transformação do vestibular é um ato absurdo,principalmente haver uma mudança que já seja implementada neste ano de 2009, pois os alunos nao estao preparados para esse nova prova e muito menos têm uma base de como será essa cobrança.

Juliana Ferreira - Deveríamos eliminar o vestibular, uma vez que é uma forma de acreditar no ensino das escolas, principalmente, públicas. Já no decorrer da vida universitária o aluno irá se aprimorando cada vez mais, pois a rotina de estudos muda, ao ingressar-se no mesmo

Francieli - Antes de fazerem as novas mudanças, acredito que as escolas deverão serem mudadas antes das novas ampliações,assim apostando em melhores resultados.

Laís Ferreira - Eu sou aluna do cursinho e vou prestar vestibular esse ano. Sou extremamente contra , afinal o número de candidatos seria muito maior assim, eu não concorreria com 4 mil candidatos, mas com 500 mil ou mais. E pior do que isso, caso o aluno não vá bem na prova ele teria jogado a oportunidade fora, já sendo uma prova em cada Universidade o número de possibilidades aumenta , aonde eu fazendo 5 vestibulares, eu poderia passar pra 1 pelo menos e sendo uma única prova não haveria essa possibilidade !

Fabio - E como fica o reingresso(portadores de diploma que prestam novo vestibular para mudar de carreira)?

DANILO ALBUQUERQUE - Sou historiador e profesor a mais de 20 anos.Nunca ensinei História com DECOREBA,sempre utilizei o raciocínio como fundamento da absorção do conhecimento.E não concordo que o ENEM,possa substituir o conteúdo vestibular.Talvez,seja mais um critério político na educação...Espero que não.

Bruno Emiliano - Sou completamente a favor, pois a decoreba não faz com que o aluno desenvolva seu raciocinio,e que por isso é plausivel o advento desta medida o fim do vestibular .

NILZETH MSMR DE MENDONÇA - Não desprestigio os vestibulares mas considero que a vida acadêmica do vestibulando deveria ser avaliada para o ingresso nas universidades. O vestibular não é suficiente para determinar o direito a uma vaga. Não se deve desconsiderar uma vida inteira de preparação, uma estrada de conquistas de conhecimento e aquisição de saberes _ ítens que realmente são relevantes .

Sávio Freire - Com a unificação dos vestibulares irá ocorrer uma homogeinização no sistema de ensino do Brasil, os estudantes não irão mais so decorar formulas fisicas, e nem saber quando ocorreu a revolução iluminista. Agora os estudantes deverão ser analisados na sua capacidade de interpretação argumentação e não apenas memorizar assuntos, como nos fazemos no ensino medio para aplicar em uma prova.

Cristina Oda - Não acho que o colégio Vértice, Bandeirantes, Etapa, Santa Cruz, etc., tenha reunido um monte de retardados bons de decoreba e ruins em raciocínio. São alunos inteligentes, bons de raciocínio, e bons portanto de decoreba e cheios de dinheiro no bolso. Com certeza, muitos pais desses mesmos alunos estudaram muito, estão ganhando um bom salário e fazem questão de dar educação de qualidade para seus filhos o que a rede pública hoje não oferece, e eles tb tem direito a ter educação de qualidade e de graça, pois já pagaram por ela contribuindo com impostos caríssimos. Detalhe, meu filho não estuda nessas escolas mas gostaria muito que fizesse parte do quadro de alunos das escolas acima citadas, motivo:não tenho dinheiro para bancar a mensalidade....

Larissa Veloso - Neste caso, qual seria a prova que acompanharia a nota do Enem?

Eustáquio Cardoso - Eu sou contrário a esse projeto, ha muitos pontos a ser esclarecidos...Mas uma coisa é certa, os melhores alunos vão continuar tirando as melhores notas e consequentemente obtendo as melhores colocações nos cursos mais concorridos. Tenho visto varios comentarios aqui de pessoas dizendo que isso vai beneficiar os mais pobres... será?? Tem até uns comentários idiotas do tipo: "tem filhinho de papai que não trabalha só estuda ai é mais facil passar em qualquer vestibular se comparado com uma pessoa humilde que tem que trabalhar..." e dai??? Entra na universidade quem tiver méritos e não quem tem menos dinheiro. Ninguem pode ser culpado por ter acesso a uma escola de qualidade. Um dos principais argumentos desses que defendem o fim do vestibular é que os exames são cheios de "decoreba", isso é um absurdo e uma mentira escandalosa. O aluno que realmente estudou vai conseguir se sair bem em qualquer tipo de prova. Ha comentários tão absurdos aqui do tipo: "Concordo com o fim do vestibular, por que muitas pessoas passam na sorte, sendo que as outras que estudaram, nao passam pelo nervosismoo na hora da prova. Efim eu concordo." Como assim??? so porque a prova será unificada esse aluno não ficara mais nervoso???Quem defende esse novo sistema a ser implantado, mostra claramente as razões... acham que será mais fácil entrar em uma universidade FEDERAL, mas não se enganem, como disse antes os melhores alunos continuarão a ser os mais aprovados...Sem mais

Vanessa - Concordo com o fim do vestibular, por que muitas pessoas passam na sorte, sendo que as outras que estudaram, nao passam pelo nervosismoo na hora da prova. Efim eu concordo.

sergio - É inacreditavel colocar a culpa do baixo desempenho dos alunos brasileiros numa prova que mede o mérito de cada aluno.Continuando nesta linha de raciocio por que não acabar com concursos para Juízes, promotores, professores e todos os demais concursos para orgãos públicos?Bastariam as notas que o aluno conseguiu em seu período acadêmico,ou uma grande prova nacional que o governo aplicaria para cada curso superior assim as notas dos alunos na universidade ou a prova do "governo sabe tudo" definiria a conquista de sua vaguinha na grande máquina do Estado.

adonis rebelo - Teriamos que pegar o enem melhora-lo e pegaremos a média de toda a vida estudantil deste aluno ( ex.curriculo) para fazermos as médias.Adonis Rebelo

adonis rebelo - Melhor idéia não teremos paises desenvolvidos não tem vestibular são somados as médias e curriculo da vida estudantil dos alunos ...medida correta o vestibular as vezes pessoas ficam nervosas e podem errar tudo , ou tem as mamatas......que todos nós sabemos....né....temos realmente que acabar com os vestibulares...Adonis Rebelo Cuiabá-MT

Oscar Filho - Também concordo com o fim do vestibular. E acho que ainda tem muita coisa pra ser mudada. Universidades Federais que seriam para pessoas sem condições de pagar menalidades absurdas num país com um salário minimo ridiculo, hoje só vemos alunos que só estudaram em escolas particulares e com condições de pagar faculdades particulares. Na Puc só se vê pobre que trabalha o dia todo pra pagar a mensalidade todo mês e na ufmg só se vê filhinhos de papai sem mensalidade pra pagar. Eles vivem só pra estudar, não tem que trabalhar o dia todo e ainda estudar à noite em um pre vestibular lotado em que o professor fica com um microfone só falando e não tem como responder perguntas de todos. Por que não olham o histórico escolar e as condições dos candidato

Criatianne - Concordo com a substituição do vestibular pela prova do Enem, mas não concordo nem um pouco com o uso das notas do colegial.

Enrique - Qual a diferença?

Joelia - Concordo com o fim do vestibular! percebemo que há uma dificuldade muito grande para os alunos,pricipalmente os mais carentes conseguir um curso superior devido ao tempo curto,pois esses, necessitam do trabalho. Além disso desenvolve o poder de raciocínio do aluno sem precisar decora assuntos.

Reyverson-alagoas - se for realmente desse jeito,concosrdo!Nós alunos,pelo menos a maioria decora mesmo..mas,o ensino precisa se unificar em todo o país,pois pra uns beneficiará mais..

jb - Só uma coisa fica melhor. Sendo feita pelo MEC as chances de vazamento da prova é quase nulo. Se a PF escolher ao acaso investigar algumas provas de vestibulares comparando-as com algumas revisões de útlima hora de alguns pré-vestibulares, o castelo de área denunciado pela PF vai virar coisa de menino besta.

RENATO JOSE SILVA VIEIRA - Sem delongas... concordo plenamente com o sr. ministro em extinguir definitivamente com o vestibular. Este exame obriga os candidatos e decorar nomes de personagens históricas que viveram a centenas de anos, nomes de cidades que não existem mais, nomes de personagens de livros... ou seja.... decoreba pura!!! Penso que a mudança será um enorme avanço em prol da real inteligência.

IVETE - Acho muito bom trocar o vestibular pelo enem.O vetibular da Federal é muito difícil,assim as pessoas que nao tem condições financeiras,terão mais chance.Pode ser a minha mesmo por exemplo.Continuem firmes!!!

Adriana De Vito - Para uns a idéia do fim do vestibular é otima, pois muita gente passa o dia intero trabalhando e vai para a escola anoite, por estar cansado e muitas vezes por ter um fim de semana muito curto não consegue tempo suficiente para estudar para essas pessoas é otimo substituir uma prova que prescisa ser decorada por outro, mais já para os "filinhos de papai" que passam o dia intero estudando e estudam em escolas particulares issu é o fim do mundo mais poque afinal? A resposta é simples eles prescisam simplismente mostrar a seus pais que todo dinhero investido neles servio há algumas coisa, afinal são essas as pessoas que tudo o que fazem prescisam pedir dinhero para os pais...Nada melhor do que substituirem o vestibular pela prova do ENEM, e junto adicionar as notas do aluno obtidas durante a vida toda na escola.

Fillype - Notas de colegial não devem ser usadas pra o ingresso no curso superior justamente por um motivo simples e bobo: cada escola tem um grau diferente de dificuldade no ensino. Se eu tiro 10 numa escola X, posso ser um aluno nota 4 numa escola Y.Tomar cuidade com isso. Porque professores podem pensar em querer tirar proveito disso.

Prof. João Batista do Nascimento - Acho que Fellype resume tudo, em dois casos:1) se for reunido aleatoriamente dez docentes de matemática do ensio básico, não vai faltar, ante temas como, por exemplo, trigonometria, quem defenda que isso é coisa para gênios e só deve ser ensinado em curso superior.2) o mesmo com docentes formadores de univerdade e toque na possiblididade de usar um índice formado pelas notas do boletim. Primeiro vão dizer que histórias, por exemplo, disso ser fundamental em países do primeiro mundo é coisa de cinema. Depois, que tais docentes que eles mesmos formam são tão salafrários que o Brasil se transformaria num dos piores casos no mundo em fraude de nota escolar.

Donghan - O vestibular é o objeto de negócio dos colégio-empresas que têm como foco a aprovação de seus alunos a qualquer custo, submetendo-os ao esforço e condicionamento sobre-humanos. Assim entendo que o ensino pelo ensino formador de cidadãos perdeu o seu sentido original.

Oliveira - Pelo fim do vestibular, mesmo!Na Argentina não há vestibular para o ingresso na Universidade de Buenos Aires. Entra quem quer e fica quem pode, quem tem capacidade.

PASCOAL MARMO - Infelizmente exemplos de boa formação aquí em nosso país são raros em todas as áreas profissionais. Fico triste em ler no comentário da matéria acima o emprego de palavras como " ranquear" na elaboração de uma frase em nossa língua.

Murilo Bragança - Isto é uma piada de mau gosto? A cada dia a educação aparenta melhorar, enquanto que na verdade piora. Primeiro começaram a se aprovar alunos em repetência apenas para aumentar o IDEB, e agora querem substituir o vestibular pelo Enem, que é uma porcaria de tão fácil. Se substituírem pelo Pisa, eu aprovo, pois de fato é necessário o raciocínio, mas deixem a formulação da prova a cargo dos reitores. Colocar uma Unip da vida (onde um garoto de 8 anos passou em direito) no mesmo patamar que a USP é demonstração de mal-senso.Isso trata apenas de uma medida pseudo-altruísta, de vermes do congresso, que fazem tudo da forma mais fácil. Do simples "jeitinho brasileiro". Querem melhorar o índice de educação [para depois pegarem dinheiro emprestado?], comecem pela base. Aumentar cotas e substituir esse sistema que já se mostra falho não é, e nunca será, a melhor opção.

Prof. João Batista do Nascimento - Não muda quase nada. As provas do ENEM são tão ruins em termos de avaliação do conhecimento tanto quando qualquer prova de vestibular. Em termos de matemática a única vantagem para os alunos é só precisar saber desta até o que é ensinado na 6ªsérie série primária. Em termos de raciocínio é pedantes e basta recuperar alguns post do Reinaldo Azevedo. No último ENEM o aluno teria de conhecer ideograma chinês para responder uma questão absurda. Quem quiser conhecer o meu estudo da qualidade das provas ENEM é só pedir: joaobatistanascimento@yahoo.com.brA única vantagem para o aluno da rede pública, por ser de graça para esses, é se fosse usado unicamente o ENEM para o ingresso no ensino superior em todas as universidades públicas.

Guilherme - Essa nota mostra um desconhecimento total sobre a realidade da educação brasileira. O primeiro passo para sair da zona de vexame é parar de aparelhar as escolas com ideologia barata e efetivamente cobrar os alunos, deixandeo de aprová-los apenas para mostrar resultados.

maria - Mas quem já terminou o nível médio há anos e não fez o ENEM, como entrará numa faculdade? É a minoria, mas perderá o direito de cursar uma faculdade pública?

Daniel - Será o melhor método já aplicado para avaliação.

Saullo - Concordo plenamente a prova do vestibular é muito injusta pois não avalia o aluno de forma adequada! Voto pelo FIM do vestibular! www.estudante.adm.br

Luiz Felipe - eu não concordo com esta matéria, pois existem vestibulares consistentes que estimulam o raciocínio do vestibulando. Aqui na minha cidade ( Diamantina MG)por exemplo, basea-se a matéria nas situações do dia - a -dia fazendo com que ligue um a matéria a outra...

Eloise - Você tem razão, Marcus Ricardo. Poucos sabem interpretar corretamente um texto, mas o problema está no ensino básico. Não adianta mudar o vestibular onde, aliás, só vai bem quem consegue interpretar corretamente os textos das perguntas, sejam elas de português ou de qualquer outra matéria. Mesmo nas questões do tipo teste, se o texto da pergunta não for bem interpretado, a resposta não será correta. Aproveito para observar que não acredito que alguém passe numa primeira fase da Fuvest apenas por sorte, ou seja, escolhendo as alternativas por chute. Quem faz isso, até acerta alguma coisa, mas jamais o suficiente para se classificar.

Arlean - Concordo em número, gênero e grau. Sou aluno, e estou de pleno acordo com essa idéia, até porque é bem melhor pensar a decorar. É justamente o raciocínio que usamos no dia-a-dia do trabalho, não temos que decorar, temos que aprender e levar em conta o necessário.

jes - Olha aii

Jose Dias Filho - O fim do vestibular no Brasil melhoraria a educação superior, pois a maioria das pessoas que termina o ensino médio gostaria de entra em um faculdade mas o sistema atual deixa a desejar "para os pobres" pois a injustiça sócio-econômico e grande.

Carvalho - Seria mais fácil policiar os vestibulares, para que estimulem o pensar.

Charles - Um detalhe interessante: acabo de sair do cursinho e pude observar que a maioría dos que vão bem no Vestibular vão bem também no ENEM. Será que não ficam elas por elas?

Marcus Ricardo - Com certeza. Estou de pleno acordo. Cada dia, percebo que os alunos tem mais preguiça de pensar. Coloque-os para interpretar texto, pra você ver no que dá.

João Silva - É o sonho de quem realmente deseja expurgar o mérito em função da escolha política de quem deve ir para universidade. O Vestibular embora com todas as críticas atribuídas á ele ainda separa o joio do trigo dos estudantes que estudam daqueles que não estão nem aí pra estudo. E dizer que estudar não inclui alguma dose de memoria é não enxergar a verdade. Acabar o vestibular seria o golpe final no ensino público universitário brasileiro e o controle de quem entra passaria para uma prova que parece mais um teste do bafômetro já que serve mesmo é pra tornar todos burros qualquer idiota passa desde que tenha um mínimo de conhecimento dá pra ver que é a cara desse ministro e do PT.

Pedro - Conversa. O Japao sempre vai bem nos rankings de educacao. E la tem vestibular. Na Coreia, idem. Entao, o problema nao eh o vestibular. Eh o ensino.O que o ministro poderia, alias deveria, fazer e unificar o vestibular das federais e incorporar a nota do Enem no resultado final. O resto e blablabla.

Eloise - Espero que a mudança seja gradual para não prejudicar alunos que, sem ter culpa alguma dos problemas educacionais brasileiros, estudam hoje em escolas que os preparam para o vestibular em sua estrutura atual. Meu filho, por exemplo, cursa o segundo ano do Ensino Médio no Colégio Etapa que é voltado quase totalmente à preparação para os vestibulares atuais. Coloquei-o nesse colégio pensando nas provas mais importantes. Não sou rica e cortei muitas coisas em meu orçamento familiar para bancar esse colégio. Meu filho inicialmente foi contra estudar lá por temer a tal “decoreba”. Usei como argumento o fato de que infelizmente no Brasil, vestibular é “decoreba” mesmo e ele teria que se preparar para isso. O que vai acontecer se o governo repentinamente, quem sabe já para o próximo ano, mudar tudo? Meu filho terá perdido um tempo precioso, eu terei perdido dinheiro à toa e ele, provavelmente, não conseguirá entrar numa boa universidade pois seus anos de estudo não terão servido para nada. Uma mudança radical como essa tem que ser comunicada pelo menos três anos antes de sua implantação para que os alunos cursando o ensino médio não sejam prejudicados. A mudança tem que valer apenas para quem fizer os três anos do Médio sob a nova visão. As escolas têm que ter tempo para se preparar. Como não tenho dinheiro para bancar um novo Ensino Médio, quem sabe sob a forma de anos em cursinhos pré-vestibular, meu filho poderá ter sua vida toda prejudicada por causa de um erro do governo que já persiste por décadas, que se transformará em um erro meu por não ter previsto que tudo mudaria no meio do caminho e não ter colocado meu filho num colégio com foco outros modelos de vestibular.

Nayara de Freitas Teixeira - É uma proposta muito significativa,será mais uma possibilidade da educação no Brasil progredir,de fato o vestibular apresenta coisas desnecessárias, tendo apenas a redação como prova, que o aluno está capacitado.Mas se o vestibular for extinguido, deve se continuar a beneficiar os alunos de escolas públicas que tem renda baixa e negros e indíos, com as cotas, pois quem tem condições financeira continuará a estudar em cursinhos pois estes, concerteza vão se preparar para capacitar os alunos para o enem.Obrigada.

Joaquim Ribeiro - É óbvio que o interesse desses políticos é desviar a atenção pra péssima educação que eles dão aos estudantes pagando miséria á professores que nem sabem quanto mais saber pra ensinar pra outra coisa que é o vestibular. Senhor ministro diga logo o bom mesmo é colocar todos os brasileiros na universidade, não importa ensinar nem aprender o melhor mesmo é que todos fiquem felizes consigo. Que tal fazer uma prova com os professores que nos ensinam... Veja só o que é que adianta acabar com o vestibular, é que é políticamente agradável, tal qual o senhor presidente é agradável ser agradável á todos. Só que o que precisamos é esforço pra aprender e melhorar isso, é claro fica pra segundo prano como diria o seu chefe...

raichelda - sou de crateús interior do ceará, tenho 19 anos e venho por meio desse comentário parabenizar todos vocês que fazem esse maravilhoso trabalho que é a veja.É expledido se ler essas matérias, acompanho pela internet por que ainda não tive como assinar,vou para uma lan hause e quando dar vejo no trabalho.sempre estudei em escolas publicas e sei a carência. que muitas coisas não são necessarias.queria por gentileza se vocês lercem,por favor desse uma opinião ficaria muito feliz,por sou fã da revista e uma jovem muito disposta a mudar e fazer a diferença.parabéns.

Mary Pereira - è realmente vergonhoso para o nosso país a nossa colocação no ranking... Mas será que retirar os vestibulares não seria uma maneira de ocultar esses resultados vergonhosos e não tentar melhorá-los...??Fica no ar a impressao de "decoreba" por que enquanto na escola, esses alunos não tem acesso aos conhecimentos que precisam pra passar no vestibular, então de ultima hora cabe a eles decorá-los na marra!Triste mas é a realidade brasileira.A solução para um ensino de qualidade talves seria implantar... e não retirar... Mas isso não cabe a mim... mera comentarista inesperiente!!Muito obrigada pelo espaço para que possamos expressar nosso ponto de vista!

raichelda - isso é maravilhoso,pois muitas pessoas que tem capacidade de ingressar em uma faculdade não entram por conta das injustiças nas provas,e outras pessoas entram por pura sorte.vestibular é estudo mas é ainda sorte.

sheila - Sempre mexe e nada muda, moral da historia cada vez ficara pior, o vestibular ainda é o unico jeito de selecionar decorando ou não muitos conseguem aprender alguma coisa, chegam lá por capacidade e não por outra coisa.

Ailton Mendes de Oliveira - Fim do vestibular!

Mario Salonikios - Esse é um assunto muito importante no que diz respeito a preparação e aprendizado dos brasileiros. Estudei em duas esolas particulares, consideradas muito boas, antes do vestibular. Uma internacional, que seguia o currículo francês, até completar o 1o grau, e outra brasileira, no 2o grau, conhecida por preparar bem seus alunos para a prova. Troquei de escola pois queria prestar um bom vestibular e usufruir das consequentes vantagens, tendo mais e melhores opções. A diferença entre as duas foi gritante: enquanto uma estimulava o raciocínio do aluno, com quantidade e qualidade de cultura geral ampla, a outra treinava como questões de múltipla escolha deveriam se respondidas, e quais as estratégias p/ acerta-las quando estivessemos em dúvida entre 2 das 5 opções possíveis. No meu 1o ano na escola nova sentia estar bem mais avançado do que meus colegas. Não quero com isso dizer que uma escola era melhor do que a outra. Ou que é uma regra seguida por todas as escolas brasileiras. Apenas que a 2a escola, assim como várias outras no nosso país, se moldou aos padrões brasileiros e à necessidade dos estudantes de entrar em uma boa universidade. Pode parecer apenas um detalhe, mas acredito que enquanto esse sistema permanecer continuaremos perdendo anos preciosos de formação dos nossos estudantes, que poderiam estar sendo empregados (os anos) de maneira mais proveitosa e eficiente. O país está perdendo a oportunidade de formar pessoas mais abertas p/ o mundo, com mais cultura e conhecimentos gerais. Esses indivíduos acabam tendo mais facilidade de aprender coisas novas, e adquirir novos conhecimentos, o que consequentemente os prepara melhor para encarar e resolver os problemas que a vida apresenta. Monica, gostaria de saber qual é o critério de aceitação das universidades nos países desenvolvidos, e principalmente nos considerados mais avançados em termos de estudo ?

Maira - Já fiz vestibular e fui aprovada em universidades estaduais e federais no Paraná. E digo: o vestibular está cada vez MENOS voltado para a decoreba. No último vestibular da UEM, não foram cobradas questões sobre ecologia, e a reclamação foi geral. E não há perguntas irrelevantes como a extensão de um rio, por exemplo. Mas acontecimentos históricos formam identidade e criam base para prever e evitar os erros. Então, antes de falar sobre o modelo vestibular, sugiro que pelo menos procure as provas e veja que os conhecimentos cobrados são em sua maioria de atualidades. Além de cobrar conhecimento que certas pessoas, principalmente das áreas de humanas, acham inúteis, como o básico de física e química, lembrando que são as ciências que movem o mundo.

Sisa - De que adianta eliminar a avaliação "injusta" de um vestibular e substituir por uma avaliação que teoricamente mede melhor a capacidade do aluno se é pra criar políticas afirmativas, como as cotas, e tantas pessoas terem acesso às universidades públicas sem mérito enquanto tantos com mais mérito ficam de fora?

sandro - demorou, mas a noticia é bem vinda..agora vamos ver se os "estudantes invasores de reitorias" vão aceitar numa boa, eles só querem uma oportunidade para destilar odio.

Alexandre Benvindo - Ja vai BEM Tarde!!!!!

Cesar - O problema é que a prova do ENEM consegue ser ainda mais ridícula que o vestibular.É raciocínio? É. Mas não afere em NADA o conhecimento adquirido no Ensino Médio. Não tem nada no ENEM que seja diferente do conteúdo do Ensino Fundamental.Acho muito bom acabar com o vestibular, mas acho ainda mais temerário substituí-lo pela prova ridícula que é o ENEM.Saudações,Cesar Leal - Curitiba/PR

   
    Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados