PUBLICIDADE

Home  »  Revistas  »  Edição 2129 / 9 de setembro de 2009


Índice    Seções    Panorama    Brasil    Internacional    Geral    Guia    Artes e Espetáculos    ver capa
Corrupção: quantas medidas provisórias se fazem em teu nome!
 

Pequenas lições práticas de sobrevivência

(Com auxílio de métodos básicos de aprendizado de línguas estrangeiras)

Dizem (on dit) que vai aumentar o imposto de renda para as pessoas físicas. As pessoas físicas (physical persons) são muito más? Não, as pessoas físicas são apenas indefesas. É o sistema (government) ruim? Não, o sistema é muito bom. Ele (it) apenas precisa de dinheiro para cuidar dos problemas que complicam a vida (das Leben) das pessoas jurídicas. As pessoas jurídicas são semelhantes às pessoas físicas? Não, as pessoas jurídicas não andam (don’t walk) nas ruas. Qual a diferença entre as pessoas físicas e as pessoas jurídicas? As pessoas físicas você aperta e dói aqui assim (più o meno in questo punto). Já as pessoas jurídicas são imortais.

Quem é que traz aquele pedaço de papel que faz a gente morrer de medo? O pedaço de papel foi entregue na porta pelo funcionário zeloso (gendarme). O pedaço de papel contém muitos quesitos? Yes, it brings thousands of questions (sim, contém milhares de perguntas). Se você não responder a todos os quesitos pode entrar pelo cano (to enter by the tube)? Sim. Então, isso quer dizer que não estamos numa democracia? Pelo contrário; estamos numa democracia pragmática responsável, onde todos são iguais (all men are equal) perante a lei (devant Ia police). Meu filho (mein Sohn), pega a caneta (take a pen), tinta (de l’encre), papel (Ia carta), e escreve uma mensagem às autoridades, a qual mensagem passarei a ditar aqui deste meu leito de morte:

"Avez-vous Ia connaissance de que meu emprego de charcutier mal dá para alimentar a mim e a meus seis (sechs) filhos e que, portanto, je n’ai pas de revenu (income) suficiente para pagar nem a luz nem o gás?

O quê, o farmacêutico (der Polizei diener) está aí na porta outra vez? Sim, o correio (iI poliziotto) está na porta outra vez e trouxe, junto com ele, the gaoler, the prison chaplain, the examining magistrate and a hangman. Is the hangman handsome (o carrasco é bonito)? Não, o carrasco não é bonito, mas o juiz interroga bem.

Diga ao magistrado, ao carcereiro, ao capelão, que estou muito honrado com sua (their) visita. Diga também ao capelão, ao magistrado e ao carrasco que estou muito enfermo e não posso recebê-los para pagar meu imposto de renda. O magistrado está muito emocionado? Sim, mas o carrasco não está nem um pouco desolado. Ah, os assistentes sociais (Gmen) acabaram de entrar no meu quarto (camera da letto)? Minha mulher, minhas duas filhas, minha sogra, a sogra do meu cunhado, o primo da irmã de minha tia e meus seis enteados estão todos assaz (rather) perplexos (flabbergasted) e comovidos com tanto interesse. E prorrompem em prantos convulsivos (ils versent des larmes). Meu bisavô, orgulhoso, declara abertamente a meu respeito: "Er ist ein Mann von echtem Schrot und Korn".

O magistrado é muito polido (gentlemanlike). Essa polidez significa que eu não vou pra prisão por dívidas? Sim, homem com seis filhos, sogra, mulher e amantes (les amants) não vai pra prisão porque tem muitas isenções de imposto de renda e deduz ainda R$ 270 333,00 de alíquotas subjacentes. Quer dizer que nem todas as leis são contra as pessoas físicas? Não, há leis contra as pessoas físicas, há leis contra o físico das pessoas e há leis contra as pessoas mentais (brain-washing). A lei que isenta de imposto de renda pessoas de família muito grande é uma lei muito sábia (cette loi c’est une loi très sage)? Sim. Desde que eu não pague imposto e meu vizinho pague, a lei é muito sábia. Esse é o lado mais bonito (più bello) de uma verdadeira democracia.

EDIÇÃO DA SEMANA
ACERVO DIGITAL
PUBLICIDADE
OFERTAS



Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados